A maioria das emendas da reforminha foi aprovada na CCJ | Fábio Campana

A maioria das emendas da reforminha foi aprovada na CCJ

reni-pereira

Em menos de 48 horas, os deputados da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia analisaram as 48 emendas ao projeto de Requião que prevê aumento de impostos. A maioria das emendas foi aprovada, segundo informou o relator da proposta, deputado Reni Pereira (foto).

“Analisamos e aprovamos as emendas em tempo recorde. Quase todas as emendas aprovadas pedem a diminuição da alíquota de ICMS para um número maior de produtos e vimos que é possível diminuir o imposto em outros itens sem prejudicar o orçamento”, disse Pereira.

Agora, o projeto com as emendas será votado em plenário. A previsão é que as votações de todos os projetos da pauta de hoje, último dia antes do recesso, terminem só por volta da meia-noite.


5 comentários

  1. Savarin
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 – 15:24 hs

    Senhor Fabio Campana, gostaria de saber porque o senhor nao comentou nada em seu blog com relação a fraude as urnas eleitorais em Apucarana, como foi comentado no Blog do Zé Beto e na Gazeta do Povo de hoje.

    http://jornale.com.br/zebeto/2008/12/16/pt-pede-apuracao-sobre-possivel-fraude-em-urnas-eletronicas/

    Leia atentamente.

  2. Centro
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 – 16:28 hs

    Reni, Reni…quem diria, não sabia que era da turma do tio bob.

  3. quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 – 16:35 hs

    Será que os deputados do governo não vão ficar com a conciência pesada de aumentar combustivel, energia e até mesmo não vão ficar contrangidos ao chegar nos botecos pedir voto dos boteueiros de plantão que vão ter a bebida e o cigarro mais caro porque ele e o Rei Quião querem?????

  4. clébão
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 – 16:53 hs

    E não é…

    Apesar de relatar o projeto acaerca da constitucionalidade do mesmo, ele se poosiciona contra o referido projeto.

  5. Mano da Vila
    quarta-feira, 17 de dezembro de 2008 – 22:52 hs

    Reni Pereira já era!

    Ficou fora da prefeitura de Foz, e deveria ter ficado de fora do governo de Requião Chaves.

    Mas, aceitou ser deputado do Requião.

    Vai levar pau nas urnas novamente, aguardem.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*