Urbs prorroga contrato de radares em Curitiba | Fábio Campana

Urbs prorroga contrato de radares em Curitiba

A Urbs prorrogou o contrato com a Consilux até abril. Segundo a Prefeitura, a prorrogação não interfere no processo de licitação para a instalação de novos radares na cidade e a justificativa para esta dilatação no prazo é que o processo licitatório precisa ser desenvolvido sem atropelos.

O contrato prorrogado com a Consilux vence daqui a quatro meses e, segundo a Urbs, não há a possibilidade de uma nova prorrogação. A Prefeitura acredita que até abril o processo licitatório seja concluído. Se o prazo se estender, a Urbs poderá fazer uma licitação emergencial.

A Consilux é responsável pela administração dos radares em Curitiba desde 1998 e é uma das empresas que concorre no processo licitatório.


17 comentários

  1. Jovem
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 15:09 hs

    E quanto foi a comissão para quem não licitou???

  2. MENDINGO
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 15:22 hs

    Isso eh uma robalhera, sou a favor de mais policiais nas ruas educando a população o que não acontece no momento, os radares tem o único objetivo de arrecador $$$ nosso não de educar.

  3. ex-pectador
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 15:30 hs

    Claro que o Pereirinha não iria deixar nada de ilegal acontecer, afinal é ele quem manda…
    Ah, e a Cotrans como vai Sr. ex-patrão do Esequias?

  4. quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 15:55 hs

    Agora entendi. Por isso que o pererinha advoga de graça para a bancada de oposição na assembléia legislativa contra o requião. Será que o padrinho dele é o Rossoni. Qua Qua Qua

  5. Luiz F. Pereira
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 17:55 hs

    Caros ex-pectador (Orlando Conceição, como todos sabem) e urubu (que eu não sei quem é)
    Como advogado da Consilux, quero dizer que a prorrogação do contrato está rigorosamente no prazo da Lei de Licitações. E sobre a bancada de oposição, digo que cobro sim, mas bem pouco, porque o prazer de advogar contra este governo compensa o dinheiro!
    Saudações
    Luiz Fernando Pereira

  6. Marechal
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 18:35 hs

    Disse tudo Gilson…

  7. Luis Gringo
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 18:38 hs

    E muito estraho em 4 anos a prefeitura não fez a licitação do transporte coletivo,licitação da lixo,licitação das funerarias.
    E agora mais essa,eu apontaria doi motivos para isso acontecer: incopenencia ou picaretagem.
    Fica a pergunta aqui para o Nagib e cia,acreditam realmente que nos proximo 4 anos saem as licitaçãoes…rsss

    FABIO CAMPANA VOLTO A TE PERGUNTAR…E NEPOTISMO A SRA FERNANDA OCUPAR CARGO NA PREFEITURA?

  8. NAGIB
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 20:04 hs

    Ínclito Luiz Gringo,
    Moço inteligente, não deixe o rancor, a mágua da derrota eleitoral fazer de você um inconsequente. Na prefeitura licitações e prorrogações sempre foram rigorosamente dentro da Lei. Temos um MP acompanhando. E, até você, como cidadão pode denunciar e reqimpugnar se, comprovar qualquer irregularidade, em qualquer ato do poder público..

  9. NAGIB
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 20:15 hs

    Luiz Gringo,
    A senhora Fernanda Richa, moça bem nascida, faz o que já fez, à frente da FAS, por amor à Curitiba. Imprescindível na administração.
    Por favor, não confundi-la com a Dona Marisa, primeira dama do seu presidente Lula que não faz absolutamente nada, e, agarradinha ao marido, cheia de pose para holofotes, só viaja….e como. E depois ainda falam da Dona Ruth, do FHC, que foi realmente uma primeira dama, na concepção da palavra.
    E tem mais: quanto as licitações que vc mencionou saiba que todas estão programadas dependendo tão apenas dos trâmites legais…governo de Curitiba é coisa séria.
    Você entendeu?

  10. Eduardo moreno
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 21:21 hs

    Isso é uma vergonha essa roubalheira da prefeitura, é um roubo regularizado coitado do povão que paga tu isso.

  11. carabina
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 0:50 hs

    Nagib, a sua Dona Fernanda que vá retirar da rua aquela senhora que é obrigada a viver em frente ao McDonalds da Rua XV, porque a propaganda do Beto durante a campanha mostrou ela como “exemplo do trabalho da FAS”. Trabalho que, por sinal, não existe. Só que você não passa um cara-de-pau. E você, senhor advogado “Pereira”, vá plantar batatas com suas imoralidades “legais”. Explique os 215% de reajuste no contrato de 2004 ou cale sua boca.

  12. Luis Gringo
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 1:25 hs

    Nagib,como sempre conversa para boi dormir
    Nepotismo e nepiotismo e pronto,não bem com essa balela de foi issso o aquilo,alias as moças de Curitiba que não “fizeram” o que a Fernada supostamente fez são mal nascidas,ainda não entendi.
    Quanto a licitaçoes,continuam enganado o povo, alguem ganha com a não realização delas e tu sabes disso.Nagib e o pseudonimo do Fabio Campana, para defender certas coisas

  13. Dinah
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 8:50 hs

    Grande Pereira! Falou e disse!
    Realmente advogar contra o governo é algo que não tem preço!
    Agora que vc virá para o tucanato vai ficar melhor ainda!

  14. Jovem
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 9:10 hs

    Nagib
    Já disse para vc voltar para Turquia!
    Já temos puxa-sacos demais em Curitiba!
    Vc é Fantasma ou Gafanhoto????
    Esperamos essa “licitação” a anos.
    E a comissão financeira?? Está com quem??
    Fora Tucanalha!!!

  15. filo
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 9:18 hs

    Licitação? Não… é coisa pros outros… É um contratinho insignificante de algumas centenas de milhões de reais. Será que essa empresa paga ISS ??????????????????????????????????????????????????????????????????????? (Imposto sobre serviços) da Prefeitura, aquele que arde no bolso de quem tem empresa de serviços estabelecidas em Curitiba.
    Às vêzes tenho vontade de fazer o que muita gente faz… tirar o alvará em Mandirituba, Colombo, Pinhais, qualquer município que não seja Curitiba, mas meu coração diz não… Esse prefeito um dia vai embora, Curitiba FICA prá sempre.

  16. ex-pectador
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 9:32 hs

    Nooossa !!! Tem gente espertinha querendo por o nome na mídia… Ou não?!

  17. carabina
    sexta-feira, 21 de novembro de 2008 – 12:32 hs

    Olha numa coisa eu concordo com o Pereira: se eu fosse advogado, trabalhava de graça contra o governo. E contra a prefeitura também

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*