Marcelo Rangel e Jocelito Canto almoçam com Requião | Fábio Campana

Marcelo Rangel e Jocelito Canto almoçam com Requião

O pragmatismo vence as maiores resistências. O deputado Marcelo Rangel, do PPS, foi levado a Requião pela mão de Jocelito Canto, PTB, outro deputado que oscila entre a opoição mais ácida a gestos de apoio incondicional ao governador.

Também compareceu o petista Péricles de Mello, mas este não surpreende, afinal é um fiel militante das hostes governistas, ideólogo do PT de resultados.

No Palácio, Rangel degustou do mesmo repasto que Requião adotou para tentar perder alguns quilos. Elogiou a comida, a acolhida, agradeceu em nome de Ponta Grossa e se disse emocionado com os bons efeitos que a reforma tributária vai produzir. Requião quase foi às lágrimas. De crocodilo, é claro.

Marcelo Rangel prometeu fazer esforços para convencer o PPS a se aproximar do governador Requião.

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.


23 comentários

  1. O garçom
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 15:27 hs

    Pagou-Levou
    Antes mesmo de servir a sobremesa, Requião ligou para a Secretária de Comunição e pediu para liberar uma “verbinha” para sua rádio em Ponta Grossa.
    Menos um na oposição.

  2. militante pps
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 15:28 hs

    sr deputado rangel , é bom que seu esforço e ainda mais seus argumentos sejam muito fortes para tentar convencer o pps (que inclusive ja fechou questão contra a reforma tributária do requião). então não venha com meia dúzia de palavras que vai perder tempo.

  3. Perseguição
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 15:31 hs

    Hoje assistindo o Gilberto Ribeiro na Ric TV conversei com meus botões.

    O Governador perseguiu o Ricardo Chab e o mesmo fez de tudo para tiralo do ar, mas pelo jeito não adiantou muito o Novo Apresentador do Programa na Ric está no percalço do Nobre Governador que pau hem ele lhe deu Governador perseguidor nepotista perdedor.

    Como pode alguém tão forte acabar em desgraça como esse homen, sem nenhuma moral, aonde se vai não tem um contente com esse crapula humano , santinho do dinheiro público, como mente.

    Governador como és maldoso, está começando esperimentar do próprio veneno puebla mentiroso.

  4. Pessôa
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 16:13 hs

    Campana
    O que esperar do PPS com Rubens Bueno na Presidencia??
    O Véio só está seguindo os passos do Lider!
    Não esqueça que Felipe Ônibus de Brinquedos Lucas também é PPS e sempre serviu ao Requião!

  5. O POVO
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 16:14 hs

    Rangel, será que acertou a midia da sua radio, e agora vai ficar de boa como o governo …

  6. quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 16:29 hs

    Eles almoçaram alfafa?

  7. militante pps
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 16:34 hs

    CARO SENHOR PESSOA ANTES DE FAZER QUALQUER COMENTÁRIO SOBRE O PRESIDENTE RUBENS BUENO , PRIMEIRO SE INFORME SOBRE A POSIÇÃO DELE E DO PARTIDO , DEPOIS TIRE ALGUMA CONCLUSÃO, SENÃO VAI ACONTECER ISSO QUE ESTA ACONTECENDO , ESTARÁ TIRANDO CONCLUSÕES PRECIPTADAS.
    O PPS É FORTE, DIGNO E NÃO SERÁ UM COMENTÁRIO DE UMA PESSOA DESINFORMADA QUE FARÁ ALGUMA DIFERENÇA NO NOSSO COTIDIANO.

  8. Pessôa
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 16:56 hs

    Militante do PPS
    VC é uma novidade para o Paraná!
    Infelizmente o seu PPS é só jogo de interesses! E financeiros é lógico!
    Um conselho a vc. Mude de Partido, ou mudem o Presidente do Partido.
    Aliás, sou eleitor do Véio da Mundi!!!!!!

  9. Damasceno
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:08 hs

    Estranho esse convite. O jovem deputado, um dos mais combativos contra os desmandos dessa administração, parece-nos, que escutou um certo “Canto” de sereia. Apesar do PPS já ter uma posição definida em relação à Reforma Tributária Estadual, com a qual o deputado, por coerência, deve concordar não vemos nenhum impedimento do mesmo ir almoçar, conversar ou o que seja no campo político com o governador. Mas sair de lá concordando com o projeto são outros quinhentos. Se participou de uma reunião onde a posição do Partido foi definida e se foi voto vencido com ela deve concordar e aí se posicionar. De outra forma não dá.

  10. mauricio
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:14 hs

    Realmente são todos iguais.
    Mais uma decepção para o povo de Ponta Grossa

  11. José Berlindo Khury
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:26 hs

    Não dá mesmo para confiar em ninguém de PG. Também, um lugar que tem Jocelito, Péricles, Plauto e Rangel. Os piores políticos.

  12. militante pps
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:27 hs

    Os deputados de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PPS), Jocelito Canto (PTB) e Péricles Holleben de Mello (PT), tiveram audiência ontem (27/11) pela manhã com o governador Roberto Requião (PMDB) para cobrar do Executivo uma ação mais efetiva e compromissada com a cidade e a Região dos Campos Gerais. O deputado Plauto Miró Guimarães Filho (DEM) não foi ao encontro porque não compareceu a reunião da Assembléia nesta quinta-feira, pela manhã.

    A audiência foi motivada por um desejo do governador em ouvir a bancada ponta-grossense, que tem sido constante nas cobranças em manifestações na Assembléia Legislativa.

    Ao final do encontro o deputado Marcelo Rangel disse que saiu satisfeito, pois mesmo sendo um parlamentar da oposição não ficou constrangido em colocar seu posicionamento. “Fizemos reivindicações amplas em favor da região. No entanto o meu posicionamento político não muda. Vou continuar questionando e fiscalizando as ações do governo como deputado da oposição.”

    Cobranças

    Rangel fez uma série de cobranças a Requião e saiu do encontro com alguns compromissos formalizados. Entre os mais importantes está o apoio integral do governo do Paraná a implantação do Aeroporto de Cargas dos Campos Gerais, ao que o governador foi objetivo: “Já tem o meu apoio. O que precisar pode contar comigo. É importante que a iniciativa privada seja prestigiada. E se existe uma empresa oficializada que acredita neste investimento, tenho que dar incentivo ao empreendimento”.

    Outro tento importante conquistado junto ao governador foi sobre o veto dado por Requião ao projeto que contempla com desconto de 50% os estudantes que precisam pagar pedágio para freqüentar escolas em outros municípios. O governador se comprometeu em desfazer o veto e, se isso legalmente não for possível, orientará os deputados da situação para que derrubem o veto. Isso significa que o projeto do deputado Rangel está garantido e se transformará em lei a partir do ano que vem.

    Rangel também cobrou o compromisso que o governador retire a sua assinatura da Adin contra o piso salarial dos professores. Requião foi objetivo, disse que isso é impossível e apresentou os seus argumentos.

    Comprometeu-se também em estudar a emenda que Rangel pretende apresentar ao projeto da reforma tarifária, que vai a discussão na Assembléia nos próximos dias. Rangel pretende a retirada do aumento da alíquota de energia elétrica.

    Solução ao IML

    Um dos principais pontos do encontro entre os deputados dos Campos Gerais e o governador foi a questão do Instituto Médico Legal e a denúncia apresentada no início da semana pelos deputados na Assembléia. O governador fez uma “mea culpa” e justificou que o ocorrido foi em virtude do internamento em UTI de um dos médicos do IML de Ponta Grossa. Entretanto disse que o “remédio” usado, transferindo o corpo da vítima para Curitiba foi uma solução errada. E sugeriu que o correto seria ter mandado um legista de Curitiba para suprir a falta em Ponta Grossa. No final Requião assumiu o compromisso de resolver os impasses do IML de Ponta Grossa.

    Ele também se comprometeu, na área de segurança que construirá uma Casa de Custódia em Ponta Grossa, amenizando o problema de superlotação do presídio regional. E também prometeu a aquisição do prédio do Seminário do Verbo Divino em Ponta Grossa.

    Por fim, Requião disse que todas as conquistas que Ponta Grossa está obtendo, se devem a gestão da bancada dos deputados desta cidade. Ele confirmou ao deputado Marcelo Rangel que o compromisso firmado na última campanha política de que irá asfaltar 250 km de ruas da cidade será cumprido.

  13. Paula Tejano
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:31 hs

    Coitado do Bueno…
    Teve que vender a própria alma para ter um empreguinho no governo Beto Richa.
    Caso Contrario estaria morto políticamente, sempre errando nas decisões.
    Alias Cesar Silvestre será o novo presidente Estadual do PPS, Graças a Deus, alguém com carater a frente do PPS.

  14. militante pps
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:40 hs

    a nota acima foi reproduzida na íntegra e tive o prazer de estar presente na assembléia semana passada quando usando de sua palavra na tribuna, o deputado marcelo rangel defendeu esses ponto em público, é por isso que repito o pps é forte, e não será palavras jogadas ao vento que fará mudar nosso cotidiano.

  15. Marcos Strasson
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 17:57 hs

    O PPS é um apêndice do PSDB, sempre vai junto com os tucanos, não sei porque não fazem logo a tal da fusão.
    Ah, já sei, daí o Limpinho fica sem balcão prá negociar as eleições…
    Vai vendo!

  16. NAGIB
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 18:23 hs

    militante pps,
    essa coletânea de mentiras vc deve ter copiado de alguma publicação oficial do Palácio das Araucárias.
    Essa coisa que vc reproduziu com o sendo sua não passa de tentativa de enganar o povo pontagrossense.
    Um deputado que a principio despontou como independente, compativo, mostra que não passa de um frouxo. De que valeram seus discursos na tribuna? sua luta (sic) contra o nepotismo? tudo encenação, que agora mostrou.
    DUVIDO que tudo isso foi tratado com Requião durante o almoço.
    Requião não tem diálogo….só monólogo.
    E você, Jocelito? uma decepção.
    “agradeceu em nome de PONTA GROSSA, emocionado e destacou o os bons efeitos da refroma tributária”.
    Ponta Grossa de tradição, berço de vultos da politica paranaense não mecere esse trio de impostores: Jocelito, Ragel e Péricles.
    E o Benedito esteve presente? ou a verba de propaganda para as rádios do Rangel e Jocelito será liberada depois da votação do projeto da reforma na Assembléia?

  17. Luis Gringo
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 18:47 hs

    Representante do CRM defende
    fechamento do Hospital da Criança
    Assessoria

    O deputado Marcelo Rangel (PPS) se mostra bastante preocupado com a situação da saúde em Ponta Grossa.

    Ontem (5), na reunião da Comissão de Saúde da Assembléia Legislativa, da qual é vice-presidente, ouviu o médico Élcio Soares, representante do Conselho Regional de Medicina, anunciar que acha necessário fechar o Hospital da Criança de Ponta Grossa por falta de investimentos e recursos.

    Ele contou ter ouvido de várias pessoas que “o Hospital da Criança não tem nenhum investimento da Secretaria de Saúde local”. Optaria pelo fechamento, comentou ele porque aquele local “não oferece benefícios àqueles que vão até lá em busca de auxílio; ele expõe o médico e expõe os pacientes ao risco de morte por total falta de recursos”.

    Marcelo comentou que o hospital foi recentemente reformado e assim mesmo ainda está deficitário, conforme o Conselho Regional de Medicina constata. “Isso só vem reforçar o nosso temor de que problemas mais sérios atinjam a população de Ponta Grossa pelo total desleixo das autoridades executivas”.

    Como parlamentar Rangel vem fazendo seguidas denúncias na Assembléia, cobrando o governo do Paraná para que leve recurso para a cidade. “Mas, infelizmente, eles preferem apostar num projeto que está em andamento e que vai demorar anos para ser concluído. O governo do Paraná teima em dizer que o Hospital Regional, em construção, será a solução para a cidade e região. Mas enquanto ele não funciona a população padece no esquecimento”, falou, acrescentando: “Esta afirmação do médico Élcio Soares é extremamente preocupante”. O deputado voltou a falar do assunto na Tribuna da Assembléia, durante pronunciamento no pequeno expediente. “A situação da saúde em Ponta Grossa é caótica conforme manifestação do representante do CRM”.

  18. Luis Gringo
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 18:48 hs

    A NOTA ACIMA DEMOSTRA,ELE ESTAVA CARENTE DE CARINHO
    UM ALMOÇO,ALGUM ACERTINHO NA HORA DA SOBRE MESA E PRONTO…
    NA VERDADE ESSA E A PRATICA DO PPS

  19. Claudio
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 20:32 hs

    A camisa Lacoste usada pelo Governador também faz parte do Protocolo da Carta de Puebla?

  20. Nhengo
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 21:05 hs

    agora só falta o Plautinho ir beijar a mão do Requião.

  21. jango
    quinta-feira, 27 de novembro de 2008 – 21:50 hs

    E o povo pagando repastos para que os mandatários defendam “seus” interessses… Pode ter certeza que nada de interesse do povo foi sequer discutido neste repasto. Já afirmou alguém a grande verdade de que “não existe almoço grátis”, só que este tipo de repasto palaciano costuma custar os bolsos do povo, já que os olhos eles absolutamente não fazem questão nenhuma.

  22. sexta-feira, 28 de novembro de 2008 – 9:43 hs

    O tal de Marcelo Rangel é como macarrão “é duro até entrar na panela”. É um babaca…bem feito para Ponta Grossa.

  23. SYLVIO SEBASTIANI
    sexta-feira, 28 de novembro de 2008 – 9:54 hs

    O SÁBIO E EXPERIENTE DEPUTADO ERONDY SILVÉRIO SEMPRE ME DIZIA;’ SYLVIO, GOVERNO FAZ MUDO FALAR! É VERDADE, DEPUTADO ‘ADORA’ GOVERNO. E FAZER MUDO E DEPUTADO FALAR É FACIL PARA O GOVERNO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*