Fabio Camargo envia documentos a Gilmar Mendes, CPI e Amapar | Fábio Campana

Fabio Camargo envia documentos a Gilmar Mendes, CPI e Amapar

De Kátia Chagas na Gazeta do Povo

O deputado estadual Fabio Camargo (PTB) informou ontem ter encaminhado cópias de acórdãos com autorizações judiciais de escutas telefônicas para a Associação dos Magistrados do Paraná (Amapar); para o presidente da CPI dos Grampos da Câmara dos Deputados, Marcelo Itagiba (PMDB-RJ); e para o presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. O envio da documentação foi uma tentativa de comprovar supostos excessos da Justiça Estadual na liberação dos grampos.

A medida foi tomada um dia depois que a Amapar divulgou nota de repúdio às críticas feitas pelo deputado estadual ao juiz Pedro Sanson Corat, um dos que autorizou grampos no Paraná. No ofício enviado ao presidente da Amapar, Miguel Kfouri Neto, Camargo voltou a criticar as decisões de Corat de autorizar interceptações e distribuir, a policiais, senhas telefônicas que permitem o monitoramento de telefones de todo o país.

O desembargador Miguel Kfouri Neto disse ontem que vai encaminhar os documentos para o departamento jurídico da Amapar, junto com a gravação do discurso feito pelo deputado na sessão da Assembléia Legislativa na segunda-feira, no qual ele fez severas críticas a Corat. Só depois de analisar o material, a entidade vai decidir que medida adotar.

O presidente da Amapar adiantou, no entanto, que cabe à entidade apenas dar apoio e suporte jurídico ao associado, no caso, o juiz Corat. Mas ele defende que Fabio Camargo peça desculpas pelas ofensas ao juiz. “Senti que o deputado percebeu que extrapolou, que talvez tenha falado num momento de explosão, de arroubo. Se o bom senso prevalecer, acho que uma retratação seja o melhor caminho.”

Kfouri Neto teme que a polêmica possa provocar desgaste entre o Judiciário e Legislativo. “Há uma acusação sem provas feita por um deputado de que estaria recebendo ameaças de um juiz. O povo fica pensando se seria possível um juiz conceder ordem sem atender o direito do cidadão à privacidade, valores respaldados constitucionalmente”, disse.

Sem exagero

No Paraná, segundo o presidente da Amapar, não há exagero na liberação de escutas. Levantamento do Tribunal de Justiça mostra que foram 981 interceptações no estado inteiro. “E quando existe qualquer tipo de insurgência dos advogados em relação a algum grampo, o Tribunal, quando é questionado, recoloca as coisas no seu devido lugar”, declarou.

No caso da liberação de senhas, no entanto, Kfouri ressalta que é preciso redobrar a cautela para não abrir espaço para qualquer possibilidade de grampo ilegal. “O acesso indiscriminado aos cadastros dos telefones pela polícia tem que ser observado com parcimônia porque pode lesar muita gente.”


13 comentários

  1. noturno
    sábado, 22 de novembro de 2008 – 12:10 hs

    Quanto interesse em manter em voga essa palhaçada do deputado maluqinho…Especialmente desses jornalistas da Gazeta do Povo chega a ser estranho.O assunto ja foi mais que polemizado, agora so restar esperar NOVAS noticias e acontecimentos.E ai então todos saberão quem é o lado negro da força, quem se vendeu por 30 moedas. E olha que a lista será grande, inclui ex-delegados, jornalistas e advogados uma verdadeira quadrilha montada para denegriro trabalho da justiça.

  2. Vergonha
    sábado, 22 de novembro de 2008 – 12:46 hs

    Que Vergonha Fabio Camargo – ao invés de propor coisas concretas para o povo dos bairros que te elegeu, fica aí de futrica sobre escutas telefônicas – que não vai dar em nada – deixa o juiz trabalhar – faça o mesmo vc tambem – trabalhe um pouco pelo povo dos bairros…

  3. sábado, 22 de novembro de 2008 – 20:54 hs

    Esse Fábio Carmargo envergonha a classe política que já não é lá essas coisas,mas como representante direto do povo “é uma vergonha como diria Boris Casoy. E acho que a imprensa está dando muita guarida esse sujeito.

  4. Zé do Coco
    domingo, 23 de novembro de 2008 – 10:05 hs

    Fabio Camargo acaba de emporcalhar de vez a ficha dele perante o povo paranaense. Tomem nota do nome dele, gente, e avisem seus amigos: votar nesse mocinho nem para vender sorvete em festa beneficente.

  5. DIURNO
    domingo, 23 de novembro de 2008 – 17:04 hs

    Respondendo ao tal de NOTURNO: O lado negro da força ja foi mostrado. Juiz de direito tem que julgar processo e não “combater o crime organizado”, esta balela não cola!!!!! E se você é tão convicto assim porque não dá uma pista destas NOVAS revelações????Está querendo dividir o mundo entre bons e maus é ??? Cuidado!!!! Quem pisou na bola foi o tal do Juiz!!!

  6. DIURNO
    domingo, 23 de novembro de 2008 – 17:05 hs

    Só não esqueçam que quem mandou grampear todo mundo a qualquer tempo foi o juiz e não o Deputado!!!!!

  7. DIURNO
    domingo, 23 de novembro de 2008 – 17:09 hs

    E outra coisa porque o PAPAI DO JUIZ trabalha na SECRETARIA MUNICIPAL ANTIDROGAS????? ENGRAÇADO O INQUERITO DO COPE que investigava falcatruas do PSDB, na epoca da eleição municipal, FOI TRANCADO!!!!! E DAI NOTURNO??? RESPONDE ESSA!!!! sera que é uma quadrilha contra o juiz??????

  8. DIURNO
    domingo, 23 de novembro de 2008 – 17:12 hs

    So para nao esquecer: TRABALHO DA JUSTIÇA?????? QUE TRABALHO É ESSE MANDAR INTERCEPTAR DE FORMA VERBAL????? QUE TRABALHO É ESSE???RESPONDE NOTURNO!!!!!

  9. julio souza
    segunda-feira, 24 de novembro de 2008 – 2:07 hs

    cuidado voce tem telhado de vidro quen grava os outros pode ser gravado tamben

  10. julio souza
    segunda-feira, 24 de novembro de 2008 – 8:48 hs

    quen não deve não teme . essa briga por alguns da noite que fazen um monte de burrada na noite pare va trabalhar pelo povo esse sim merece sua atenção

  11. noturno
    segunda-feira, 24 de novembro de 2008 – 12:37 hs

    Caro DIURNO, quanto conhecimento dos fatos não??? quantas informações privilegiadas…MAIS UM BLOGUEIRO DE PLANTÃO…E Felizmente o mundo é sim dividido entre bons e maus,Acho que quem tem que tomar cuidado não sou eu.Acredito no Poder Judiciario de nosso Estado que tenho certeza não emite decisões verbais.Deixemos portanto as respostas com o CNJ, CPI e STF
    Ah so mais uma observação DIURNO da uma olhadinha na Gazeta do Povo de ontem e no Jornal Estado do Parana de sabado.Será que todos aqueles que assinaram a moção ao Juiz estão sendo ludibriados???muita gente pra ser enganada não é

  12. DIURNO
    segunda-feira, 24 de novembro de 2008 – 16:06 hs

    Caro, NOTURNO, respeito a sua opinião, aliás vivemos um Estado Democratico de Direito. Contudo, é importante esclarecer que essas pessoas, as quais voce se refere, todas possuem vinculação com o Juiz , o qual eu também respeito. Ora, pois, todos ja se valeram das autorizações para dar impulso as suas investigações, ressalvado é lógico a AMAPAR que tem obrigação de defender um associado seu.

  13. DIURNO
    segunda-feira, 24 de novembro de 2008 – 16:10 hs

    Por tudo isso, e por analisar friamente os fatos, sem paixão, sem lado, sem cor, é que advirto que é muito perigoso dividir o mundo entre bons e maus!!!!! Talvez o homem bom para mim não seja bom para você!!! Há um tanto de bondade e um tanto de maldade em cada ser humano!!!! Um abraço NOTURNO.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*