Derrotados nas urnas têm prazo maior para prestar contas | Fábio Campana

Derrotados nas urnas têm prazo maior para prestar contas

O Plenário do Tribunal Superior Eleitoral acolheu pedido do DEM, PSDB, PT e PMDB e prorrogou para o dia 31 de dezembro o prazo para quitação de contas de campanha dos candidatos não eleitos nas eleições de 2008.
O presidente do TSE, ministro Carlos Ayres Britto, explicou que a medida não alcança os candidatos eleitos porque suas contas já devem estar apreciadas para a diplomação (no dia 18 de dezembro).
Portanto, termina hoje o prazo para os eleitos no primeiro turno. Os eleitos no segundo turno têm prazo até o dia 25.


4 comentários

  1. Luis Konig
    terça-feira, 4 de novembro de 2008 – 8:20 hs

    Faz-se de conta que todo gasto é prestado contas. Quantas cestas básicas, quantos ajudas sociais e outras benesses se deram às vésperas da eleição, e não irão para prestação de contas. São os chamados programas sociais já iniciados, porém e 2006 e 2007 nada foi realizado, deixando-se tudo para o ano eleitoral, mais propriamente a partir de junho/06. E tudo foi oficial. Por que prestar contas?

  2. vovo sacudo
    terça-feira, 4 de novembro de 2008 – 9:05 hs

    Muito boa a matéria do CQC sobre as creches de Curitiba.

    Prometeu vai ter que cumprir… Mas vai ter que zerar.

    Não vai comentar nada Campana?

  3. para vovo sacudo
    terça-feira, 4 de novembro de 2008 – 10:01 hs

    Para dizer umas coisa dessas sobre a materia do CQC de ontem voce so pode ter se ausentado de Curitiba nessas eleicoes. Tava na cara que essa era uma materia encomendada pelo PT. E quem acompanhou, mesmo q por mais superficial, essa campanha sabe que aqueles numeros sao mentirosos, uma vez que foram divulgados pelo governo do Estado, e que hoje ja existe um grande programa educacional sendo desenvolvido em Curitiba que nos rendeu, de acordo com o MEC e o Governo Federal a melhor educação publica deste país.

  4. Hedran Gebran
    terça-feira, 4 de novembro de 2008 – 18:39 hs

    A prestação de contas continua na mesma data estipulada pelo Calendário Eleitoral, o que foi prorrogado para o dia 31 de dezembro foi o prazo para quitação de contas de campanha dos candidatos não eleitos nas eleições de 2008, que deveriam ser pagas até o dia da prestação de contas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*