DEM fala sobre indicações para Beto Richa | Fábio Campana

DEM fala sobre indicações para Beto Richa

Paulo Henrique Munhoz da Rocha é administrador. Foi colaborador da gestão do ex-prefeito Cassio Taniguchi, não apenas no ICS (Instituto Curitiba Saúde), mas também no IPPUC e na presidência da CIC.

Atualmente ele comanda a DFTrans, a autarquia que regula o sistema de transporte e o trânsito de Brasília. Na Capital Federal, ele tem atuado ao lado do Secretário de Transportes, o deputado federal João Alberto Fraga (DEM-DF), na modernização do sistema, promovendo a renovação da frota e o combate ao transporte ilegal (vans clandestinas).

Segundo o Democratas, ele foi escolhido para o cargo em Brasília por sua capacidade administrativa, além de ter sido convidado pelo governador José Roberto Arruda e respaldado pelo Diretório Estadual do Democratas-Paraná.

Até o momento, o Democratas não fez nenhuma indicação de nomes para compor a futura administração municipal. A posição oficial é que o deputado estadual Osmar Bertoldi é a única pessoa autorizada a tratar de questões que envolvam a administração do prefeito Beto Richa.


2 comentários

  1. Atento
    sexta-feira, 14 de novembro de 2008 – 18:17 hs

    Estive em Brasília no mês de Julho, próximo passado, e presenciei uma manifestação dos ditos “vanzeiros”. Meu, aquilo foi a própria visão do inferno. Correrias, gritos, discursos inflamados, xingamentos e um engarrafamento de tamanho descomunal. Trajeto que se faria em 10, 15 minutos levava-se mais de uma hora para fazê-lo. Tudo porque o tal secretario de transporte, de lá, deu um ultimato aos vanzerios: até o dia 26 de Julho queria todos êles parados. Porém em conversas que tive com usuários do dito transporte todos, isso, todos estavam satisfeitos. Alegavama que o transporte público era fraco, com ônibus velhos, sujos, fora de horários e precário nos fim de semana. Além de sumirem depois de certas horas da noite. Por isso a preferência pela vans. Taí mais um pepino para ser resolvido.

  2. Luis Konig-Contenda
    sexta-feira, 14 de novembro de 2008 – 22:56 hs

    Os democratas entram numa demagogia barata. Nelson Justus apoiou Requião na eleição para governador e em troca ganhou o apoio da base para presidente da Assembléia Legislativa. Requião fez os deputados estaduais engolirem o Maurício Requião para conselheiro do dito TCE/PR. Vê-se claramente que o DEM, espólio do bem morto PFL não é um partido mas sim um covil de lobos só rondando a carniça a ser devorada. Talvez aí o bom desempenho nestas eleições.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*