Crise ameaça a cultura etílica | Fábio Campana

Crise ameaça a cultura etílica

De O Globo

A crise financeira que jogou o mundo no caos e a Grã-Bretanha na recessão gerou um prognóstico sombrio sobre uma das instituições culturais mais tradicionais do país: os pubs, aconchegantes barzinhos onde se consomem litros e litros de cerveja. Segundo Adam Edwards, do jornal britânico “Daily Telegraph”, se a desaceleração ameaça todos os setores da economia, são os pubs os que têm o futuro mais incerto.

De acordo com Edwards, só na quinta-feira, meia dúzias de bares desse tipo desapareceram e, a cada semana, uma média de 36 estão fechando as portas. “Mais da metade das cidades da Inglaterra estão agora ‘secas’ pela primeira vez desde a Conquista Normanda, e as vendas de cerveja nos pubs que sobrevivem estão em seu menor patamar desde a Grande Depressão”, escreveu o jornalista.
Ele acrescentou que o golpe de misericórdia nessa instituição – “consideravelmente mais antiga e bem mais respeitada do que a Câmara dos Comuns (o Congresso britânico)” – foi o anúncio, esta semana, de que o imposto sobre a cerveja vai subir acima da inflação no ano que vem e pelos próximos três anos.
Mas há reações. A Campanha pelo Ale Real (Camra) e a Associação Britânica de Pub e Cerveja (BBPA) lançaram uma campanha para “salvar o grande pub britânico” com o slogan: “Axe the beer tax” (corte o imposto da cerveja). Porém a luta será difícil. Na semana passada, a Camra disse esperar um “banho de sangue” em termos de fechamento de pubs, após o período de Natal. Ela prevê que 7.500 desses bares desaparecerão até 2012.


3 comentários

  1. Luis Konig-Contenda
    segunda-feira, 1 de dezembro de 2008 – 8:23 hs

    Se isso ocorrese pela via indireta o mundo começã a melhorar por aí. A bebida alcólica tem destruído muitas pessoas e lares. Em Contenda, nos finais de semana temos uma verdadeira orgia de crianças e jovens se embebebandoç nas ruas centrais, formando grandes agromerados que se sentam nos meios fios e laterias das ruas centrais

  2. Luizão
    segunda-feira, 1 de dezembro de 2008 – 16:19 hs

    Luiz, pelo amor de Deus!
    Reveja seus conceitos.
    O mundo melhoria sem dúvida, sem comentários “politicamente corretos” e destituídos de qualquer substância como o seu.

  3. Bus Atinho da Serrinha
    sexta-feira, 4 de setembro de 2009 – 22:38 hs

    sem contar que o Luis é um tremendo “pau-d’água”….

    Luis Konig e João da Fila são o “alter ego” do Recalcado da Serrinha…… que na frente do patrão elogia e sob o “manto” do anonimato desce a lenha… verdadeiro malacara…….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*