Aprovada emenda na reforma tributária que favorece o Paraná | Fábio Campana

Aprovada emenda na reforma tributária que favorece o Paraná

A Comissão Especial da Reforma Tributária aprovou durante a madrugada de hoje, pelo placar de 17 a 3 votos, a emenda que concede aos Estados produtores de energia a cobrança de alíquota de 2% na origem.

Para o Paraná, isso poderá significar um ganho adicional na arrecadação de até R$ 240 milhões por ano.


2 comentários

  1. Rafael Filippin
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 10:47 hs

    Não deixa de ser uma boa notícia, afinal 2% é melhor que nada, mas como eu já vinha advertindo em outras oportunidades, é óbvio que o Sudeste, onde a energia é consumida não deixaria que TODA a arrecadação fosse para os estados produtores. A bem da verdade é que nos deram uma migalhinha. Mas o pior mesmo é que esse dinheiro dificilmente será usado na compensação do imenso passivo social e ambiental do setor elétrico no Paraná. Talvez a Assembléia pudesse fazer a lguma coisa nesse sentido.

  2. Econ.Wilson Portes
    quinta-feira, 20 de novembro de 2008 – 12:05 hs

    Fábio:
    Essa luta pelo recebimento do ICMS nos estados de origem já dura algum tempo. Os mais antigos sabem que a destinação de recursos do ICMS da energia elétrica aos estados consumidores (cito o estado de São Paulo, como exemplo maior), teve o dedo do atual Governador de São Paulo, José Serra, à época da elaboração da Constituição de 88.
    Parece-nos justo que, nesta oportunidade, os seus aliados do Paraná pressionem a bancada federal paulista para que se unam aos nossos, com vistas à correção, ainda que parcial, desse verdadeiro esbulho à economia e ao povo do Paraná.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*