Tensão na reintegração de posse em Campo Comprido | Fábio Campana

Tensão na reintegração de posse em Campo Comprido


Foto Chuniti Kawamura no Paraná Online

A Policia Militar está neste momento em Campo Comprido, na reintegração de posse do terreno de propriedade de Henrique Almeida, ex sócio da Construtora CR ALMEIDA.

A situação é tensa: 1500 famílias são expulsas. No momento uma barreira fecha toda a entrada do terreno pelas ruas João Dembinski e Mário José Zancanaro. Mulheres e crianças estão parados logo atrás do bloqueio.


27 comentários

  1. Tia Mudinha
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 8:30 hs

    Eu moro ao lado, e acordei com foguetes e gritos pela manhã. Acho que esse povo tem direito a moradia sim, mas não invadindo terrenos alheios, pq eu como cidadã tenho que trabalhar muito p/ comprar uma casinha e eles querem de graça, ali só tem espertalhões, não tem necessitados, pois eu via toda noite ali os carros dessa gente “sem teto” tinha até importados….
    Parabéns a PM-Pr.

  2. jonas
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 9:27 hs

    Concordo com a Tioa mudinha…

    e as autoridades tem que prestar atenção, no mesmo modo dessa do fazendinha tem outra formando ali na rodovia que liga Santa Felicidade a Colombo…

  3. BOMBAS NAS CRIANÇAS
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 9:38 hs

    E NAS MULHERES.
    PELA OMISSÃO DO PREFEITO AINDA FOI QUEIMADA UMA BANDEIRA 45…

    CAMBADA DE COVARDES.
    O DURO É OUVIR BESTEIRAS NA CBN. tsc, tsc…ESSA É NOSSA CURITIBA!!!

  4. Simplicio Furtado
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 10:09 hs

    Escutei entrevistas no local feita por diversas emissoras de rádio. Existem pessoas lá que pagam aluguel em outras regiões e uma outra pessoa estava “guardando lugar no barraco para a filha”. Se todo mundo que paga aluguel resolvesse invadir terrenos alheios, começaria uma guerra civil.

  5. CARLOS
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 10:40 hs

    TRABALHAR QUE É BOM, NADA….

  6. Alessandra
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 11:23 hs

    Acredito.. Que falta interesse do Poder Publico , E como moro proximo, tambem vi q tem muitas pessoas que realmente pagam aluguel e estao com suas mudancas no local… Ninguem esta se negando a pagar nada.. Em todas as entrevistas que eu ouvi… Ninguem qr nada de graça, porem a prefeitura e a Cohab nem sequer tentam negociação…
    Como este tal de Simplicio Furtado disse imagina só se todo mundo que mora alugado resolvesse invadir. aí sim se fizessem isto , quem sabe o poder publico se manifesta… e Quem mora alugado começa a pagar por algo que sabe que sera seu no futuro….

  7. carabina
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 12:30 hs

    Que engraçado, eles não podem “invadir o terreno dos outros”. Já a CR Almeida sempre pôde.

  8. Carlos Imperial
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 13:46 hs

    PM pau nestes vagabundos, passei por lá estes dias e vi cara com carro, montando casa ali só para ganhar um terreno e depois vender “a posse”.

    Tem que tirar na porrada mesmo.

  9. Mara
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 13:53 hs

    Acho uma palhaçada essa invasão, pois muitos deles ja tiveram sua oportunidade pela cohab. Hoje invadem e amanhã ja estão vendendo. È muito fácil colocar a culpa no governo. Passo ali diariamente e vi a destruição que fizeram, carros sem placas, um bando de homens encostado.
    Vamos trabalhar e conquistar as coisas, o governo da cesta basica, vale creche, vale gás, luz fraterna, colegio, remédio.
    Acredito que até tenha alguns que estão ali porque precisam mas a maioria estão querendo ganhar vantagens e expondo crianças, isso é um absurdo.

  10. TIO DIDI
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 14:12 hs

    CARABINA
    COM ESSE APELIDO, DEVE SER TAMBEM INVASOR DE TERRA( DIGO SEM TERRA) VÃO TRABALHAR CAMBADA DE VAGABUNDOSSSSSSSSSSS

  11. TIO DIDI
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 14:15 hs

    ONDE DINHEIRO PARA FOGUETES??????
    LA TINHA ATÉ CARRO IMPORTADO, COITADO DESES SEM TERRA, TÃO POBRES MAS COM CAMINHÃO IMPORTADO. CHURRASCO TODOS OS DIAS E, PASMEN, ATÉ ARMAS, FICO MORRENDO DE DÓ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. SEM ENTENDER???
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 14:49 hs

    PARABÉNS CARABINA, essa empresa não sabe o que tem, por viver muito na teta dos governos na condição de empreiteira. A justiça agiu rápido! Falta uma política coerente com a realidade dos excluídos, sem dúvida. As invasões deveriam ser o último recurso, enquanto o Brasil perdoa dívidas de alguns países, como ficam essa gente, logicamente, que no meio tem o joio e o trigo, a desigualdade é tremenda. ISSO, GENTE, PARECE QUE NÃO, MAS É O REFLEXO DA INGERÊNCIA GENERALIZADA, DOS DESVIOS DE VERBAS PUBLICAS. A LEI DEVERIA TAMBÉM SER APLICADA EM TODOS OS PODERES…

  13. Rodrigo Choinski
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 14:52 hs

    “Acho uma palhaçada essa invasão, pois muitos deles ja tiveram sua oportunidade pela cohab.”

    A renda mínima para participar dos financiamentos da Cohab é mais de mil reais… o facismo impera na capital “”””” social “”””” querem é empurrar a pobreza para debaixo do tapete (diga-se RM)… em Curitiba são 60 mil imóveis vazios e 40 mil pessoas sem moradia (dados do IBGE e do Instituto João Pinheiro)… deixem de ser curitibocas e olhem para a cidade que vocês vivem!!!

  14. Rodrigo Choinski
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 14:54 hs

    aliás conta-se que a CR Almeida não tem a escritura do terreno só tem um documento de posse que coloca a empresa no mesmo nível dos ocupantes…

    na capital social invasão de bacana pode…

    ocupação de quem não tem onde morar é tirado na bala…

  15. Guardalupe!!!
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 15:12 hs

    Ei!!! E aquela invasão de bacanas ali no Batel, quando vai ser tratorada a rua Dom Pedro?

    E aquela invasão de bacanas lá em Bela Vista, onde invadiram a praia da represa salto caxias?

  16. Junior
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 15:16 hs

    Rodrigo Choinski, então vc acha que invadir terrenos é a solução?

    Conheço um monte de gente que não tem casa, seria interessante, então os mesmos invadirem propriedades alheias, começando pelo quintal da sua casa, que tal? Afinal, CONTA-SE que vc não tem escritura da casa onde mora, colocando vc no mesmo nível dos invasores…

    Se vc acha que as políticas sociais são inadequadas, parabéns! Mas escudar a desordem pública nessas alegações pífias, ah, me poupe!

  17. Franco Atirador
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 15:17 hs

    Choinski: vc acha então que o governo deve desapropriar os imóveis vazios para distribuí-los aos que não tem onde morar ? As prestações deveriam então ser acessíveis às pessoas de baixa renda… logo, acho que sou favorável à sua idéia: quero um terreninho alí perto do Parque Barigui que tá meio abandonado… Isso mesmo companheiro: nada de bairros distantes, queremos é morar do lado dos ricos…Viva Doático, viva Sameck, viva Choinski… viva a…

  18. Tia Mudinha
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 16:02 hs

    Assim não dá, mau informados como o Choinski, falando besteira, o terreno não é da CR almeida, e pq será que esse povo não quis casa da cohab lá no tatuquara, querem só nos bairros mais pertos do centro.. com mais infraestrutura… Palhaçada heim….
    Borracha nesses invasores mesmo, Parabéns PM-Pr

  19. Rodrigo Choinski
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 16:24 hs

    Junior, a Lei não diz que a propriedade deve cumprir sua função… meu quintal ao contrário do terreno da CR Almeida cumpre… não uso meu quintal para fazer especulação imobiliária…

    a solução não é ocupar terrenos (vazios que não cumprem função social) mas na situação que os donos de nosso país e de nossa cidade deixam para muitos essa é a única coisa a se fazer…

    a solução seria a prefeitura cumprir a lei e aumentar o IPTU dos imóveis vazios em Curitiba… mas é claro que com o rabo preso não dá pra fazer isto… o ecoville era pra ser um bairro operário no plano piloto da cidade, para a tender a CIC… mas os amigos do Lerner compraram todos os terrenos porque sabiam da valorização… a questão não é simplesmente legalista… só os curitibocas caem nessa falácia legalista

    vão estudar a história de nossa cidade curitibocas!!!

  20. Rodrigo Choinski
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 16:25 hs

    e Junior porque a CR Almeida não mostra a escritura?

  21. Luizão
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 16:27 hs

    Pau nesses invasores. Até quando vamos praticar a idiotice do “politicamente correto” e concordar com essas invasões manipuladas.
    São vagabundos que carregam as mulheres e crianças para dar aquele “tonzinho” de piedade. Covardes indolentes. Vão trabalhar.
    Temos que ensinar à população o respeito à propriedade alheia e não o contrário. Do jeito que as coisas andam, vamos parar onde?

  22. he man
    quinta-feira, 23 de outubro de 2008 – 17:47 hs

    Nunca vi criticarem a CR Almeida por grilagem de terras! Onde estão os críticos, os defensores da lei quando isso acontece? Hipócritas

  23. Guardalupe!!!
    sexta-feira, 24 de outubro de 2008 – 11:45 hs

    Caso se interessem estou passando o nº da revista Veja para q saibam o q é uma invasão, uma grilagem.

    Edição nº 1580 de 13 de janeiro de 1999.

    “Assalto à Amazonia”

  24. SIDNEY WORKSHY BOW
    segunda-feira, 27 de outubro de 2008 – 21:16 hs

    É ISSO AÍ Rodrigo ChoinskiQuinta, O cecílio rego almeida dono da empresa CR almeida falecido fazia corrupção com compras exageradas de terras pois suas terras somando tudo dava quase o tamnho da Bélgica e pará e como o cara é o 4º mais ricassos do brasil segundo revista VEJA com dinheiro se compra tudo fica tudo em baixo do tapete podre de rico, e como o pessoal são pobres luta por um lote e tem que sair a balas moral e borracha e choque sendo no local se sabe que todos os invasores não querem nada de graça querem pagar isso significa que até as organizações habitacionais não estão sendos justas ou concretas este é um problema social que os curitibobocas não conseguem enxergar e ao invés de criticar os orgãos e não os prejudicados pelas incompetencia dos orgãos que só sabem falar bonito, enrolar, enrolar, adiar, e fazer altos jardins e praças.

  25. Essa é pra vc HE MAN
    segunda-feira, 27 de outubro de 2008 – 21:36 hs

    VC NUNCA VIU CORRUPÇÃO HE MAN HUMM TÁ POR FORA HEIN ENTRE NO LINK : http://veja.abril.com.br/130199/p_028.html
    OLHA só o título – Cecílio do Rego
    Almeida: território
    grilado é do tamanho
    de um país /// VEJA AS DENÚNCIAS : O vereador Eduardo Modesto,
    de Altamira: há dois meses, ele
    mandou uma carta ao presidente
    Fernando Henrique fazendo
    denúncias sobre o
    que se passa no país de Cecílio,
    como homicídio e trabalho escravo,
    mas nada foi comprovado até agora.
    OUTRA AGORA: Calote de milhões
    Emiliano de Oliveira, que já
    foi prefeito de Altamira, a
    maior cidade nos arredores
    da Ceciliolândia, “vendeu” 5,7
    milhões de hectares ao
    empreiteiro CR almeida por 6 milhões de
    reais e só recebeu 600.000
    reais: “Ele nos enganou”,
    reclama Emiliano.
    NÃO SAQUE SÓ ESSA:Chumbo grosso
    O ex-capataz Hélio Ferreira
    da Silva, 34 anos, chefiou
    durante sete meses uma das
    bases nas terras do empreiteiro,
    em Entre Rios: “Lá tem
    espingarda, revólver e pistolas
    7.65, além de munição. A
    ordem é passar pólvora em
    quem entrar sem autorização”.
    SACOU NÉ AGORA VEJA O QUE AS AUTORIDADES BAIXAS FALAM A RESPEITO:Se as instituições funcionassem como deveriam, esse sujeito já estaria na cadeia”, diz Lamarão, que, desde que assumiu o caso, recebe ameaças anônimas de morte e passou a andar com dois seguranças nas 24 horas do dia. “É terrível ficar discutindo esse negócio como se fosse matéria jurídica, quando não passa de caso de polícia.” Isso porque a “compra” das terras equivale ao que o Código Penal tipifica como estelionato, um crime com pena de até seis anos de prisão. É estelionato porque, nessa operação, o empreiteiro obteve uma “vantagem ilícita” (as terras) em “prejuízo alheio” (no caso, o Estado do Pará) e, numa caracterização completa de estelionato, ainda sabia que estava participando de uma fraude. Antes de tomar posse do primeiro pedaço, em 1996, Cecílio mandou três funcionários de sua empresa examinar a situação jurídica das terras. “Dissemos que aquilo era uma fraude, mas ele parece não ter dado importância”,

  26. E DAÍ HE MAN
    segunda-feira, 27 de outubro de 2008 – 21:50 hs

    VC NÃO SABIA QUE DINHEIRO NÃO COMPRA TUDO ATÉ LEI PELAS INFORMAÇÕES ESCLARESSE-SE QUE TINHA ATÉ HOMICIDA E CORRUPÇÃO E PORQUE NUNCA FOI PRA CADEIA NUNCA FOI JULGADO PUBLICAMENTE VC NÃO TEM NÕÇÃO DO QUANTO O CARA É DA GRANA AS TERRAS DELE SOMANDO TUDO DA O TAMNAH DA BELGICA COM A HOLANDA JUNTOS SACOU ALÉM DO MAIS É DA CONSTRUTORA FERROVIÁRIA FEZ A ITAIPU E TODOS OS VIADULTOS DAS BR MAIS COMPLICADOS ELES FAZEM NO LINK. http://revistadasemana.abril.com.br/edicoes/30/memoria/materia_memoria_274622.shtml CONTA QUE ELE É O MAIOR LATIFUNDIARIO DO MUNDO INTEIRO VC ESTÁ POR FORA….veja local que fala que cecilio é grilador de terraspublicas:

    O procurador da República em Altamira, Marco Antonio Almeida, disse que as terras, apontadas como particulares pelo empresário Cecílio do Rego Almeida, são públicas e foram “griladas”. “O alastramento da corrupção perpetrado
    por Amazônia Projetos Ecológicos no âmago dos registros públicos no Pará significou e continua significando o desordenamento agrário, a violência no campo e a devastação ambiental”, observa Almeida.

    Para o juiz Nacif, a insegurança jurídica proveniente das fraudes para obtenção de terras “engendra um Estado paralelo, onde a força é a lei e os grileiros os legisladores”. O empresário Cecílio Almeida não foi localizado para comentar a decisão da Justiça Federal. (Carlos Mendes)

    Nota GTA: Cecílio Rego de Almeida já havia sido apontado desde a CPI de Grilagem de Terras na Amazônia, em 2002, como o maior grileiro de terras públicas na floresta.

  27. shostak
    segunda-feira, 27 de outubro de 2008 – 22:03 hs

    Além do mais, porque será que a terra do campo comprido tinha 3 escrituras e logo o CRalmeida que foi ganhar a reintegração de posse pq logo eles que ganharam é porque o dinheiro compra tudo só DEUS QUE NÃO mas o resto pô cara aí tem coisa segundo jornal do paraná foi pedido uma investigação desde o dia da invasão 7 até a reintegração de posse porque já desconfiaram que alguem foi comprado nesta história porque que sempre os ricos tem vez sendo que os pobre que são a maioria já que são a maioria tem mais que reinvindicar direitos de moradia mesmo e muito mais eu não concordo com eleições porque a gente sempre vota em um lazarento o governo da cidade tinha quer ser com todos nós uma assembléia com ricos e pobre e já que pobre era a maioria então votamos sempre num projeto a nosso favor essas leis, organizações e o funcionamento público é muito injusto e não trabalha de sol a sol sobre a necessidades mais urgentes e precisas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*