Requião tenta anular multas que recebeu | Fábio Campana

Requião tenta anular multas que recebeu

O governador Roberto Requião recorreu ao Supremo Tribunal Federal e ao Superior Tribunal de Justiça contra a decisão que o proíbe de utilizar a TV Educativa para auto-promoção e ataques a adversários políticos, autoridades e imprensa.

Os recursos de Requião questionam a decisão do desembargador Edgard Lippmann Júnior, que proibiu o uso político da emissora estatal. O caso da TV Educativa já rendeu R$ 650 mil ao governador.


5 comentários

  1. Douglas
    quarta-feira, 22 de outubro de 2008 – 15:04 hs

    Todos que criticam e acham que Requião está com os dias contados que se preparem.

    Nosso governador não dá ponto sem nó. Vc’s acham que foi por acaso que ele lançou Moreira (um candidato que não fez nem 2% dos votos) na capital a toa.

    O Beto ganhou é verdade, mas agora tem uma legião de legendas de aluguel avidas por cargos na prefeitura.

    Osmar já começa e se desentender com o PSDB, vejam o que este mesmo blog publicou as declerações do Fruet sobre a sucessão estadual.

    Isso tudo sem falar das conversas reservadas de Álvaro e Requião em um certo apartamento do bairro Bigorrilho em Curitiba.

    E o PMDB (tando o velho de guerra, como o dos deputados) elegeram 131 munícipios, ou seja, comandam a partir de 1 de janeira 34% das prefeitura do estado. Com mais os 10% das prefeituras que o PT elegeu já são 44% comandadas pelo bloco.

    Analistas, articulistas e cientistas políticos, refaçam suas previsões, muita coisa ainda vai passar debaixo dessa ponte, e na política quem é rei hoje, amanhã é indigente.

  2. quarta-feira, 22 de outubro de 2008 – 15:39 hs

    Tem que anular mesmo. O dinheiro dele não é capim!

  3. quarta-feira, 22 de outubro de 2008 – 18:09 hs

    Ops, a tropa de requião anda solta e muito bem paga, portanto, todo cuidado é pouco MAS acredito que a maioria dos paranaenses acham que o “Sheik” não vale o feijão que come.

  4. Shirley
    quarta-feira, 22 de outubro de 2008 – 18:25 hs

    A Justiça há de ver que essas multas são tão absurdas, tanto pela causa que as originou, como pelos valores absurdos…
    Devem ser retiradas as multas totalmente e devolvidos até os 12 mil que surrupiaram do governador que nunca cometeu crime algum para merecer ser punido.
    Não roubou a Copel, nem a Sanepar, não vendeu o Banestado, e não prejudicou ninguem e nem xingou ninguem que fosse santo…

  5. Rock
    quarta-feira, 22 de outubro de 2008 – 18:52 hs

    So não ve quem não quer, que esse tal de Lippmann tinha era diferenças pessoais com Requião e não admitia que o Governador defendesse os interesses das familias que entravam em desespero ao ver filhos, pais e mães, muitas vezes tirando o dinheiro do sustento para dar a picaretas que exploravam o jogo. E esses pouco estavam ligando com a falencia das familias e da sociedade, por isso sou Requião e sempre serei em qualquer eleição que o mesmo concorrer. Vamos la Requião, enfrente essa corja que a população esta com voce.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*