Receita de Osmar Dias para encarar a crise | Fábio Campana

Receita de Osmar Dias para encarar a crise

O senador Osmar Dias tem uma posição clara sobre a crise internacional e o programa que o Brasil deve adotar para enfrentá-la.

De cara é contra qualquer receita recessiva. Sua proposta é no sentido oposto. Considera necessária a aplicação de parte das reservas cambiais para aumentar a produção, as exportações e evitar o desemprego

Osmar defendeu mais crédito para o setor produtivo durante reunião com o presidente Lula, o ministro da Fazenda Guido Mantega e o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles.

Ele parte da constatação de que o Brasil tem mais de US$ 200 bilhões em reservas cambiais para fazer frente a qualquer movimento brusco da economia. É hora de liberar crédito para a exportação; de investir na safra para que a produção não diminua em função da falta de financiamentos e também de desonerar de impostos os produtos importados, entre eles os fertilizantes.

Osmar lembra que o prejuízo calculado para as empresas norte-americanas hoje chega a US$ 3 trilhões, enquanto o pacote do governo Bush destinará US$ 850 bilhões. Insuficiente.

Para o senador, a alta do dólar e a queda nas bolsas de valores trarão conseqüências nas importações, exportações e, a curto prazo, na produção, tanto no setor primário, como na indústria, afetando a geração de empregos.

Assim, diz Osmar, é necessário aumentar o crédito para a exportação do setor industrial. “Temos que ampliar os mercados em vez de reduzi-los neste momento de crise. Para que o governo brasileiro mantenha a balança comercial com saldo positivo deve manter ou ampliar o crédito para a exportação para não correr o risco de perder os mercados já conquistados”, observou.

Para o líder do PDT no Senado, o maior investimento no setor produtivo reduzirá o impacto da crise, já que as previsões de crescimento do Brasil para o ano já foram revistas e para baixo.


7 comentários

  1. Calos-Curitiba
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 1:31 hs

    Eu ja tomei no zóio com a alta do dolar!
    Vai subir o preço das coisas no Mercado Livre!

  2. Zé do Coco
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 2:23 hs

    Está errado o pensamento desse senador. Aplicar nossas reservas para investir em produção vai nos deixar a descoberto, porque LÁ FORA não há ninguém comprando.
    Todo mundo agora quer vender pra fazer caixa.
    Sou favorável a POUPAR. Dinheiro em produção só se investe nesta hora para comida e a saúde da população.
    O feijão está custando em Curitiba 6 reais o quilo e, se nada for feito agora, chegará logo a 8 – 10 reais. Se o senador souber a receita para alimentar pessoas sem comida, teremos o máximo prazer em saber.

  3. Fora Meirelles!
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 8:38 hs

    Em um momento como este em que uma profunda crise econômica global provocada pelos desmandos do sistema financeiro internacional neoliberal se aproxima é uma temeridade deixar no cargo o Meirelles, pois todos nós sabemos que ele é uma indicação dos banqueiros e a eles serve.

  4. Diego
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 10:33 hs

    Como essa crise atingiu os bancos e o mercado financeiro, pelo menos é um alívio saber que as instituições bancárias brasileiras estão firmadas na política econômica do senhor Meireles. Se fosse o contrário, se a direção econômica estivesse num patamar mais liberal estariamos indo pra cucuia com o resto do mundo. Depois dessa crise será hora de afrouxar as coisas, mas até agora a condução econômica mostrou-se ser corretíssima, mesmo com o povo brasileiro pagando caro pelo crédito.

  5. Zé do Coco
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 10:51 hs

    Botar a culpa nos banqueiros é um lugar-comum batido demais. Botem a culpa nos governantes que paparicam os banqueiros e mantém entre si um relacionamento licensioso. Eles, os bancos, não foram feitos para perder, não está na essência do sistema bancário ter prejuízo. Que o digam os Cavaleiros Templários, que criaram o moderno sistema bancário, que funciona até mesmo no mundo comunista.

  6. Zé do Coco
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 10:53 hs

    Quanto à alta do dólar, alta dos títulos em bolsa de valores etc., aprendam todos uma lição que vale para toda a vida: quando os preços estão caindo, é hora de comprar.

  7. Jose Carlos
    quarta-feira, 8 de outubro de 2008 – 15:19 hs

    O vetusto ancião das barbas brancas tem a solução dos males financeiros do mundo… Viva a roça paranaense e seus jecas economistas de “Rarvarde”…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*