Policiais militares torturam empresário em Curitiba | Fábio Campana

Policiais militares torturam empresário em Curitiba

Denúncia da Band TV:

Mais um caso de abuso da Polícia Militar do Paraná. Um empresário de Curitiba denunciou ter sido torturado por policiais militares por pelo menos duas horas. O homem, que não quis ter o nome identificado, contou ao repórter Rafael Faria, da Band TV, que chegava em casa no bairro Jardim Social, quando notou estar sendo seguido por seis viaturas. Um dos policias entrou na casa. O homem reagiu dando um soco no PM. Ele foi algemado e levado para um das viaturas. O carro do empresário também foi levado e até agora não foi encontrado. A família tem um documento que certifica que o veículo não está no pátio do Detran.

“Apanhei bastante, desmaiei várias vezes. Levei choques na virilha, na região das nádegas. Fiquei duas horas sendo torturado”, disse o empresário com a voz distorcida na gravação. Ouça:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.

Cerca de 15 policiais teriam participado da tortura. O pai do empresário, que estava em casa, tentou identificar o chefe da operação, mas não conseguiu porque o policial não quis dizer o nome. O major Antônio Zanatta, da comunicação social da Polícia do Paraná assistiu ao depoimento do empresário na reportagem. “Se ocorreu algum excesso, vamos tomar medidas administrativas. Não compactuamos com este tipo de atitude”, disse o major.

O Ministério Público está no caso para apurar o abuso de poder. Segundo o coordenador do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado, Leonir Bastisti, não deve haver precipitação. “Mas não significa que estes fatos não serão apurados”, disse o promotor.


19 comentários

  1. O Povo
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 14:33 hs

    As palavras do Major Zanatta da PM foram hilárias: “Se ocorreu algum excesso serão punidos os culpados”!
    Há dúvidas que isso é abuso de autoridade?
    Há dúvidas que ocorreram excessos?
    Será mais um inquérito sem resposta da PM?
    Até quando a população será refém de bandidos que se dizem PM’s?

  2. MALUCO BELEZA
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 14:36 hs

    O ato da tortura por sí já é abominável por lei, para tudo existem limites.

    Este cenário nos reporta aos tempos do autoritarismo, ditadura militar, aqueles de nunca mais.

    Se ficarem comprovados tais relatos, é uma comprovação clara do despreparo da força policial.

  3. Geraldo
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 14:51 hs

    Ihh Major Zanatta, pode sobrar para vc, se depender do rambinho, secretarinho da Insegurança

  4. fabio maleico
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 15:28 hs

    Primeiro furou um sinal, depois furou uma barreira, correu pra casa sendo perseguido pela polícia e quando abordado em frente de casa deu um soco no policial entrou pra dentro do portão e soltou um seu cachorro pit bull nos policiais, eu pergunto:
    porque a impremsa não divulga isso ?
    vcs acham que um indivíduo desses não tem que apanhar ?

  5. quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 15:37 hs

    NÃO fabio maleico, ele não deve apanhar e a polícia mlitar não tem o direito de torturar!!!

    O que eles podem e devem fazer é prender, averiguar os fatos e submeter o sujeito à justiça!!!

  6. Geraldo Alves
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 16:12 hs

    Fala sério FABIO MALEICO. Desde quando a polícia ou qualquer outro agente do governo tem o direito de agredir outra pessoa. Quem deu o direito ao policiais de agredirem o cidadão, por mais errado que este possa estar? E se fosse seu filho, seu pai ou um irmão seu? Pensaria da mesma forma? Temos que acabar com esta cultura de que os policiais podem bater em quem bem entender e estes atos tem que acabar. A tortura é críme e estes policiais cometeram um crime, vaão ter que responder por isto.

  7. quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 16:25 hs

    Caro Campana:
    Não há mais dúvidas de que a Polícia Militar esta sem comando, vale dizer, desde o Governador Roberto Requião que não se apresenta com bons exemplos, seu inepto Secretário de Segurança Delazari e o Cel Anselmo Oliveira cuja experiência policial foi apenas como principal assessor do Governador,alias a tropa não o conhece.
    Quanto a ação da PM é bom fazer uma investigação com membros do M inistério Público para que se evite condenações precoces tanto para os policiais militares como para o empresário que furou bloqueios, fugiu da polícia, e soqueou pms.

  8. fred
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 17:01 hs

    a democracia também tem que se estendida a distribuição de borrachadas. ou só chupa lata merece o peso da lei?

  9. Orquídea
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 17:06 hs

    NÃO FABIO MALEICO!

    Não acho que devamos sair por aí batendo nos outros!

    É por isso que muitos ignorantes participam de gangues, porque eles se sentem no direito de se utilizar de violência para alcançar suas vontades!

  10. quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 19:09 hs

    É abominável, nos dias de hoje, ainda existiram estes tipos de abusos, o que acreditávamos,ter desaparecido junto com o fim da ditadura militar. Infelismente, no Paraná, as escutas telefônicas, as agressões feitas por policiais e as truculências vindas do atual Secretário de “segurança pública” com total concordância com o atual governador estão visíveis.Chega de sermos aterrorizados por estes dois seres desprezíveis…(diga-se Sr. DeLazari e Sr. Requião). Abaixo a ditadura velada! Quero acreditar novamente na classe política e no meu direito de ir e vir, e de nõa ser cerceada dentro de minha própria casa, na minha própria cidade! Chega de demagogia e das truculências e atos insanos proferidos pelos poderosos que estão administrando nosso Estado.

  11. quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 19:34 hs

    Ora! O que poderíamos esperar deste governo que se preocupou unicamente em “se arrumar” e “arrumar” a vida financeira de todos seus famíliares? Que descaramento!! Que pouca vergonha! O que podemos esperar de um Secretário de Segurança Pública que abandonou o cargo da promotoria par ser secretario de governo? E que não tem competência para ocupar o cargo que ocupa? O que está por trás disso? Precisamos urgentemente abrir esta caixa preta para averiguar o que está por baixo deste tapete mágico!

  12. Bino
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 20:47 hs

    Imaginem se o requião governasse com o abrigo da ditadura.

  13. Henrique Solera
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 20:58 hs

    não fabio maleico!

    A polícia é paga para cumprir regras e a Lei. TORTURA SOB HIPÓTESE NENHUMA. QUEM VIVEU NA FAMÍLIA SITUAÇÃO DE TORTURA SABE O HORROR, O TERROR DE ESTADO QUE É ISSO.
    NÃO AO AUTORITARISMO. TORTURA NUNCA MAIS.
    O CIDADÃO TÁ ERRADO, POIS DE VOZ DE PRISÃO, O PRENDA E AGUARDE DECISÕES SUPERIORES. CUMPRA A LEI. A PM AGIU MUITO PIOR QUE O DELINQUENTE.

  14. carabina
    quarta-feira, 29 de outubro de 2008 – 23:05 hs

    É sempre a mesma história: a polícia mata, rouba, tortura, faz o que quer e vem um idiota de um oficial dizer que “se houve excessos, serão punidos”. Outra balela: “a corporação não pode ter seu nome jogado no lixo devido às atitudes de dois ou três”. Só tem um jeito: FECHAR A POLÍCIA DO BRASIL, METER TODOS EM CANA E COMEÇAR DO ZERO. Não gostou vá chupar prego

  15. Geraldo
    quinta-feira, 30 de outubro de 2008 – 8:29 hs

    Esta atitude demonstrada por Fabio Maleico reflete uma visão comum entre os brasileiros: achar que a função da polícia é punir, é aplicar castigo a qualquer tipo de malfeitor…
    É a infantil visão da “vingança” pública.
    A função da política, sr Fabio, não é punir, é agir preventivamente, em primeiro lugar, e é investigar a autoria de crimes. Investigar, descobrir os culpados e levá-los à Justiça.
    Todas as outras atividades policiais são meras distorções, produzidas por uma sociedade desacreditada da Justiça e acostumada a viver sob um estado policial.
    Polícia que tortura, que bate, é tão criminosa quanto aqueles que ela deveria prender. (Deveria, digo, por que sabemos que a maior parte dos chefes de quadrilha estão nas folhas de pagamento oficiais)…

  16. albino migueis picad
    quinta-feira, 30 de outubro de 2008 – 10:11 hs

    Ainda continuo afirmando, que as INSTITUIÇOES POLICIAIS DO PARANA estão na contra mão da via do DIREITO INDIVIDUAL das pessoas do BEM.
    Enquanto isso a pratica de ASSALTOS ARRASTAO aos comerciantes de todos os bairros da cidade continua, os ASSALTOS MOTOQUEIROS levando em pleno transito sua moto continua, e nada acontece contra essas IMPUNIDADES, a favor da SOCIEDADE CURITIBANA.
    As viaturas continuam preocupadas em carregar seus ocupantes com seus familiares as escolas, supermercados e afazeres diarios enquanto a BANDIDAGEM está ai LIVRE-LEVE-SOLTA.
    Ainda bem que não temos mais TORTURA neste país, e os SOLDADOS envolvidos deveriam estar presos, e respondendo processo, heheheh.
    Assim vive o CURITIBANO apreensivo de quando sera a sua vez na BALBURDIA URBANA CURITIBANA.
    albino migueis picado

  17. Franco
    quinta-feira, 30 de outubro de 2008 – 10:31 hs

    Fabio Maleico ….Santa Ignorância Batmam!!! desculpem ele pessoal o mesmo não estava em um dia feliz quando teceu estes comentários infelizes!!!

  18. rosane jerusa
    sexta-feira, 5 de dezembro de 2008 – 10:03 hs

    fabio maleico,temos gangues de marginais,e sera que temos gangues de policiais?

  19. albino migueis picado
    segunda-feira, 19 de outubro de 2009 – 11:46 hs

    Ola
    Denovo, mas não gostaria de deixar de reforcar meu ponto de vista, minha opinião nesta discussao de carater CIDADAO.
    Aqueles que se acharem atingidos recomendo evoluirem e cumprir o juramento que fizeram quando na posse de seus cargos.
    Afina jurar e facil o dificil e lembrar do juramento.

    Cidadao

    ALBINO MIGUEIS PICADO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*