Polícia tenta justificar tortura de empresário | Fábio Campana

Polícia tenta justificar tortura de empresário

“Ao parar de carro, ao lado da viatura policial, ele teria arrancado cantando pneus, furado sinais vermelhos até entrar na casa dele. Como havia um flagrante, ele foi imobilizado e, neste momento, teria agredido dois policiais. Além disso estaria alcoolizado”, disse o chefe do comando do policiamento da capital, Coronel Jorge Costa Filho (foto) ao apresentar a versão dos policiais durante o episódio que terminou com a tortura de um empresário, em Curitiba.

O empresário disse que foi arrancado de casa pelos policiais, na frente dos pais, e que foi torturado por cerca de duas horas. Na quarta-feira, ele prestou depoimento e contou o que houve.

Uma sindicância interna será aberta para apurar o caso.

Ouça a declaração do Comandante da PM tentando explicar a versão apresentada pelos policiais para justificar a reação violenta ao empresário:

Ou clique aqui para baixar o arquivo em formato mp3.


24 comentários

  1. zezo
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 17:32 hs

    e esse, vai ser afastado, delazari?

  2. O Povo
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 18:04 hs

    O Povo já tá de saco cheio destas histórias e versões da PM sempre querendo se fazer de”santinha” e protetora da população!
    Por mais errado, e eu acho que realmente o “empresário” estava errado na conduta, jamais poderiam ter sido submetido a sessões de tortura, com choques, apanhando e violentado em seus direitos!
    Que Polícia é essa? Qual preparo podem ter policiais deste nível, “bandidos” travestidos de Policiais Militares, que ao invés de darem Segurança, transmitem total Insegurança a População! Lamentável PM desqualificada!

  3. Orquídea
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 18:22 hs

    Existem pessoas acusadas de assassinatos, que recebem proteção da polícia para não sofrerem nenhum tipo de violência da população, pois é a justiça quem decidirá o julgamento deste indivíduo.
    Por que neste caso de embriaguês seguido de agressão, segundo o oficial, houve violência partindo dos próprios policiais?

  4. Junior
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 18:32 hs

    Claro, sempre a vilã é a polícia. Nenhum depoimento prova nada, nem o da suposta vítima, nem o da polícia.
    Mas o povão gosta mesmo é de falar mal da polícia. Generalizam, julgam e taxam de bandidos os membros de uma corporação inteira, baseados na SUPOSTA atitude de poucos que não honram a farda que vestem.
    Bandidos e picaretas tem em todos os cantos.
    O povão fala mal da polícia e a imprensa adora por lenha.

  5. Zé do Coco
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 18:42 hs

    Tampouco devemos cair no extremo oposto, atribuindo à Polícia Militar toda sorte de absurdos. Sobre essa questão da tortura, não é tão simples assim: há IML, há médicos legistas que assinam laudos.
    ANTES DISSO, não há se tomar partido sem mais nem menos.
    Só por antipatia pessoal contra a Polícia Militar não se pode sair por aí fazendo acusações. Se o sujeito reagiu, tal como foi declarado pelos policiais militares, como é que ficamos se realmente isso aconteceu dessa forma? O que vamos fazer para reparar um crime de calúnia e difamação?

  6. humberto
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 19:32 hs

    Existem policiais de conduta exemplar. O problema e a impunidade dos maus policiais.

  7. Ricardo
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 19:50 hs

    A polícia SEMPE está errada.

  8. Ricardo
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 19:52 hs

    e a minha frase também…

  9. Beto
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 19:57 hs

    Como todo PODER no BRASIL:

    Delinquentes….

  10. mao
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 20:10 hs

    vamos fazer que acreditamos,azar de quem é torturado neste país,tem mais é que ficar quieto senao………………….

  11. Jofrey
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 20:21 hs

    TORTURA POLICIAL NÃO SE JUSTIFICA EM HIPÓTESA ALGUMA. OS POLICIAIS SÃO PAGOS PARA FAZER SEGURANÇA PARA A POPULAÇÃO. DEVE PRENDER E CUMPRIA A LEI.
    TORTURA É COISA DE BANDIDO, E DEVEMOS REPRIMIR, MAS NÃO COM TORTURA, OU TEREMOS QUE ACEITAR O QUE A DITADURA FEZ E OUTRAS FAZEM. E TAMBÉM ACEITARÍAMOS O QUE O EXERICTO AMERICANO VEM FAZENDO NO IRAQUE.

    TORTURA NUNCA MAIS!

  12. carabina
    sexta-feira, 31 de outubro de 2008 – 22:02 hs

    Bom, se ele cantou os pneus e estava alcoolizado, nada melhor do que torturá-lo. É tanto papo furado, mas tanta conversa mole, que os oficiais da PM deviam ao menos ficar vermelhos.

  13. Junior
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 0:23 hs

    Jofrey, concordo com você, a tortura deve realmente ser banida do nosso meio.
    Porém, o que defendo aqui não é a tortura, e sim o pré-julgamento que fazem da polícia, taxando os policiais de bandidos torturadores, sem saber com exatidão como as coisas aconteceram.
    Falar, qualquer um pode falar qualquer coisa, mas isso não significa que o que é falado seja verídico.
    Existem bons e maus policiais, assim como existem bons e maus administradores, bons e maus jornalistas, bons e maus pagadores e até mesmo bons e ruins de cama! Exatamente por isso, não se pode generalizar, nem tampouco julgar a ação da polícia apenas pelo que a imprensa divulga, ou pelo que o detido alegou.

  14. Arrelia
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 0:49 hs

    Esse Coronel começou muito mal à frente do CPC,.Enxovalhou o prefeito Beto Richa afirmando que a violencia em curitiba é culpa dele. Agora tenta justificar, de imediato a tortura cometida pelos PMs a um cidadão, por este estar embriagado. É uma barbaridade, os pontos de vista desse Coronel Jorge Costa Filho. Mas, é homem de confiança do Secretário!!!!!!!!! Não precisamos dizer mais nada!!!!!!!!

  15. sábado, 1 de novembro de 2008 – 2:02 hs

    A polícia no Brasil é despreparada.
    Milhares de abuso de autoridade.
    Temos que mudar essa mentalidade da polícia, pois ela é arcaica, machista, agressiva e intolerante.

  16. sábado, 1 de novembro de 2008 – 2:05 hs

    Muitos bandidos e delinquentes estão aí, formados graças a ação sofrida pelas mão dessa polícia. “quem tem a mentalidade de Talião”

  17. zepovo
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 10:29 hs

    Tempos atrás, no Rio de Janeiro, sempre que a polícia cometia alguma barbaridade relatada pela população/vítima sempre aparecia um oficial muito ponderado, articulado e acertivo para mostrar a “versão” oficial; Para “esclarecer” os cidadãos da realidade dos fatos e tranquilizá-los quanto a correção dos policiais.
    Atitude burra que acabou sendo uma senha e um verdadeiro bálsamo para os policiais corruptos, violentos e com vocação criminosa!
    Hoje no Rio, as milícias mandam, botam lei e tudo podem, enquanto o comando, impotente e envergonhado aguarda em silêncio respeitoso a aposentadoria…
    Hoje o crime, integrado, assessorado e treinado por policiais corruptos mata diretores de prisão, oficiais que investigam a corrupção e fogem da prisão pela porta da frente. Cospem na cara da lei, da ordem, da sociedade e das autoridades.
    Vamos esperar o Paraná alcançar o Rio??????
    A população do Paraná e curitibana já atingiu um limite muito perigoso:
    Não damos parte de pequenos crimes, não fazemos BO quando roubados ou assaltados e não chamamos a polícia, nenhuma delas, quando vemos um crime.
    A atividade policial depende de resultados, não funciona com “relações públicas” marketing ou campanhas publicitárias. Conselhos comunitários de segurança, desfile de viaturas pela cidade e viaturas paradas em pontos estratégicos por meia hora em sistema de rodígio são para enganar quem????
    Seguinte mermão… a “Operação Verão” está aí novamente, a PM pode ir para a praia, dar entrevista todo dia a beira mar e mostrar como cuida bem da população, nós os parvos, que devemos ser “cuidados” sim, porque acreditamos que o barrigudo fardado está alí “cuidando” de nós para o lobo mal não nos fazer mal…

  18. Theo
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 14:03 hs

    Polícia é para dar Proteção e Segurança a população, para isso eles são pagos, passam ou deveriam passar por cursos de aperfeiçoamento e técnicas de abordagem e de atuação!
    Qualquer atitude diferente desta com o uso de violência, da truculência e da tortura, tem que ser banida e esses “pseudos” policiciais tem que serem expulsos da corporação, pois uma ou mais laranjas podres, podem estragar uma caixa não comprometida!

  19. Lidia
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 18:34 hs

    Esse Comandante é DESQUALIFICADO para o cargo que ocupa. Culpado é quem o nomeia.

  20. Lelo
    sábado, 1 de novembro de 2008 – 21:01 hs

    A tendência é sempre criticar a polícia, mas quem é esse empresário alcoolizado que sai cantando pneus e colocando a vida de pessoas em risco? Ah! ele é empresário, deve ter dinheiro, então pode… Cadeia nele!

  21. claudemir
    domingo, 2 de novembro de 2008 – 0:59 hs

    para a policia do parana tortura e matar é normal, quando isto vai acaba será quando pegar um parente de um politico dai eu quero ver o comandante dar esta expricação

  22. Leoni
    domingo, 2 de novembro de 2008 – 1:18 hs

    Oh Lelo, prender está na Lei. O que não pode é torturar. E se fosse algum parente seu? Você defende a tortura?

  23. Lelo
    domingo, 2 de novembro de 2008 – 14:05 hs

    Oh Leoni, claro que sou contra a tortura, mas e se fosse algum parente seu fosse atropelado e morto por ele? A defesa seria a mesma?

  24. Jalson
    segunda-feira, 3 de novembro de 2008 – 21:27 hs

    Sempre a mesma ladainha… qualquer versão de um criminoso (pois o empresário cometeu alguns crimes, não?) é recebida como autêntica, inquestionável. Quem garante que houve tortura? Por que já existe tanta defesa poupuda acerca de fatos externado por uma só parte? Aliás, da parte acusada, pois só temos como verdadeiros os fatos da direção perigosa. Agora, a versão dos policiais que estavam trabalhando não valem bulhufas? Aí está minha versão para o que aconteceu com o Rio. Vamos sufocar nossa polícia, fazer com que ela trabalhe com medo de atuar no dia-a-dia, vamos esculachar quando houver a menor dúvida em relação aos seus atos, aliás, vamos esculachar quando ouvirmos que o bandidinho teve seu bracinho torcidinho por causa das algemas… gente, por favor, não vamos inverter as situações, ok?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*