Ivo não viu a uva nem a autocrítica do PT | Fábio Campana

Ivo não viu a uva nem a autocrítica do PT

Ivo não viu Gleisi Hoffmann reassumir a presidência do PT nativo. Nem participou da sessão de autocrítica sobre o pífio desempenho do PT nas eleições. Foi barrado na porta.

A reunião de ontem não aceitou militantes, mesmo os históricos, como Ivo Pugnaloni. Reduziu a participação aos dirigentes e os deputados. Mas nem Ivo nem os demais críticos da direção estão dispostos a engolir a versão da direção e a acusação que lhes fazem de oportunistas. Preparam corrosivo relatório que prometem divulgar para discussão pública.


11 comentários

  1. Chico
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 10:13 hs

    My Dog!!! “Autocrítica” do PT??? Só se for algum comentário indecoroso sobre o carro novo de um “cumpanhero”!!!!

  2. Anonimo
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 10:15 hs

    Isso é um absurdo. O PT está demonstrando como ser exatamente o oposto de um partido político. Para que serve um partido se quem o compõe não pode opinar, não pode participar, se suas decisões ficam restritas a uns poucos caciques? E ainda cobram a ausência da militância durante a campanha… militar para quê? ou melhor pelo que ou para quem?

  3. Confraria!
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 10:25 hs

    A direção do PT virou uma confraria composta por parlamentares e dirigentes de estatais!

    Aquele PT dos Nucleos de Base, o formado pelas oposições sindicais e pelas Comunidades Eclesiais de Base já não existe mais!

    Tanto os petistas que hoje ocupam mandatos no Parlamento burguês como os bem vestidos burocratas que hoje participam de suas reuniões em nada lembram a militância que um dia lhe deu vida e o poder, hoje ocupado por quem na maioria das vezes não fez parte da sua história inicial.

    É claro que dentro do PT ainda existem os abnegados militante históricos que não abrem mão do seu discurso de origem, mas que do ponto de vista da direção são uma pequena minoria.

    Tenho muita saudades da grandes reuniões abertas aonde o consenso era buscado nos debates aonde as teses eram apresentadas de forma acalorada em um ambiente em que a radicalização democrática era a única alternativa aceitável.

    A burocratização e o afastamento do contato direto com as bases organizadas, o que está cada vez mai raro de encontrar, está matando o PT!

  4. terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 10:31 hs

    Comuna é comuna e não adianta…!!

    Ainda bem que vivemos em um país democratico e estas aberrações são exceções!!!

    Não é bom nem pensar… mas se essa gente assume a prefeitura ou o governo seria uma tragédia, o povo seria tratado à la Ivo!!!

    Deus que nos livre e guarde dessa gente!!!

  5. PT das antigas
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 12:38 hs

    Esta aí a prova do interesse deste carinha.Foi barrado por quem e pq? Eu e outros companheiros participamos da reunião e não somos da executiva. Esse cara se acha! E gostamos da avaliação feita. Pés no chão e com propósitos concretos para nosso futuro, pois assim somos nós. Essa reunião fristrou alguns que gostariam de ver “sangue”. Vocês tem muito a aprender conosco no que tange democracia partidaria viu!

  6. terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 12:46 hs

    O PSOL está aberto a todos que estão insatisfeitos com o PT e que ainda acreditam na construção do socialismo.
    pilotto@ufpr.br

  7. terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 13:03 hs

    O PT é uma Seita , suja e perigosa. Quem não o conhece o que o compre.

  8. Vovô não viu a uva..
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 15:01 hs

    Ele não viu, assim como não viram ele. Como o cara nunca aparece, esperava-se encontrar o mesmo da foto que está nessa matéria. Não apareceu, deve estar muito diferente dessa foto e ninguém por lá o reconheceu. Isso que dá ser um “militante ativo”… faça-me o favor…

  9. Zé do Coco
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 15:33 hs

    Pois quem sabe Ivo revê seus conceitos e encontra um partido que realmente o faça sentir-se em casa. Não basta a espécie de militância que um partido oferece, mas a doutrina, a filosofia.

  10. Carolina Bastos
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 17:13 hs

    Por favor.. me ajudem. quem é esse tal de Ivo Pgna não sei o quê? Qual a contribuição que ele deu ao PT até então? É rico? De boa família? Tem culhões dourados? Alguma coisa o tal Ivo deve ter para surgir do nada e se achar.

  11. Guardalupe!!!
    terça-feira, 21 de outubro de 2008 – 17:39 hs

    Só um idiota acreditaria q teria acesso a reunião.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*