Até aqui, tudo bem | Fábio Campana

Até aqui, tudo bem

Joel Malucelli nega que o Paraná Banco enfrente dificuldades.


6 comentários

  1. JUSTICEIRO
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 6:00 hs

    Quando o Bamerindus ja fazia agua, aquela propaganda do barbudo continuva dizendo:
    “E O BMAERINDUS CONTINUA NUMA BOA”.
    Será que teremos repeteco da história?

  2. Nêgo
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 7:34 hs

    Campana

    O mercado financeiro sempre sinalizou assim:
    Quem paga as maiores taxas para captar, acima do que o mercado pratica, é pq está com problemas no caixa.
    E o Paraná Banco já vem sinalizando isso a tempos.

  3. ronaldo
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 10:01 hs

    Declarações como esta nos leva a acreditar que esse banco tem problemas………

  4. Nerinho
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 11:58 hs

    O Curitibano, e autofagico, nao admite q ninguem possa vencer, o Joel Malucelli e um dos maiores empresarios do Parana, emprega mais de 3.500 pessoas, e seu sucesso e motivo de grande inveja.Da-lhe Joel

  5. Nêgo
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 12:49 hs

    Nerinho!
    Quando o Bamerindus quebrou, tinha 10 vezes esse quadro de funcionários, e os Vieiras eram sucesso total. Até Ministro o Zé Eduardo tinha sido!
    Hoje a única que está bem, é a Fernandinha!!!

  6. Tuca da Federal
    terça-feira, 14 de outubro de 2008 – 15:48 hs

    Nerinho Malucelli estou com você. Torcemos para que um Banco genuínamente paranaense cresça cada vez mais, sob a tutela do Joel, que entre várias virtudes, a maior é que torce pelo Coritiba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*