Procuradoria sugere manter impugnação de Belinati em Londrina | Fábio Campana

Procuradoria sugere manter impugnação de Belinati em Londrina

Na noite de ontem, a Procuradoria Geral Eleitoral sugeriu que a impugnação da candidatura de Antonio Belinati, do PP, à Prefeitura de Londrina seja mantida. A decisão está nas mãos do ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Marcelo Ribeiro, e deve sair nos próximos dias, ou talvez até depois das eleições, segundo o presidente estadual do PP, Ricardo Barros. Se a decisão não sair antes das eleições, o nome de Belinati continua valendo para a votação no próximo domingo, dia 5.

O parecer da Procuradoria foi assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Francisco Xavier Pinheiro Filho. Belinati acredita que ele não fez mais do que acompanhar a decisão do Ministério Público, “Era esperado. Ele não iria contra o parecer de um colega da mesma área”, disse.

“Esse é o assunto mais falado em Londrina hoje, já que eu estou em primeiro lugar nas pesquisas. O problema é que, por causa da impugnação, não entra mais nenhum centavo na campanha. Mas não tem problema. Estamos confiantes e em campanha, tranquilos”, disse o candidato.


Um comentário

  1. Zé do Coco
    sábado, 27 de setembro de 2008 – 8:10 hs

    A única argumentação fundamentada que eu considero válida feita por esse cidadão foi quando morreu o presidente americano John Kennedy. Dizia ele, num tom matreiro, diante do microfone na rádio onde trabalhava, que no funeral do tal presidente, o caixão não foi aberto nenhuma vez, o que “fazia pressupor que na realidade o corpo não estaria lá dentro”.
    Ou seja, teriam encenado um funeral, mas Kennedy na realidade estaria vivo, embora inutilizado pelo tiro que lhe destruira o cérebro.
    No mundo inteiro, ele foi o único que chamou a atenção da comunidade londrinense para tão relevante fato: o governo americano estaria encenando, com a ajuda da Jacqueline Kennedy, viúva chorosa, um funeral fajuto.
    Em suma, um poço de sabedoria inútil e conhecimentos dispensáveis.
    Londrina parece que gosta de tipos assim.
    Lamentável.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*