Nota zero para a Sanepar no PNAD | Fábio Campana

Nota zero para a Sanepar no PNAD

De acordo com o PNAD 2007, divulgado ontem, o Paraná regrediu em matéria de rede de água em relação a 2006. O Estado tinha 88,2% dos domicílios atendidos por água corrente em 2006, índice que baixou para 87,4% no ano passado.

Também caiu no Paraná o percentual de casas com aparelho de rádio, de 92,9% para 92,3%.


3 comentários

  1. Zé do Coco
    sexta-feira, 19 de setembro de 2008 – 13:05 hs

    Esse decréscimo no número de relógios medidores instalados pode ter a ver com migração, sistemas alternativos de aproveitamento de água da chuva, enfim, uma série de razões, talvez nenhuma delas ligada a má qualidade ou mau atendimento. Faltou esclarecer isso.

  2. Cap Nasimento
    sexta-feira, 19 de setembro de 2008 – 13:41 hs

    Se formos ver a rede de coleta e tratamento de esgoto, veremos que a situação é bem pior.
    Ou seja,quem mais polui os rios é a própria Sanepar!
    Ei Requeijão, pede prá sair.

  3. Pompeu de Toledo
    sexta-feira, 19 de setembro de 2008 – 22:19 hs

    O problema da SANEPAR é o seu uso de forma demagógica, com uma Diretoria que é uma piada: primo de Governador nepote, amigos de Governador, apaniguados do PT meia dúzia de corruPTos, cabide de emprego, aspones e etc… Enquanto isso os funcionários nada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*