Nossas universidades na mediania | Fábio Campana

Nossas universidades na mediania

A propaganda palaciana insiste em divulgar o bom desempenho do ensino superior no Paraná. Não há razão para tanto ufanismo.

A primeira instituição paranaense de ensino superior a aparecer no ranking nacional é a Universidade Estadual de Maringá (UEM) – que está na 26ª posição entre as universidades e na 63ª colocação no total de estabelecimentos pesquisados.

Na seqüência, aparecem a Universidade Estadual de Londrina (UEL) e a Universidade Estadual do Oeste (Unioeste). Nenhuma das universidades paranaenses ficou em situação considerada crítica pelo MEC – com conceito inferior a 3.

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) ficou apenas com a 98ª posição entre todas as instituições de ensino superior no ranking do Índice Geral de Cursos (IGC). Entre as universidades, a posição da UFPR é melhor: 41º lugar.


6 comentários

  1. Zé do Coco
    terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 12:06 hs

    Mediania? Não seria mediocridade?
    Mais uma prova da incúria que assola os órgãos da administração que confundem a coisa pública com a privada.

  2. terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 13:56 hs

    dá-lhe moreira ‘ o reitor do requião’: empatou
    com uma universidade desconhecida… a
    nossa gloriosa federal em 99. no ranking!!!!!!!!!!!!

  3. Theo
    terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 14:26 hs

    Está é a atenção especial a Educação que o Moreira quer dar a Curitiba, muito obrigado, preferimos ficar com os nossos projetos e programas que tem dado resultados significativos, inclusive com premiações e reconhecimentos internacionais, como os recentes em Paris e o da ONU. Beto Richa não foi reitor, mais conhece mais em Educação que o Sr. Heitor que é uma verdadeira vergonha, juntamente com Requião e Gleisi!

  4. Jose Carlos
    terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 14:40 hs

    Mediania é um eufemismo. Melhor seria mediocridade. Mediania é algo estar entre o lá e o pê… entre o lamentável e o pelo amor de Deus…

  5. ATLÉTICO ... S/A -
    terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 15:02 hs

    Hoje nem se fala mais em “capital universitária”.
    Pagamos o preço da falta de representatividade.
    É desproporcional o que outros estados têm de recursos para a educação superior em relação ao Paraná.
    Omissão ?
    Pode ser mesmo. Vejamos o caso do atlético.
    Muito parecido. Lembra o Estado:
    “Hoje, não há consulta com ninguém. As decisões são deles, especificamente de uma pessoa”, lamenta Valmor Zimermann, responsável pela entrada de Petraglia na diretoria rubro-negra.”

  6. Henrique
    terça-feira, 9 de setembro de 2008 – 20:08 hs

    Eta Reitor, “grande administrador”…Vergonha!!!!!!!!!!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*