Na Bolívia a crise se aprofunda | Fábio Campana

Na Bolívia a crise se aprofunda

De Antonio Luiz Monteiro Coelho da Costa, na Carta Capital

O pretexto é a disputa pelas rendas de gás e petróleo. O governo de Evo Morales criou a “Renda Dignidade”, uma bolsa para todos os maiores de 60 anos, no valor de 26 dólares mensais (20 para os que já têm uma aposentadoria), financiada por 30% do imposto sobre o petróleo, tomados tanto do governo nacional quanto dos departamentos e municípios. Os recursos dos departamentos não diminuíram em termos absolutos, pelo contrário: graças às nacionalizações de Evo Morales, o bolo mais que quintuplicou, de 287 milhões em 2004 para 1,57 bilhão de dólares em 2007.

Apesar da distribuição entre departamentos ter sido alterada em favor dos departamentos não petroleiros, a fatia de Santa Cruz, em particular, quadruplicou de 29 milhões para 118 milhões de dólares e a de Tarija, de 66 milhões para 237 milhões: mesmo descontando-se os 30% – parte dos quais, naturalmente, voltam para os idosos do departamento – ainda tiveram crescimentos de 185% e 152%, respectivamente, em sua renda petrolífera. O valor disputado representa 6% do orçamento dos departamentos.

Ainda assim, há meses os prefectos da chamada “Meia-Lua” promovem protestos e “greves de fome” contra o “assalto” a seus cofres – e, depois de uma escalada de atos de desacato e insubordinação ao governo de La Paz e de ameaças físicas a Evo Morales, os oposicionistas passaram à guerra aberta contra o Estado boliviano na terça-feira, 9 de setembro de 2008, dois dias antes do 35º aniversário do golpe militar urdido contra Salvador Allende com a cooperação dos Estados Unidos.

Na opinião de Evo Morales, as analogias vão além da proximidade de datas. No dia seguinte, ele expulsou o embaixador estadunidense em La Paz. Philip Goldberg, que se reunira quinze dias antes, a portas fechadas, com o prefecto Rúben Costas, de Santa Cruz, representou os EUA na Bósnia de 1994 a 2000 e no Kosovo de 2004 a 2006. Em 2007, posou para uma foto com um líder paramilitar colombiano. Segundo Evo, teria incentivado o desmembramento da ex-Iugoslávia nas duas ocasiões e sua missão seria repetir a dose na América do Sul com a ajuda de Costas e Branco Marinkovic, líder do movimento “cívico” de Santa Cruz, que, no dia 8, desembarcava de uma viagem aos EUA e, como grande parte da elite industrial crucenha, descende de croatas que fugiram para a Bolívia após a derrota do fascismo.


11 comentários

  1. Zé do Coco
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 12:19 hs

    É só uma questão de tempo: daqui a pouco ele sai corrido do país. E já vai tarde.

  2. Joel
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 16:30 hs

    – No ponto de vista o Evo esta correto tem de expulsar todos os Americanos e Estrangeiros que estão lá só para sugar o Dinheiro dos Bolivianos, esses individuos já mostraram quem são eles encentivando desordem e baderna contra o Evo só porque ele esta tentando fazer a REFORMA AGRARIA E DAR AJUDA MINGUADA AOS MISERAVEL DE BOLIVIA, essa elite que esta provocando essa baderna são descentente de Europeu que querem explorar ainda mais os pobres enativos da Bolivianos, ou seja os legitimos Boliviano.

  3. Ricardo
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 16:43 hs

    Bizarro é ver gente aplaudindo essa selvageria. Um vez colônia, colônia para sempre. Lamentável.

  4. Ricardo
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 17:08 hs

    O Zé do Côco, um dos simpatizantes (ou asseossores) da campanha do PSDB, apóia descaradamente golpes de direita em países da América Latina. É mais uma daqueles que esqueceram que o partido do chefe dele tem origem no socialismo e tradição proletária no mundo todo…

    …menos aqui.

  5. Socalista
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 18:04 hs

    Como Socialista não poderia falar o que vou, mas vamos lá:,Tomara que o Brasil faça uma anexação da Bolivia e do Paraguai para nós criarmos gado e explorarmos gáz dos caras. Nunca vimos tanta mediocridade nesses governos de merda. ANEXAÇÃO JÁ!. Tropas lá e vamos invadir.

  6. Bartolomeu Bueno
    sábado, 13 de setembro de 2008 – 18:56 hs

    Essa esquerda delirante tem titica de galinha na cabeça. Onde já se viu o Morales inventar essa asneira de “Renda Dignidade?” Ora bolas, a verdadeira dignidade está no cumprimento da Constituição Federal e da devolução ao cidadão da contrapartida do dinheiro arrecadado com impostos, e que tem que voltar em benefício das pessoas, não apenas nos serviços públicos fundamentais – saúde, educação, moradia, transportes, energia, água de qualidade, esgoto etc. E mais: também políticas públicas competentes para incentivar o empresariado local, nacional e internacional a investir no país, gerando trabalho com carteira assinada, renda – sem depender das benesses do Estado – e dignidade, por estar ganhando o pão com o próprio suor e vislumbrando um futuro melhor.

    Isso sim é “Renda com Dignidade”. Mas, parece, a “renda dignidade” da esquerda alucinógena é manter a parcela mais pobre da população – que é a maioria – com as benesses do Estado, para transformar o seu mandatário num “paizão”, num salvador da Pátria, numa espécie de mito. E, obviamente, lhe permitir a perpetuação no poder.

    Portanto, nesses casos, a população humilde está sendo usada e espoliada em seus direitos e vivendo de bolsas que as mantém prezas a miséria. E os tais mandatários não se compadecem do povo. Essa é a grande verdade. Está virando moda aqui pelo Cone Sul. Triste futuro desses povos.

  7. Zé do Coco
    domingo, 14 de setembro de 2008 – 5:00 hs

    Ricardo, você é tolo. Sou apenas um velho cansado das politicagens que os esquerdopatas aprontam, esquecendo-se de que não importa a ideologia, o que interessa é TRABALHAR. E trabalhar é o que os esquerdopatas não sabem. O fato de eu pensar como penso não me impede de apoiar irrestritamente o Beto Richa (NÃO o PSDB). Eu apoio PROPOSTAS e, curiosamente, nenhuma foi apresentada por esquerdopatas históricos para melhorar a vida do povo curitibano.
    Se você vivesse acordado pelo menos uma hora por dia, enxergaria que, embora pendendo para o socialismo, Beto Richa provou ser bastante eclético, não tem pruridos esquerdopatas nem preconceitos estúpidos quanto à melhor forma de atender às necessidades da população. Não sou nem assessor de campanha, nem simpatizante do PSDB.
    Aliás, já que você fala tanto em “origens no socialismo”, como você explicaria que Fernando Henrique Cardoso, figura de proa do PSDB, tenha feito no Brasil uma das maiores escaladas de privatizações da História, rompendo tabus que nem mesmo os militares (esses sim estatizantes – deveriam ser comunistas, não?) ousaram promover.
    Moço, o senhor não me conhece, não lhe devo um tostão pelas minhas ideias, fique na sua, OK?

  8. Vigilante do Portão
    domingo, 14 de setembro de 2008 – 10:47 hs

    Privatizações? Já imaginaram se o FHC não tivese privatizado quase tudo?
    O LULA/PT teria loteado os cargos com os sindicalistas e candidatos não eleitos. KKK
    A propósito, o governo federal acaba de anunciar que vai privatizar os aeroportos, começando por Viracopos, em campinas. Lembrando que pedagiaram a BR 116 e a 101. Mas eles não eram contra a privatização contra os pedágios? KKK

  9. Ricardo
    domingo, 14 de setembro de 2008 – 14:43 hs

    Olá, Zé do Coco, muito bom dia.
    Me sinto muito honrado em ter minhas palavras endossadas por figura tão ilustre neste espaço. Como eu havia dito, o PSDB que tem origem no socialismo europeu, só não funciona assim no Brasil. Obrigado pelo apoio, camarada. E vamos em frente.

  10. natalio stica
    domingo, 14 de setembro de 2008 – 19:17 hs

    O vigilante do portão, Quer comparar o pedágio do FHC e Lerner com o pedágio do Lula? então tá: O pedágio do Lula vc irá de Curitiba a São Paulo (400 Km) por seis reais, o do Lerner vai de Curitiba a Lapa (60 Km) por r$ 6,40. O do Lula vc irá de Curitiba a Floripa (300Km) por r$ 5,00, enquanto o do FHC/Lerner vai de Curitiba a Paranaguá (80Km) por mais de onze reais, mais do dobro em um quarto da distancia. Quer mais? O pior cego é aquele que não quer enchergar. Podem espernear cachorrada do FHC/Lerner, que o LULA continua crescendo nas pesquisas.

  11. domingo, 14 de setembro de 2008 – 19:44 hs

    Entonces pau neles, tem gente querendo anexar a Bolívia e o Paraguai ao Brasil, cherou meia né “socialista”, pô, não é por nada não, a gente já sustenta esta gente. Você assistiu ao Jornal Nacional ontem(13/09)???Acho que não, então vai somente um dado : em São Paulo naquela região de compras,na 25 de Março, há nada mais nada menos do que 300.000(trezentos mil) bolivianos ilegais na sua maioria,sustentados pelo nosso capitalismo,tivemos tempos atrás que tinhamos mais alunos paraguaios fazendo o curso de Medicina,Veterinária e Agronomia na UFPR do que brasileiros, você sabia ou não te contaram que os paraguaios não pagaram nada ainda pela construção de Itaipu????Você sabe que os paraguaios não pagam tarifas portuárias em nossos portos como os brasileiros pagam?????Então, assim por diante, e estes sacanas querem matar suas galinhas dos ovos de ouro. Ah!!! só lembrando sabe o que significa 300mil bolivianos em um único bairro de SP????Quantas cidades paranaenses de bolovianos dá????E você vem querer anexar estes caras ao nosso belo e generoso Brasil????Tá maluco????Nós é que merecemos mais respeito destes caras porque se fecharmos a fronteira do Paraguay eles não tem hospitais, vacinas, médicos, eles para fazer a campanha da dengue ou apagar a um incêndio em Cidade de Leste tem que contar com os nossos recursos , já pagos por mim e por muitos outros brasileiros, então tanto o Sr.Lugo como o Sr.Evo devem aprender a ter vergonha na cara de pau deles e ficarem bem quietinhos como já ficou o Sr.Chavito….Pra que anexar VAMOS FECHAR AS FRONTEIRAS,já resolve…um abraço daííí….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*