Dono do "Costão do Santinho" preso por crime ambiental | Fábio Campana

Dono do “Costão do Santinho” preso por crime ambiental

Dono do Resort Costão do Santinho (foto), em Florianópolis, Fernando Marcondes está entre os 14 presos da Operação Dríade da Polícia Federal, acusados de cometerem crimes ambientais. Foi preso em casa ontem, por volta das 23h, mas, por decisão da Justiça Federal, foi direto para a Clínica SOS Cárdio. Os advogados argumentaram que ele necessita de monitoração médica 24 horas.

A chefe do departamento de comunicação social da Polícia Federal em Santa Catarina, Idia Assunção, disse em entrevista à rádio Band News FM que Marcondes construía casas e condomínios fechados de forma irregular em Biguaçu, cidade na região metropolitana de Florianópolis.


2 comentários

  1. quinta-feira, 18 de setembro de 2008 – 16:19 hs

    Ué, e toda aquela turma que invade terrenos e fazendas e controem destruindo tudo o que vêem pela frente não deveriam ser presos também? “Movimentos Sociais” e MST pode, empresário não, dá cadeia!

  2. quinta-feira, 18 de setembro de 2008 – 18:09 hs

    E depois da Clínica vai pro Costão descansar,claro o Gilmar não vai deixar passar esta oportunidade, habeas corpus garantido,é rico ,milionário,não merece passar um dia sequer em cana,e,o final de ano no Costão é Mara….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*