Uma pergunta embaraçosa para Dilma Rousseff | Fábio Campana

Uma pergunta embaraçosa para Dilma Rousseff

Dilma Rousseff termina a entrevista coletiva ao lado de Gleisi Hoffmann, no Hotel Bourbon, falando que o PAC não é um programa eleitoreiro, já que distribui verbas para todas as prefeituras, independente do partido.

Um dos repórteres presentes na coletiva perguntou então por que motivo alguém deveria votar na candidata do PT se o governo federal daria o mesmo tratamento a qualquer prefeito.

Dilma então falou do Bolsa Família, dos incentivos à Agricultura e dos R$ 500 milhões já investidos em Curitiba pelo governo federal. Nada que esclareça muito bem a pergunta.


5 comentários

  1. Bob Fields
    sexta-feira, 15 de agosto de 2008 – 21:09 hs

    Cacetada, franco-atirador esse repórter, hein?

  2. Mano da Vila
    sexta-feira, 15 de agosto de 2008 – 21:46 hs

    Dilma Roussef para Presidente! Presidente do Iraque!

  3. Jofrey
    sexta-feira, 15 de agosto de 2008 – 23:06 hs

    São duas traia a Dilma e Gleisi. Quemconhece sabe. Pode perguntar.

  4. Vigilante do Portão
    sábado, 16 de agosto de 2008 – 9:27 hs

    Pergunta embaraçosa seria sobre sequestro de embaixador…

  5. O Povo
    sábado, 16 de agosto de 2008 – 11:18 hs

    Só faltou a Marta Suplicy!
    Daí as “Três Patetas estariam completas!”
    Bando de incompetentes medíocres e corruptos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*