Quantos nepotes há no Paraná? | Fábio Campana

Quantos nepotes há no Paraná?

Vocês pensam que os nepotes no Paraná se resumem à mulher de Requião, Maristela (na foto com o marido) ou aos irmãos, primos, sobrinhos e demais parentes do governador? Ledo engano.

Segundo o colunista Celso Nascimento chegam a 700. Baseou-se na contagem do Ministério Público Estadual e em observações de servidor público de carreira. Há controvérsias. O grupo multidisciplinar das universidades que estuda o nepotismo nativo já ultrapassou a marca de mil nepotes só no governo estadual.

É claro que não são todos parentes de Requião. Aí entram os nepotes de toda a turma. Parentes de secretários, dirigentes de estatais, diretores, assessores especiais e coisas tais. As redes de nepotismo, diz o professor Ricardo de Oliveira, são inesgotáveis.

Foto: Denis Ferreira Netto

O observador do Celso Nascimento cita exemplos como o do presidente da Sanepar, Stenio Jacob, que tem a mulher na Secretaria do Meio Ambiente e o filho no Instituto Ambiental do Paraná (IAP). A secretária da Cultura, Vera Mussi, tem filho na Sanepar e outro no Museu Oscar Niemeyer. Aqui, o time da universidade detectou também as noras de Vera Mussi que também estão ocupando cargos. Para ler mais sobre a grande rede de nepotismo no paraná, clique no

O vice-governador Orlando Pessuti empregou a mulher no próprio gabinete, um irmão na Copel e cunhados em outras repartições. O deputado Caíto Quintana, quando exercia o cargo de chefe da Casa Civil, colocou um irmão na Imprensa Oficial. Airton Pisseti, ex-secretário de Comunicação e atual diretor do BRDE, pôs a filha no Lactec. Hudson Caleffe, diretor da Sanepar, tem um filho na Fundação Sanepar.
A secretária da Administração, Marta Lunardon, um filho na secretaria da Saúde. Por aí vai.

Há também inúmeros casos identificados de troca de parentes entre poderes – entre o Executivo, a Assembléia Legislativa e entre estes e o Tribunal de Contas, o que dificultará a caracterização de nepotismo cruzado. É a soma de tudo isso que chega aos tais 700 nomes referidos pelo velho, atento e moralista servidor público que alertou a coluna para a extensão do problema no Paraná.
Tão grande quantidade de pessoas e os cruzamentos e triangulações serão um grande desafio para que se cumpra integralmente no Paraná o que o STF mandou – isto é, a limpeza ampla, geral e irrestrita ansiada pela sociedade.
O Ministério Público Estadual, no entanto, informa que aceita o desafio e promete revigorar a campanha pela demissão dos nepotes, por causa da qual, aliás, entrou em choque com o governador Roberto Requião no ano passado.


16 comentários

  1. jorge cirino
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 11:05 hs

    Mais uma vez Campana, gostaria encarecidamente de saber se vc está apurando a minha denúncia, ja disse o nome do funcionário, o grau de parentesco (ele é filho da irmã do Deputado ) espero que que vc seja imparcial nesse caso…

  2. solitário
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 11:08 hs

    Olá estimados jornalistas políticos que ficam o dia inteiro pesquisando a árvore genealógica das pessoas que tem cargo público.

    Estou velho e solitário, por isso gostaria de saber se, caso eu me eleja nessas eleições, voces me ajudam a achar algum ente querido para me fazer companhia!

    De um leitor solitário

  3. O Guardião
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 11:49 hs

    Quantos nepotes tem no Paraná ???
    Milhares a começar pela Primeira Dama.

  4. O Guardião
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 12:10 hs

    Sabe que a Maristela é uma mulher simpática.
    Ao contrário do maridão que o campeão da antipatia.
    Os extremos se atraem …

  5. João dos Santos Cruz
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 12:12 hs

    Engraçado que ninguém pergunta quantos nepotes há na prefeitura, ou vocês acham que se resume à mulher e ao irmão? é só dar uma levantada no cabidão dos secretários do beto também. Por isso que o governador fala que a imprensa é canalha, porque fecha os olhos para o contexto.

  6. adoniran
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 12:17 hs

    Apaga a luz muié!!!

  7. Theo
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 12:41 hs

    Casal ridículo e sem escrúpulos, nepotista que envergonham o Paraná, graças a Deus vão sumir do mapa após 2010!

  8. Requião Fã Clube
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 14:06 hs

    O crime do ano:
    Ser parente de politicos famosos…
    afff…

  9. Pedro Jal
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 14:43 hs

    Pior que o ato de nomear parente direto, é o deboche e o pouco caso que faz em saber de decisão Judicial, é manchete em Jornal Nacional e não se sente envergonhado, tem que ser muito safado, cara de pau e corrupto sem vergonha mesmo, imaginem quantas falcatruas deve fazer por de baixo dos panos sem ter aparecido ainda? Fora Requião do Paraná!

  10. quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 14:46 hs

    No Paraná: Nepotismo é a regra geral.Jamais Exceção.O Coveiro é sobrinho do dono do Cemitério, que é primo do Proprietário da Funerária,que é Cunhado do Padre da Extrema Unção,este Amigo do Falecido,assassinado pelo marido traido,a Adúltera é prima do Médico Legista,que por sua vez era tb amante do Delegado de Polícia,cunhado do Secretario de Segurança,este tb sócio de um Banco de Sangue com uma troupe de vampiros..todos parentes..é claro !!!

  11. quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 14:49 hs

    onde verifico os 700 nepotes no Paraná?

  12. Noel Eugenio
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 15:10 hs

    Se começar a contar pelo meu Municipio Almirante Tamandaré tem aproximandamente 60 Nepotista com certeza o numero é maior do que os Habitantes de alguns Municipios do Paraná, essa é uma praga que assola nosso País e leva a pessoas sem competencia a ter salario milionario, emquanto falta Remedio nos Posto de Saude, crianças estudam em salas improvisadas, Ruas cheia de buracos,esgoto a ceu aberto e Prefeito e seus parentes mamam na grana do contribuinte.

  13. O Guardião
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 15:34 hs

    Retiro o que falei sobre D. Maristela/nepotismo. Ele é gente boa.

  14. Mano da Vila
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 15:56 hs

    Pô! Mas casar e se manter casada com uma figura como Requião Chaves não nenhum certificado de sanidade.

    Impeachment de Requião Chaves já!
    Uma campanha de Mano da Vila para o bem do Paraná. OAB dá uma força para nós!!!!

  15. João
    quinta-feira, 28 de agosto de 2008 – 18:57 hs

    Solução boçal: acabar com a figura dos cargos com provimento em comissão, trocando-os todos por funções comissionadas acessíveis aos servidores já integrantes dos quadros da administração pública, nomeados após concursos públicos de provas e títulos.

  16. Bob sweet Bob
    sexta-feira, 29 de agosto de 2008 – 1:46 hs

    Pro Mano da Vila
    Maristela disse para a Revista Época se não me engano, que Requião na intimidade é gentil, tímido, carinhoso, romântico, cheiroso e gostoso…
    Voce ainda fala que ela não tem certificado de sanidade…?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*