Polícia prende por extorsão assessor que acusou Barbosa Neto | Fábio Campana

Polícia prende por extorsão assessor que acusou Barbosa Neto

Luciano Ribeiro Lopes foi preso em flagrante por tentativa de extorsão e levado ao 2.o Distrito Policial de Londrina, onde há prisão especial.

O Gaeco – Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado prendeu Luciano na madrugada de hoje. Luciano Ribeiro Lopes é ex-assessor legislativo e trabalhou para Barbosa Neto na Câmara federal.

O ex-assessor teria tentado extorquir R$ 23 mil de Barbosa Neto e foi detido em flagrante na madrugada, na casa do deputado federal Alex Canziani, no Condomínio Residencial Royal Park, na zona sul. Luciano estava com o dinheiro na mão. Ele teria ameaçado Barbosa Neto de ter fitas “comprometedoras”, que seriam levadas à imprensa se o valor exigido não fosse pago.

A prisão foi feita pelo delegado Alan Flores e um policial federal. Luciano fazia denúncias contra Barbosa Neto, atualmente deputado federal e candidato a prefeito de Londrina. O ex-assessor, de 32 anos, foi preso por tentativa de extorsão.

Para saber mais sobre as acusações que Luciano fazia contra o deputado Barbosa Neto, clique no

Ex-assessor acusa deputado de apropriação de salário

O deputado federal e candidato a prefeito de Londrina, Homero Barbosa Neto (PDT), foi denunciado pelo seu ex-assessor, Luciano Ribeiro Lopes, por apropriação de salário de servidor comissionado.

De acordo com matéria veiculada no último final de semana pelo jornal Correio Braziliense, Barbosa Neto receberia parte do salário de Rogério Bertipaglia, assessor parlamentar, com ganho de R$ 7,8 mil/mês. Luciano Ribeiro Lopes acusa o pedetista, inclusive, de se apropriar do cartão bancário de Bertipaglia para sacar o salário. A acusação foi documentada junto à Procuradoria da República. O dossiê com 40 páginas também contém gravações em DVD, notas fiscais e contratos.

Barbosa Neto negou a acusação do ex-assessor e colocou-se à disposição da Justiça, da Câmara dos Deputados e do PDT para esclarecimentos. “Inclusive, disponibilizo os sigilos bancário, fiscal e telefônico pessoal e da empresa”, disse. O pedetista também desqualificou a matéria publicada pelo Correio Braziliense e afirmou que vai processar o jornal por difamação, além do ex-assessor Luciano Ribeiro Lopes.

Para Barbosa Neto, há envolvimento do seu adversário Luiz Carlos Hauly (PSDB) por trás desta acusação. Os dois são deputados federais e concorrem ao pleito municipal, em outubro.

De acordo com Barbosa, Hauly faz jogo político “rasteiro”. Tucano ameaçou processar judicialmente o pedetista e pedir abertura de processo na Comissão de Ética da Câmara.

Mais detalhes sobre este assunto podem ser conferidos na edição desta terça-feira, na Folha de Londrina.


13 comentários

  1. Barbosa Gafanhoto
    terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 11:03 hs

    http://www.stf.gov.br/portal/processo/verProcessoAndamento.asp?numero=2652&classe=Inq&origem=AP&recurso=0&tipoJulgamento=M

    Inq/2652 – INQUÉRITO
    Origem: PR – PARANÁ
    Relator: MIN. MENEZES DIREITO
    Redator para acordão

    AUTOR(A/S)(ES) MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL
    INDIC.(A/S) HOMERO BARBOSA NETO
    ADV.(A/S) LUCIANO SALES OLIVEIRA
    INDIC.(A/S) HIDEKAZU TAKAYAMA
    ADV.(A/S) LUCIANO SALES OLIVEIRA
    Andamentos
    DJ/DJe
    Jurisprudência
    Deslocamentos
    Detalhes
    Petições
    Recursos
    Resultados da busca Data Andamento Órgão Julgador Observação Documento
    12/08/2008 Baixa dos autos em diligência, Guia nº **Ofício nº 2240/SEJ, à Superintendência Regional do DPF no Estado do Paraná (com 4 volumes e 13 apensos)

    08/08/2008 Despacho Petição 107740/2008.Junte-se.

    08/08/2008 Despacho Petição 107740/2008.Junte-se.

    06/08/2008 Petição **107740/2008, de 06/08/2008 – OFÍCIO Nº 11641/2008 – SR/DPF/PR, DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL – SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL NO PARANÁ, EM 29 DE JULHO DE 2008 – ENCAMINHA OFÍCIOS JUNTAMENTE COM ANEXOS.

    04/08/2008 Despacho EM 01/08/2008: (…) ANTE O EXPOSTO, DE ACORDO COM O REQUERIMENTO DA PROCURADORIA-GERAL DA REPÚBLICA, REMETAM-SE OS AUTOS À SUPERINTENDÊNCIA DA POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO PARANÁ PARA O CUMPRIMENTO DO RESTANTE DAS DILIGÊNCIAS REQUERIDAS ÀS FLS. 167/171.

    22/07/2008 Petição 101604/2008, de 22/07/2008 – OFÍCIO Nº 200/2008, PROMOTOR DE JUSTIÇA DO MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, 09/07/2008, SOLICITA ENCAMINHAMENTO DE CERTIDÃO CIRCUNSTANCIADA.

    15/07/2008 Expedido Ofício nº 2062/SEJ, ao Promotor de Justiça Miguel Jorge Sogaiar, em Londrina/PR, encaminhando certidão

    09/07/2008 Petição 97922/2008, de 09/07/2008 – (VIA FAX) OFÍCIO Nº 200/2008, MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO PARANÁ, 09/07/2008 – REQUER EXPEDIÇÃO DE CERTIDÃO. EXPEDIDO OFÍCIO Nº 2062/SEJ, AO PROMOTOR DE JUSTIÇA MIGUEL JORGE SOGAIAR, EM LONDRINA/PR, ENCAMINHANDO CERTIDÃO

    08/07/2008 Conclusos ao(à) Relator(a) COM 04 VOLUMES E 13 APENSOS

    08/07/2008 Manifestação da PGR PELO PROSSEGUIMENTO DO FEITO, REMETENDO-SE OS AUTOS PARA CUMPRIMENTO DAS DILIGÊNCIAS.

    02/07/2008 Vista à PGR PARA FINS DE INTIMAÇÃO – COM 4 VOLUMES E 13 APENSOS

    24/06/2008 Juntada DA PETIÇÃO N.º 82655/2008

    24/06/2008 Juntada do mandado de intimação devidamente cumprido – MPF

    24/06/2008 Juntada de AR DEVOLVIDO PELA ECT REFERENTE AO OFÍCIO N.º 6590/R

    24/06/2008 Juntada de AR DEVOLVIDO PELA ECT REFERENTE AO OFÍCIO N.º 814/SEJ

    24/06/2008 Recebimento dos autos DA SUPERINTENDÊNCIA REG. DA POLÍCIA FEDERAL NO PARANÁ

    24/06/2008 Publicação, DJE DJE nº 114, divulgado em 23/06/2008 . DECISÃO DO DIA 17/06/2008. Despacho

    18/06/2008 Despacho EM 17/6/2008, REF. PET. Nº 82655/2008: (…)ANTE O EXPOSTO, INDEFIRO O PEDIDO DE TRANCAMENTO DO PRESENTE INQUÉRITO E DAS DEMAIS PROVIDÊNCIAS REQUERIDAS. INTIME-SE. JUNTE-SE A PETIÇÃO/STF Nº 82655/08 APÓS O RETORNO DOS AUTOS DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL NO ESTADO DO PARANÁ.

    10/06/2008 Petição 82655/2008, de 10/06/2008 – HIDEKAZU TAKAYAMA – REQUER TRANCAMENTO DE INQUÉRITO.

    08/04/2008 Intimação do MPF do inteiro teor da decisão de folhas 228/230.

    04/04/2008 Baixa dos autos em diligência, Guia nº Ofício nº 814/SEJ, ao Departamento de Polícia Federal no Estado do Paraná (com 4 volumes e 13 apensos)

    04/04/2008 Remessa DO MANDADO DE INTIMAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL. REMETIDO AO OFICIAL DE JUSTIÇA.

    02/04/2008 Ciência DA DECISÃO DE FLS. 228/230, O DR. LUCIANO SALES OLIVEIRA, PELOS INDICIADOS

    02/04/2008 Juntada DA PETIÇÃO Nº 37847/2008

    01/04/2008 Despacho DE 26/3/2008, NA PETIÇÃO Nº 37847/2008: JUNTE-SE.

    31/03/2008 Deferido MIN. MENEZES DIREITO EM 26/03/2008. Nos termos da manifestação ministerial, defiro a prorrogação do prazo. Defiro o pedido formulado às fls. 201/202 e 219, devendo a Secretaria certificar quais folhas foram xerocopiadas, ficando o advogado, ora requerente, ciente da existência de documentos sigilosos nos autos, sobre os quais deve observar as cautelas legais.

    18/03/2008 Petição 37847/2008, de 18/03/2008 – MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL – REQUER JUNTADA DOS AUTOS DO INQUÉRITO ADMINISTRATIVO Nº 100000013620/200738.

    12/03/2008 Conclusos ao(à) Relator(a)

    10/03/2008 Manifestação da PGR PETIÇÃO N.º 31678/2008

    07/03/2008 Petição 31678/2008, de 07/03/2008 – MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL – MANIFESTA FAVORAVELMENTE À DILAÇÃO DE PRAZO.

    04/03/2008 Vista à PGR COM 2 VOLUMES E 13 APENSOS

    29/02/2008 Despacho EM 29/02/2008.Sobre fls. 206 e 219, diga a PGR.

    25/02/2008 Conclusos ao(à) Relator(a) COM 2 VOLUMES E 13 APENSOS

    20/02/2008 Juntada DA PETIÇÃO Nº 202250/2007

    20/02/2008 Informações recebidas, Ofício nº PETIÇÃO Nº 200379/2007

    20/02/2008 Juntada de AR REFERENTE AO OFÍCIO Nº 6589/R

    20/02/2008 Juntada CÓPIA DO OFÍCIO Nº 6735/SEJ

    20/02/2008 Juntada DA PETIÇÃO Nº 20428/2008

    19/02/2008 Recebimento dos autos DO DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL

    19/02/2008 Petição 20428/2008, de 19/02/2008 – OFÍCIO Nº 7026/2008 – NO/DREX/SR/DPF/PR, 13/2/2008 – SOLICITA PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA CUMPRIMENTO DE DILIGÊNCIAS.

    14/12/2007 Despacho Petição 202250/2007.

    12/12/2007 Petição 202250/2007, de 12/12/2007 – HOMERO BARBOSA NETO – REQUER CÓPIA DE INTEIRO TEOR DO INQUÉRITO.

    10/12/2007 Petição 200379/2007, de 10/12/2007 – OFÍCIO Nº 2224204, JUIZ FEDERAL DA 1ª VARA FEDERAL CRIMINAL DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DE CURITIBA, EM 03/12/2007 – EM ATENÇÃO AO OFÍCIO Nº 6590/R PRESTA INFORMAÇÕES.

    07/11/2007 JUNTADA DA CÓPIA DO OFÍCIO N.º 6590/R

    07/11/2007 JUNTADA DA CÓPIA DO OFÍCIO N.º 6589/R

    05/11/2007 DISTRIBUIDO POR PREVENCAO MIN. MENEZES DIREITO

    05/11/2007 AUTUADO

    31/10/2007 PROTOCOLADO

  2. PESSOA
    terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 11:53 hs

    Campana!
    Como diz o ditado:

    Ladrão que rouba de ladrão, tem 100 anos de perdão!

  3. Atento
    terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 15:32 hs

    Caro Amauri,
    Não esqueça de atualizar o processo de vez em quando, e agora aproveite para colocar também o do seu funcionário, Luciano. Só cuide bem das suas malas quando passar por um aeroporto, eles tem câmeras.
    Abraços

  4. JOel Atento
    terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 19:09 hs

    Nossa, Fábio, o Ucho foi na veia:
    http://www.ucho.info

    E as fitas? (26.08.08 – 12h59)
    Considerando que a Polícia Civil paranaense jamais prenderia alguém flagrante sem as devidas provas, o ex-assessor Luciano Ribeiro Lopes deve mesmo pagar pelo erro. Se for uma armação, todos os envolvidos, exceto o ex-assessor, devem ser responsabilizados pela farsa. Independentemente da culpa de um ou de outro, resta saber o paradeiro das tais gravações que, segundo Ribeiro Lopes, comprometem ainda mais a vida do deputado federal Homero Barbosa Neto, candidato à prefeitura de Londrina.

    Estranho, muito estranho! (26.08.08 – 12h44)
    O mais estranho nessa história da prisão de Luciano Ribeiro Lopes, ex-assessor do deputado Barbosa Neto, está no valor da suposta extorsão. R$ 23 mil. O ucho.info é contrário a atitudes como a anunciada pela imprensa local, mas reconhecemos que, mesmo não existindo tabela de preços no mundo do crime, um assunto que pode decidir uma eleição vale bem mais. Ribeiro Lopes teria dito ao deputado federal e candidato à prefeitura de Londrina que tinha em sua posse gravações comprometedoras, que seriam divulgadas caso não chegassem a um suposto acordo financeiro. Verdade ou não, Barbosa Neto não pode usar o fato para fugir da responsabilidade de explicar a sua evolução patrimonial. Que, diga-se de passagem, ganhou velocidade depois de seu ingresso na política.

    Confusão em Londrina (26.08.08 – 12h31)
    O ex-assessor parlamentar Luciano Ribeiro Lopes, que trabalhou para o agora deputado federal Barbosa Neto (PDT) na Assembléia Legislativa do Paraná e vinha fazendo sérias denúncias contra o ex-chefe, foi preso nesta terça-feira em Londrina, sob a acusação de tentativa de extorsão. Ribeiro Lopes denunciou o deputado Barbosa Neto à Procuradoria-Geral da República, que também é investigado pelo STF por envolvimento na Operação Gafanhoto, por reter parte dos salários dos funcionários de gabinete. A prisão do ex-assessor aconteceu na casa do também deputado federal Alex Canziani (PTB-PR), que apóia a candidatura de Barbosa Neto à prefeitura de Londrina. Essa prisão é o tipo da história muito mal contada.

  5. Alexandre Melatti
    terça-feira, 26 de agosto de 2008 – 19:20 hs

    é engraçado,o cara faz coisa errada…o ex-assessor denuncia….ele arma um flagrante para o ex-assessor e acusa do Hauly.Acho que quem esta mostrando ser baixo e praticar rasteiras é o Barbosa,agora as máscaras estao caindo.Tenho certeza que Hauly nao esta envolvido,pois não é de baixaria,só porque barbosa esta caindo nas pesquisas internas dele,ele começa a atirar pro lado do deputado sério e ético como o Hauly.Abraços,espero que seja divulgado a resposta do Hauly!

  6. Assadi Atento
    quarta-feira, 27 de agosto de 2008 – 10:12 hs

    http://www.ucho.info

    Armação ilimitada
    Tem cheiro de armação a prisão de Luciano Ribeiro Lopes, ex-assessor parlamentar do deputado federal Homero Barbosa Neto (PDT-PR), candidato á prefeitura de Londrina. Após a prisão, que aconteceu na bela cidade paranaense, o também deputado federal Alex Canziani (PTB-PR), que apóia a candidatura de Barbosa Neto, distribuiu à imprensa uma nota no mínimo bisonha. Na nota, Caziani afirmou o seguinte: “O encontro só foi realizado em minha residência porque eu estava procurando fazer a aproximação política entre Lopes e o candidato a prefeito da nossa coligação, Barbosa Neto, que estava se sentindo vítima de denúncias e extorsão. Nossa intenção era unicamente amenizar os problemas políticos que porventura estavam ocorrendo e procurar um esclarecimento pessoal e amigável entre as partes”. Ou seja, Alex Canziani é um anjo barroco que despencou acidentalmente no Paraná.

    Tiro no pé
    Ainda Canziani… Presidente do capítulo paranaense do PTB, Alex Canziani, ainda na nota, afirma não concordar com tentativas de extorsão e que reprova com veemência qualquer iniciativa nesse sentido. Ora, se Canziani é contra tentativas de extorsão, não haveria motivo para receber em sua própria casa alguém que vinha agindo de maneira tão deplorável. Para que a farsa não desmorone, o melhor que Canziani pode fazer é sair de cena.

  7. Leonor Soares
    quarta-feira, 27 de agosto de 2008 – 19:57 hs

    Vixi, eu não voto nem no Barbosa e nem no Hauly. Tô fora.

  8. Leonor Soares
    sábado, 30 de agosto de 2008 – 16:46 hs

    Alexandre Melatti: Hauly teria todos os motivos para estar por trás do laranja Luciano Lopes. Está três posições atrás nas pesquisas. Na última eleição municipal, ele terminou em terceiro bem à frente do Barbosa, que agora está na sua frente.
    Até onde todos sabem, a pesquisa do Ibope em Londrina foi a primeira depois da eleição de 2004. Logo, Barbosa passou Hauly de lá para cá.

  9. Joel Tadeu Correa
    segunda-feira, 1 de setembro de 2008 – 17:50 hs

    Caro Fabio Campana.

    Novamente escrevo para informar seus leitores, que o Joel Atento, acima, trata-se de outro Joel, muito interessado nestes episodios. Não é o meu caso. Nos horários que constam em seu blog. Estava desembarcando aí na Capital do Estado, para participar de uma Oficina no Conselho das Cidades que é a minha praia e militância. Escrevo para deixar claro aos oponentes que sabem que este não é meu modus operandi.

  10. Alexandre Melatti
    quarta-feira, 3 de setembro de 2008 – 17:29 hs

    Leonor…
    é o Hauly tem todos os motivos…..
    acontece que a pesquisa que foi divulgado foi antes de iniciar de fato as campanhas…
    e o que se sabe hoje é que barbosa neto esta caindo nas pesquisas internas,pois todo comite realiza pesquisas internas,e ai bateu o desespero.Como consta no depoimento do Luciano,parece que tudo foi armado pelo Barbosa para tirar proveito nas eleições para se dizer o santo perseguido pelo adversário,lembrando que todos que são acusados sempre usam a mesma resposta : “é coisa da oposição”,”é coisa do meu adversário”,basta pesquisar e ver o que os mensaleiros disseram quando foram acusados,o que o Belinati disse quando foi acusado,etc.

    E quanto a pesquisa divulgada,a margem de erro é de 4 ponto percentuais para mais ou para menos,acontece um empate técnico entre os dois,será mesmo que o Hauly iria prejudicar sua campanha que cresce para tentar mostrar o verdadeiro Barbosa Neto?

    E quanto ao fato do Barbosa,terceiro colocado em 2004,hoje estar na frente de Hauly,é interessante analisar o crescimento de Barbosa em duas frentes:O crescimento político e o crescimento patrimonial!

  11. Alexandre Melatti
    quarta-feira, 3 de setembro de 2008 – 17:37 hs

    para quem quer conferir o aumento patrimonial dos candidatos a prefeitura de Londrina acessem o site http://www.transparenciabrasil.org.br

    e veja…..

    o link do patrimonio de Andre Vargas(PT),Barbosa Neto(PDT) e Luiz Hauly (PSDB)
    esta aqui:

    http://www.excelencias.org.br/@patrimonios.php?parte=PR&casa=Deputados+federais

  12. Josiane Lopes Paulo
    domingo, 14 de setembro de 2008 – 22:16 hs

    Essa é uma injustiça contra o Deputado Barbosa Neto a quem respeito e admiro muito pela sua competência e honestidade.É uma pessoa humilde e batalhadora e estou torcendo para ser o Futuro Prefeito de londrina.Ele merece e a população de Londrina também…

  13. carlos toledo
    sábado, 3 de janeiro de 2009 – 2:06 hs

    caros londrinensses não voto e nem moro em londrina
    mas tenho familiares que moram ai muitos anos.
    em relação ao assunto de acusação contra o dep barbosa neto gostaria de colocar um ponto de reflexão não quero acusar o sr Luciano ex; acessor do Barbosa mas ele ficou na contradição pois em 2007 quando eu e mais uma pessoa que estava comigo em londrina o propio Luciano dentro de uma igrja envagelica no jardim monte belo eu perguntando a ele o que achava do depuatdo barbosa ele foi categórico em afirmar que poderia ter alguem igual em honetidade do barbosa neto mas mais que o barbosa não teria dizendo que o deputado barbosa éra diferente de todos um dos mais integros que ele conheceu.
    diante deste fato qual tenho testemunha posso afiramar com toda tranquilidade que para mim o Deputado Federal Barbosa Neto é pessoa integra e honesta o povo de Londrna se acorde estam perdendo a oportunidade de ter o melhor prefeito de sua historia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*