O que você tem a ver com a corrupção? | Fábio Campana

O que você tem a ver com a corrupção?

A pergunta é o título da campanha lançada hoje pelo Ministério Público do Paraná A idéia é fazer com que as pessoas reflitam sobre as atitudes tomadas no dia-dia, como furar a fila, não avisar que o troco foi entregue errado, ou não devolver um objeto perdido ao dono. O procurador-geral de justiça, Olympio de Sá Sotto Maior (foto) acredita que o combate à corrupção também pode ser feito através do voto consciente.

E Sotto Maior lembra que o Ministério Público deixou de fora os nobres freqüentadores das câmaras, assembléias e gabinetes paranaenses.

A campanha será permanente e vai criar um núcleo de combate a corrupção, começando pelas escolas para que, desde cedo, as crianças já entendam que praga é essa.


3 comentários

  1. jango
    sexta-feira, 22 de agosto de 2008 – 16:02 hs

    Tudo bem, Parquet !
    Mas o que se espera do Parquet são ações exemplares na apuração e responsabilização dos administradores ímprobos e temerários. Ações no centro do poder, de onde emanam as decisões nefastas que vão repercutir na falta de dinheiro público para saúde, educação esegurança – direitos indisponíveis não só das crianças, mas de todo o povo.
    Quer ficar bem com o povo e em especial com as crianças – mostre que denúncias públicas devem ter consequências; mostre antes exemplos concretos e atuais do que acontece com os desmandos do poder que frustam os direitos indisponíveis das crianças, dos adolescentes, dos adultos, dos idosos – do povo. Educação e conscientização pelo exemplo – disso precisamos. Discursos, reuniões e campanhas podem vir na sequência.

  2. MAIS EFICIÊNCIA
    sexta-feira, 22 de agosto de 2008 – 16:35 hs

    no combate a corrupção tudo.

    não adiante buscar combater esta praga, enquanto nossas leis não se tornarem severas.
    deveriam realizar debates com a sociedade, e se preciso for, por que não um plebiscito? para que fosse feito uma lei que impedice estes crapulas de concorrerem nas eleições.

    imaginem, cela especial para quem tem formação superior, isto é um absurdo, pois estas pessoas detem o conhecimento, portanto sabem o que fazem e sabendo o que fazem em minha modesta opinião, são formadores de quadrilha.
    desviam um monte, ficam em cela especial são bem tratados e saem dando risada.
    eu penso que deveria ser assim;
    Exemplo:
    Jorgina PREVIDENCIA, desviou mais de 200 MILHÕES, ficou uns anos presa, se formou na prisão e já deve estar na rua sem devolver um centavo pelo que sei, e preparando outros golpes.
    deveria ser assim, ficou comprovado. Jorgina voce só vai sair da cadeia, depois que devolver no minimo 80% de todo o valor desviado.
    seria um tal de dedurar todo mundo para que pudesse sair da cadeia ia ser bonito de ver, seria igual a carangueijo quando voce puxa um do balaio, vem de duzia..

    enquanto isto não for real, continuam a aprontar, pois nada acontece. pois quem realmente esta com o dinheiro, fica do lado de fora pagando excelentes advogado.

    nas eleições penso que quem tem ficha suja não deveriam nem concorrer.

    o TRE deveria ter direito, na abertura e no encerramento dos programas eleitorais aoresntar estas inserções. seria um ótimo começo.

    enquanto isto não acontece, estão impedindo de algemar verdadeiros BANDIDOS de nossa sociedade, que são os colarinhos branco.

    pobre sem formação E QUE FURTOU UMA GALINHA, ALGEMA NELES.

    rico sem formação MAS QUE DESVIA MILHÕES, E cheio do DIM DIM, não pode algemar por que fica feio.

    vamos acordar jurista deste meu querido BRASIL.

    ABAIXO A CORRUPÇÃO E SEUS MENTORES NA CADEIA ATÉ A DEVOLUÇÃO.

  3. luanna morais
    segunda-feira, 29 de setembro de 2008 – 10:40 hs

    Olá o meu nome é luanna morais e eu estou fazendo uma pesquisa da minha escola sobre o que que eu tenho aver com a corrupçao.
    Daí eu queria uma ajudinha sua vc poded me ajudar?
    se sim muito obrigada!
    LUANNA MORAIS 10 ANOS

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*