Multa? Só à vista. Culpa dos catarinenses | Fábio Campana

Multa? Só à vista. Culpa dos catarinenses

Tem muita gente levando susto na hora de acertar o pagamento das multas de trânsito em Curitiba. Aquela prática de permitir o parcelamento do valor total das infrações deixou de existir agora em 2008. Motivo? Uma ação direta de inconstitucionalidade contra este parcelamento, conseguida na Justiça em Santa Catarina, fez com que todo mundo “pagasse o pato” à vista.

A justificativa: muitos “espertinhos” pagavam apenas a primeira parcela, conseguiam a liberação dos documentos e nunca mais pensavam na dívida.

Desde 2003, os vereadores e a prefeitura de Curitiba vinham liberando o pagamento em parcelas na cidade. As multas eram divididas em seis parcelas mensais, iguais e sucessivas com valor mínimo de R$ 50. Agora só à vista. Sem choro!


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*