Marcos Cordiolli diz que continua com Gleisi | Fábio Campana

Marcos Cordiolli diz que continua com Gleisi

Marcos Cordiolli foi coordenador do programa de governo da campanha de Ângelo Vanhoni. Exercia a mesma e outras funções na campanha de Gleisi Hoffmann. Foi flagrado em conversa com Ricardo Gomyde, do PCdoB, que jura que estava convidando Cordiolli a apoiá-lo, diante das notícias de que ele se desligara de Gleisi. Ontem, Cordiolli enviou carta esclarecendo todo o imbróglio. Ele mudou de funções na campanha de Gleisi mas não a deixou, mantém boas relações com Gomyde desde a campanha de Vanhoni. Tudo o mais ele diz na carta que não publicamos ontem porque o blog se afundou nos bastidores do Tribunal de Justiça e nos bastidores do debate. Mas para que todos conheçam a íntegra da carta e a posição do respeitável Cordiolli, basta clicar no “Leia Mais”.

Caro Fábio Campana

Li, a alguns minutos, a tua coluna. Hábito que realizo diariamente e com muito prazer. Desta vez foi com espanto. E, pela admiração que tenho pelo teu trabalho, esclareço o seguinte: 1. Eu, de fato, deixei a minha função na coordenação executiva da campanha da Gleisi Hoffmann. Nesta função, eu era responsável pela comunicação e, no período anterior, o da pré-campanha, reunia, também, a atribuição de coordenação de planejamento. A coordenação de Plano de Governo, desde o inicio esteve sob a responsabilidade, com muita eficiência, de Mirian Gonçalves. Eu coordenei a elaboração do Plano de Governo na campanha do Vanhoni em 2004. 2. Os motivos de meu afastamento são dois: a) uma sobrecarga pessoal de trabalho profissional e b) uma necessidade apontada pela coordenação de campanha de acompanhamento mais cotidiano das atividades de propaganda. Portanto, a meu pedido, eu fui deslocado para outra função. 3. Eu não tenho nenhuma divergência política com a Gleisi Hoffmann. Pelo contrário. Nos debates internos, quando havia nuances e divergências, as minhas posições foram quase que unanimente, coincidentes com as de nossa candidata. 4. Eu almocei em companhia do Ricardo Gomide e Joel Benin, como noticiado pela imprensa. Em deferência ao trabalho conjunto que realizei com estes companheiros em 2004, quando eu era então coordenador de elaboração do Plano de Governo do Ângelo Vanhoni. Apoiado por uma coligação que reunia, entre outros partidos, o PT e o PCdoB. Neste período eu também estabeleci com Gomide e Benin fortes relações de amizade e companheirismo político. Neste sentido, fui convidado pelo Joel Benin, o que aceitei de pronto, para ouvir as proposta de Gomide e apresentar a minha opinião técnica e política. 5. A divulgação da suposta gravação de nossa conversa não causa a menor preocupação. Afinal conversamos sobre a cidade e propostas para melhorá-la. Eu penso que a divulgação da suposta gravação seria uma contribuição para a campanha do Gomide, pois mostraria que ele é um candidato sério, inteligente e com boas idéias para Curitiba. Um candidato que merece maior atenção por parte do eleitorado e da imprensa. Continuo na campanha da Gleisi, perfeitamente afinado com a candidata e confiante em nossa vitória. Assim, estou atuando na produtora dos programa de rádio, TV e Internet, em cuja sede eu posso ser encontrado rotineiramente. Curitiba, 31 de julho de 2008 Marcos Cordiolli


7 comentários

  1. PARANÁ
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 10:47 hs

    Parabéns Companheiro MARCOS CORDIOLLI, foi ótimo voce ter feito este esclarecimento, para acabar com com os comentários maudosos deste grupo de mercenários que estão a serviço do Beto Richa. vamos sim a vitória CORDIOLLI, pois quem sabe como foi trabalhado nossas vitórias em DIADEMA-SP amassando barro nos bairros como ELDORADO, VILA CONCEIÇÃO, CAMPANÁRIO, VILA ELIDA e tantos outros e nas portas de fabricas, vamos sim, com o mesmo empenho concretizar esta vitória aqui em Curitiba. Nossa cidade e nossa gente mereçe esta transformação que GLEISI proponha a Cidade, mas principalmente aos seus moradores, pois respeito e atenção sempre tivemos com a população no geral.
    um Fraternal abraço.
    PARANÁ

  2. Copia e Cola
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 10:50 hs

    É Fábio, você tem que rever tuas fontes hein? Ou escutar as partes e não somente uma.

    Abçs de um admirador.

  3. Deco
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 10:57 hs

    Pelo despreparo e nervosimo demonstrado no debate da Band, a senhora Gleisi vai necessitar em muito de auxilio de profissionais que lhe ensinem o que falar, como falar e que ela não demonstre tanto descontrole emocional que ficou visível! Calma, não se preocupe tanto com sua aparência, o que conta mais é conteúdo e postura de serenidade!

  4. Theo
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 12:49 hs

    A Barbi é uma piada, eu sabia que ela não iria durar, mais não achei que fosse se perder e botar os pés pelas mãos tão cedo!
    Coitada, se arrumou foi no cabelereiro do Batel, mais esqueceu do preparo de propostas, talvés ela possa recorrer e pedir assessoria ao Jaime Lerner, já que ela o elogiou tanto! Seus neurônios (2) tico e teco estavam desconexos!

  5. Cucafresca
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 14:11 hs

    É mesmo. A Greici Kely´fez rasgados elogios as obras do Jaime Lerner. Que coisa!

  6. General
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 14:16 hs

    É isso aí Cordiolli, por vezes algumas notas podem causar mais confusão que esclarecimentos. Sua luta por uma postura mais autêntica no PT é de ser elogiada. É claro que, nesses tempos de mudanças, demora um pouco mas logo se concretizam e passam a acontecer. Uma vez que você fez os esclarecimentos devidos vá em frente pois a luta continua e ela será árdua e chegará à vitória. Nos falamos.

  7. José Daniel Farias
    sexta-feira, 1 de agosto de 2008 – 18:08 hs

    Pois é……………..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*