Paulo Hapner cassa liminar. Assembléia se prepara para eleger o caçula Maurício | Fábio Campana

Paulo Hapner cassa liminar. Assembléia se prepara para eleger o caçula Maurício

O desembargador Paulo Hapner cassou a liminar do desembargador Jorge de Oliveira Vargas que suspendeu a eleição de conselheiro do Tribunal de Contas na Assembléia Legislativa. Contrariando decisões anteriores, pois Hapner sempre defendeu que não cabe mandado de segurança contra liminar dado em outro mandado de segurança.

Os palacianos, em festa, preparam-se para votar o mais rápido possível. Requião, que tinha certeza da decisão de Hapner, mandara convocar todos os deputados da base aliada para que aguardassem na Assembléia.

Um juiz acompanhou os funcionários da Assembléia em todo o trâmite dentro do Tribunal.

O mandado de segurança não terminou. Agora deverá ser decidido o mérito, mas se levarmos em consideração a tradição, ficará para as calendas.


7 comentários

  1. xxxx
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 15:21 hs

    piada, nao podemos dizer mais nada… isso eh piada!!

  2. bimbo
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 16:15 hs

    E falaram que o homem era sério.

  3. POVO
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 16:36 hs

    É OU NÃO É PIADA DE SALÃO, LÁ VEM O JUDICIÁRIO DEFENDER O IRMÃO!!!

  4. Ex-pectador
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 16:43 hs

    Irmão-anexo-irmão-anexo-irmão-anexo…

  5. Paulão
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 16:55 hs

    Quem diria. O mesmo Paulo Hapner que ferrou o Requião no caso da Syngenta.

  6. jango
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 16:57 hs

    Ou a Justiça no Paraná sofre de distúrbio bipolar ou estão aplicando o “jus gangorriendi” ou ainda brincando de bem-me-quer, mal-me-quer.
    Pelo amor dos meus filhinhos …

  7. Dedinho
    quarta-feira, 9 de julho de 2008 – 17:21 hs

    deve ter um preço a ser pago ou já pago, né….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*