Da nossa dose de horror cotidiano | Fábio Campana

Da nossa dose de horror cotidiano

Um menino de 14 anos morreu. Nove pessoas foram baleadas em tiroteio durante partida de futebol, ontem, na Vila Hauer, em Curitiba.

É a nossa dose de horror cotidiano. Três homens pularam o muro e passaram a atirar contra as 300 pessoas que assistiam ao jogo. Não foi briga entre as torcidas do Boca Juniors e do Expresso Azul. Foi rixa entre gangues da Vila das Torres e do Boqueirão.

O investigador Magalhães, da Delegacia de Homicídios, ouviu testemunhas. Antes de atirar, um dos facínoras falou: ‘isso é por aquela pedra que você me deve lá da vila’. Aí atiraram a esmo sem piedade”. A polícia acredita que os atiradores sejam da Vila das Torres e que o crime seria um acerto de contas entre gangues rivais. O jogo foi suspenso. Até agora a polícia não achou os atiradores.


6 comentários

  1. Ezequias
    domingo, 27 de julho de 2008 – 11:39 hs

    UÉ – CADÊ O FRANCISCHINI? CADE A CIDADE MAIS SEGURA DO PLANETA? CADE O PREFEITO MAIS POPULAR QUE JESUS CRISTO?

  2. Arrelia
    domingo, 27 de julho de 2008 – 12:56 hs

    Não tem violencia em curitiba ! O geo processamento mostra (afirmação de alta autoridade ligada ao governo do estado)! 620 homicidios por mes; + ou menos 40 furtos de veiculos por dia(1200 mais ou menos por mes);+ ou – 35 furtos de residencias por dia(1000 por mes); 40 assaltos por dia(pedestres e comerciais) 1200 por mes; trafico de drogas no varejo, e no atacado , mas tá tudo bão, tá tudo certo!!!! AH ! a prioridade do governo estadual é o combate ao bingo(cartelas e caça niqueis) o resto não faz mal a sociedade, não tem importancia, é pelo menos o que parece pela falta de respeito ao cidadão.

  3. jango
    domingo, 27 de julho de 2008 – 19:29 hs

    Ei, alguém pode me informar o que aconteceu com o desarmamento da população ? Dos bandidos e marginais não ?
    Foi feito um plebiscito, eu devolvi uma garrucha enferrujada e a bala está correndo solta na cidade ?
    Por onde estão chegando todas essas armas ? (Obs.: não pergunte para o Lula, ele não sabe de nada)
    E as estatísitcas da Segurança Pública batem com esta armação dos bandidos ou apanha ?
    Aquelas blitz ou blitzes da Secretaria de Segurança Pública não vão mais ser feitas, disseram que o pente fino seria frequente ?
    E a inteligência da Segurança Pública ficou burra frente à esperteza malandragem ?
    Estou ou estamos perdidos, sei lá.

  4. pinoquio
    domingo, 27 de julho de 2008 – 20:36 hs

    Que barbaridade o descaso do governo estadual , policiais na rua para prender quem , atirar em quem , despreparo do policial que vai para o trabalho sem qualificações e muito menos treinamento quando pega um rabo de foguete desse não vai ao auxilio pois nem armamento tem , falta gasolina falta preparo , mas o que mais falta e vergonha na cara dos ditos homens publico !

  5. ana cristina
    domingo, 27 de julho de 2008 – 23:05 hs

    E o descaso da prefeitura que só sabe colocar a culpa no Requião e não faz absolutamente nada na prevenção,educação e combate às drogas?

  6. N_JR
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 11:24 hs

    Meu Caro, acredito que a segurança pública deve ser municipalizada, quem sabe assim o porderíamos ter maior clareza do destino de tamanha quantia de dinheiro empregada no setor de segurança pública.É nitido que precisamos de uma reforma. Se perguntar para qualquer curitibano quais são os locais com venda de drogas todos saberão… Será que só a polícia não sabe ??? Porque não invadir esses locais com o exército e reestabelecer a paz ??

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*