Ministério Público discute situação dos quilombolas | Fábio Campana

Ministério Público discute situação dos quilombolas

A situação dos quilombolas que vivem no Paraná foi tema de reunião promovida na sede do Ministério Público do Paraná em Curitiba. O Procurador-Geral de Justiça, Olympio de Sá Sotto Maior Neto, conduziu o encontro, que já estava agendado, mas coincidiu com a recente notícia de ataques a comunidades quilombolas na região de Doutor Ulysses, no Vale da Ribeira. Em virtude disso, integrantes de organizações não-governamentais e da imprensa também acompanharam as discussões.

Durante a reunião, além de discutido o incidente em Doutor Ulysses, foram apresentados os principais problemas enfrentados pelas comunidades, com destaque para a situação dos que vivem no Vale da Ribeira, uma das mais carentes do Paraná.


Um comentário

  1. João
    quarta-feira, 30 de julho de 2008 – 17:18 hs

    Se isso não fosse politicamente incorreto ao extremo (quase ou até criminosamente), eu diria exatamente o que penso que deveria ser feito com essas comunidades.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*