Meninas encaram bandidos. A raquetadas. | Fábio Campana

Meninas encaram bandidos. A raquetadas.

Wellington John de Almeida Rocha, de 19 anos, e Lucio da Silva Lopes, de 27, levaram a pior em tentativa de assalto. Armados de uma chave de fenda, tentaram levar as bolsas de duas meninas que estavam em ponto de ônibus no Jardim Botânico. Acontece que as moças eram valentes, tiraram das bolsas raquetes de frescobol e foram para cima dos bandidos, que, desonra absoluta, tiveram que correr.

A polícia, bem, a polícia chegou depois e prendeu os trapalhões. Ouça a entrevista da Franci Colpani com as meninas que encararam os facínoras armadas de raquetes de frescobol.


4 comentários

  1. João
    quarta-feira, 23 de julho de 2008 – 10:53 hs

    Curitiba está virando campeã em notícias estranhas.

    Mesmo.

    Eu achei particularmente divertido o trecho em que a moça disse que teria matado o sujeito se tivesse lhe atingido o pescoço com uma raquete de frescobol. Dá até pra chamar o pessoal do Mythbusters para ver se isso é possível, ou é mito.

  2. Maria
    quarta-feira, 23 de julho de 2008 – 11:20 hs

    Bem João, tudo depende do tamanho da moça,
    se ela for assim tipo um tanquinho, robusta,
    o pescoço do cabrinha pode correr sérios riscos.;-)

  3. Deco
    quarta-feira, 23 de julho de 2008 – 11:23 hs

    Situação perigosa, elas colocaram suas vidas em risco, hoje poderiam ser manchetes de jornal como sendo duas meninas mortas por assaltantes! Não é recomendada esse tipo de reação a assaltantes que não tem nada a perder! Com a palavra o Senhor Secretario da Segurança Pública Delazari e Governador Requião que ao invés de trabalhar só sabe criar confusão e reclamar dos outros e se fazer de vítima!

  4. Jorge Cara-Preta
    quarta-feira, 23 de julho de 2008 – 11:27 hs

    Não quis ofendê-lo pessoalmente, camarada fábio! Espaço democrático, tenho certeza de que vai publicar meu comentário postado anteriormente. Ou não?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*