Marinete voltou. Nova liminar impede coligação PTB/PRTB | Fábio Campana

Marinete voltou. Nova liminar impede coligação PTB/PRTB

Deu no blog do Marcus Vinícius. Uma nova liminar expedida na tarde desta sexta-feira (4), assegura ao PRTB o direito de entrar com candidatura própria para concorrer à Prefeitura de Curitiba. Expedida pela juíza Júlia Maria Tesseroli, da 19ª Vara Cível, a liminar confirma os resultados da Convenção Municipal do Partido, anulando atos do presidente estadual, Marino Teixeira que, apesar da discordância dos filiados, registrou sua irmã, Vera Teixeira como candidata à vice na chapa encabeçada por Fábio Camargo (PTB).

Na liminar, a juíza interpretou que a manobra executada pelo presidente estadual do PRTB, tentando destituir a Comissão Provisória Municipal do Partido para consolidar a coligação com o PTB, descumpre as liminares anteriores, concedidas pelas 15ª e 19ª Varas Cíveis.


7 comentários

  1. Lionel
    sexta-feira, 4 de julho de 2008 – 23:34 hs

    VIVA A MARINETE.
    MULHER POR MULHER MEU VOTO É NA MARINETE PARA PREFEITA.

  2. DEMOCRACIA.
    sábado, 5 de julho de 2008 – 9:23 hs

    E agora Fábio… já achou outra vice… Também pudera… irmãzinha do presidente regional do PRTB que nem sequer deu as caras na convenção de seu próprio partido, uma completa desconhecida dos correligionários do PRTB Curitiba ser vice de uma coligação com o PTB numa tentativa do PRTB regional alugar o partido. A Justiça não poderia permitir. Ora, então também o que dizer se o PRTB Nacional tem seu presidente como candidato a prefeito em São Paulo em uma chapa pura, sem coligações, inclusive com o PTB. Pois é Sr. Presidente Regional, vendeu PRTB Curitiba e a Justiça não vai deixar você entregar ao PTB. Acaba aqui a firula dos partidos “nanicos” de aluguel… Exemplo para o Brasil… Consagração do Estado Democrático de Direito…

  3. Deco
    sábado, 5 de julho de 2008 – 11:16 hs

    Se alguém tiver que votar em mulher por convicção,agora já tem uma candidata mulher de verdade,e não “fabricada em laboratório”, parabéns Marinete você terá uma grande votação! Deixa o Camargo chorar a vontade,pois você provou que militante que é tem mais força que R$ do PTB vendido!

  4. Professor
    sábado, 5 de julho de 2008 – 18:01 hs

    Parece a noiva do Chuck.

  5. Fernando
    sábado, 5 de julho de 2008 – 18:30 hs

    Viva a Marinete, abaixo a Gleisi, loura de farmácia.

  6. domingo, 6 de julho de 2008 – 12:59 hs

    O juiz da 1a Zona Eleitoral de Curitiba, Dr. Roberto Antônio Massaro, acolheu neste sábado, 05/07/2008, o Pedido de Impugnação de Ata de Convenção registrada pela Comissão Provisória Municipal do PRTB, que pretendia lançar candidatura própria à prefeitura de Curitiba. O pedido foi apresentado pela advogada da Comissão Diretora Provisória Regional do Paraná (Dra. Cristiane Ferrer) com a anuência do Presidência Nacional do PRTB. Com a decisão, o juiz reconheceu a coligação PRTB / PTB para a prefeitura municipal de Curitiba, tendo o deputado Fábio Camargo (PTB) como candidato a prefeito e a arquiteta Vera Helena Teixeira (PRTB) como sua vice, conforme segue:

    “Pelo exposto e examinado, JULGO PROCEDENTE a presente Impugnação de Registro de Ata, proposta pela Comissão Regional contra ato lavrado em Convenção pelo seu Órgão Inferior, e reconheço a Coligação celebrada entre o Partido Renovador Trabalhista Brasileiro, tanto na eleição majoritária como proporcional, anulando, via de conseqüência, a deliberação registrada em Ata sobre a candidatura própria à Prefeito, Vice e Vereadores pelo PRTB – Municipal.”

    Antes da decisão o presidente da Comissão Provisória Municipal de Curitiba, vereador Manassés de Oliveira ainda tentou fazer valer a liminar obtida na Justiça Comum, através de uma ação de Exceção de Incompetência, a qual foi rejeitada pelo juiz que estabeleceu a competência do Juízo Eleitoral:

    “Em sendo assim, rejeito a presente exceção de Incompetência, reconhecendo e estabelecendo a competência deste Juízo Eleitoral, para dirimir os conflitos decorrentes do embróglio resultante das desavenças entre a Comissão Provisória Municipal e Estadual do PRTB – Partido Renovador Trabalhista Brasileiro, causando prejuízo às eventuais candidaturas provenientes do referido partido.”

  7. Simião Oliveira
    sábado, 12 de julho de 2008 – 12:25 hs

    Realmante fica muito dificil fazer uma política com pessoas que sequer tem o compromisso,com a ética,e principalmente com a verdade espero que um dia o poder público e principalmente aqueles que estão a frente sejam mais éticos com às pessoas erespeitem a decisão e a vontade do povo com a maioria dos votos e tambêm de uma forma ou de outra venham contribuir com uma política pura e transparente…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*