Lerner citado como referência pelo prefeito de Newark | Fábio Campana

Lerner citado como referência pelo prefeito de Newark

Jaime Lerner, Fani Lerner, filha, genro, netos, almoçaram no Tartine e na sobremesa se deliciaram com as referências do prefeito de Newark, Cory Booker, que citou Curitiba como referência de onde se podem colher bons exemplos para a administração local. Lerner é citado várias vezes na entrevista publicada nas páginas amarelas da Veja que está nas bancas.

Só faltava essa para azedar de vez os bofes do Duce do Canguiri, já estropiados pelo vexaminoso 1% de seu candidato a prefeito, Carlos Moreira, e pela nova suspensão da posse do irmão caçula, Maurício, no Tribunal de Contas.


22 comentários

  1. José Roberto
    domingo, 27 de julho de 2008 – 21:03 hs

    Lerner é um claro exemplo de referência para os estrangeiros neoliberais do primeiro mundo,
    também depois de ter beneficiado tanto estes privilegiados usando os recursos do estado do paraná em detrimento dos pobres deste estado. Lerner é bem-vindo nos paises ricos os ajudou estes a serem mais ricos!

  2. maria souza
    domingo, 27 de julho de 2008 – 21:55 hs

    Pois é, esse Prefeito, de onde mesmo? Nova ou novo o que? Ele não conhece Curitiba, se conhecesse não estaria tão encantado.
    E por falar em Lerner, o que ele está fazendo no exterior? Está de férias? E seu cargo em Brasília, quem responde por ele?

  3. Berko
    domingo, 27 de julho de 2008 – 22:06 hs

    Inveja vai matar o Requião e a Gleisi do PT.

  4. jg koch
    domingo, 27 de julho de 2008 – 22:52 hs

    Cada um pode falar o que quiser da passagem do Lerner pelo governo. Mas, que o talento dele é indiscutível e AZEDA O HUMOR dos menos talentosos aqui da cidade, isso é difícil de negar.

  5. jose
    domingo, 27 de julho de 2008 – 23:01 hs

    Maria souza: deixa de ser rancorosa…ele nem está nesta campanha, aliás nem esteve na última p/ prefeito ou governador…

    não sei a sua idade, mas liste as obras desde os anos 70 e verá quem foi Lerner…nem precisa comparar com outro prefeito, ou outra cidade…mas se vc quiser compare com uma parecida, como Porto Alegre por exemplo…

    Pode-se não gostar dele, mas daí a dizer que foi não foi um bom prefeito…só se for despeito ou ignorância; por exemplo: vc sabia que em 1977 Curitiba já tinha um sistema de controle de tráfego computadorizado? Pois é…ah, claro que vc vai falar do transporte coletivo, pois bem: naquela época os onibus expresso tinham prioridade no trânsito, de forma automática, já por semáforos controlados eletronicamente…com sensores no asfalto para dar prioridade aos ônibus…vc não sabia?

    Conheça mais esta magnífica cidade que adotou muitos como eu, que aqui estou há mais de trinta anos e não tenho a menor vontade de mudar.

  6. ODEIO ESSE LERNER.
    domingo, 27 de julho de 2008 – 23:51 hs

    CARA, NÃO POSSO NEM OUVIR FALAR NESSE LERNER.

  7. Iran Batistela
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 6:44 hs

    Este prefeito de não sei onde O Lerner é uma fraude, só ajudou os milhonários a ficarem mais milionários.

  8. Anônimo
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 8:21 hs

    O gentinha medíocre, você está certo Jose, deve ser despeito, pois quando o Requião é referência, sempre é pelo nepotismo e pelas brigas inúteis contra tudo e contra todos.
    Claro que cometeu muitos erros, mas foi, sem dúvida, um administrador adiante do seu tempo.
    Exemplos:
    A primeira rua fechada para pedestre;
    Preocupação com o aumento de área verde p/ habitante, hoje na moda em centenas de cidades.
    Primeira cidade no Brasil a ter canaleta exclusiva para ônibus;
    Criação da Cidade Industrial, chamada de campo de golfe pelo Requião;
    Atração das montadoras de automóveis e suas fornecedoras, lembrando que os céticos foram contra, hoje se ufanam do Porto de Paranaguá estar exportando até automóveis (entrevista recente do mano Eduardo).
    Teatro Paiol, Ópera de Arame, Pedreira, museu do Olho etc.
    Até na questão do pedágio, tão combatido, hoje o governo Lula acaba de conceder a BR 116 e 376, se tivessem sido pedagiadas quando das outras, a duplicação da 116 já estaria pronta evitando acidentes e perdas de vidas.

  9. Pinduca
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 9:42 hs

    Sim sim….
    Os recalcados estão à solta com críticas vazias, cara de pau e a costumeira ignorância de plantão.

  10. O Bocudo
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:02 hs

    Iran Batistela

    A inveja mata viu …. hauhauhauhauahuahuahua
    Q dorzinha d cotovelo!!!

  11. Deco
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:04 hs

    Tem gente que perde horas e tempo ainda se preocupando com JAIME LERNER, o homem já deixou a política a anos e a cada eleição o nome mais falado é o dele, de duas uma, ou ele foi tão bom que não o esquecem, ou ele foi tão ruin que não o esquecem! Mudem de disco ou vão cansar!

  12. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:09 hs

    É verdade Jose, são uns despeitados. Aposto que são do grupo do Requião, aquele que disse que a Cidade Industrial seria um campo de golfe ou como ave agourenta, tentou impedir a vinda das montadoras de automóveis para o Paraná.
    São medíocres que não enchergam um palmo adiante do nariz, enquanto o Lerner é um futurista, bem adiante do seu tempo.
    Exemplos da vanguarda:
    A primeira rua fechada do Brasil, a XV de Novembro;
    Maior área verde por habitante, com a criação de parques;
    Criação de canaletas exclusivas para ônibus, hoje copiada em dezenas de cidades.
    Criação da Cidade Industrial e atração de industrias, para diminuir a dependência econômica da agricultura;
    Criação do fundo previdenciário, também copiado por outros estados;
    Até na concessão das rodovias, tão criticada, acabou acertando, visto que o governo Lula acaba de privatizar a BR 116 e a 376. Curitibano, aqui da Rua Barão do Rio Branco, com pai dono de lojinha de roupas, para ser Consultor da ONU para cidades, deve dar uma inveja nos adversários. Arquiteto, respeitado no mundo inteiro. Deveria é receber as homenagens de todos nós paranaenses, como as que obtem

  13. eu, hein!
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:12 hs

    Ah, aquele governador que quase vendeu as universidades estaduais paranaenses pelo projeto de “autonomia” número 32? Aquele que emprestou dinheiro para arrumar as escolas estaduais…e…não arrumou. Ah, aquele que criou aquele mega evento de educação com mega salário? Aquele que construiu uns prédios culturais que não funcionam? POIs é, não está assim tão distante do REI-quião

  14. Ambrosio
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:14 hs

    Consiguiu vender o Banestado, Sanepar, Telepar, a Estradas… E tentou vender a Copel!!

    Belo safado

  15. Vinícius
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 10:18 hs

    Lerner foi o melhor prefeito que Curitiba já teve, isso é fato, não tem que contestar, ligeirinhos, biarticulados. lixo que não é lixo, CIC, parques entre outros.
    Será que os Requiões e PTs fariam melhor?

  16. Ricardo
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 11:05 hs

    Jaime Lerner é, sem dúvida o melhor prefeito que Curitiba tem HOJE. E isso desde os anos 70. Hum…

  17. alexandre paim
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 11:12 hs

    quem vendeu a copel foi o governo federal, o banestado vendeu para sanear as dividas deixadas pelo requiao e as estradas nao foram vendidas e sim feito um contrato de concessão que, aliás, não foi encontrado nenhuma cláusula que demonstrasse desvantagem ao estado, justamente por isso o governo não teve como romper unilateralmente o contrato e o governador Requião ficou famoso com a mentirosa promessa de que o pedágio acabaria ou abaixaria. escreveríamos muitas paginas durante alguns dias para listar tudo que Jaime fez pelo municipio de curitiba e pelo estado do paraná. é um tecnico, arquiteto presidente da UIA (união internacional dos arquitetos), escolhido por voto direto de arquitetos do mundo inteiro. sempre deu baile em Requião nas campanhas, tirando a de 85 roubada, bem a cara do nosso atual governador… venceu Requião no primeiro turno e foi aclamado pelo povo a ser prefeito em 88 na memorável campanha dos 12 dias.. tirou o estado de uma economia baseada seomente na agricultura, industrializou o estado e de tabela ainda deixou uma herança jamais vista em arrecadação de ICMS, a qual o duce usa como fossse resultado de sua administração. aliás quem nao lembra que requiao queria acabar com a renault para plantar milho nauqela área? é realmente uma disparidade muito grande querer comparar os dois.. some os tres mandatos do requião e não chegaremos aos dois primeiro anos de governo do jaime em vantagens para o estado… um abraço a todos e eternos agradecimentos de podermos ter tido um homem púbolico como foi Jaime Lerner.

  18. Beto Níquel
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 11:55 hs

    O melhor prefeito de Curitiba? Só se for a Curitiba da China, porque a nossa está uma tragédia. o Lerner devia convidar seu pimpolho, o Betinho Richa, e sumir prá Singapura, ou melhor, vão morar na casa deste prefeito paspalho lá dos EUa que apareceu por aqui.

  19. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 12:08 hs

    Para com isso o Eu, Hein, talvez você não tenha freqüentado o Teatro Paiol, a Ópera de arame, Museu do Olho, ou mesmo assistido show na Pedreira. Só assim para dizer uma sandice de que os prédios culturais criados pelo Lerner Não funcionam. Além de ter deixado, ao sair, Curitiba com a maior área verde por habitante de todas capitais brasileiras.
    Inveja pura, ou burrice congênita, estude mais e pare de ver só a Tv do Requião.

  20. rock
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 12:30 hs

    O problema que o Paraná, não é so Curitiba, o que esse puxa saco de milionario fez foi criminoso junto com o Ro$$oni, terminaram com o Estado e ainda se acham.

  21. Moshe
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 15:05 hs

    Curitiba, como toda província que se preza, é dominada, infelizmente, pela inveja e pelo rancor dos “proprietários” das muitas capitanias hereditárias que aqui ainda existem! Mesmo que a população tenha crescido muito, mesmo que tantos avanços tenham ocorrido e coisa e tal, jamais deixará de ser, no entanto, uma “roça” – “iluminada”, é bom que se diga, mas uma ROÇA!!!! Pena!

  22. Ricardo
    segunda-feira, 28 de julho de 2008 – 17:41 hs

    Pra todo Maluf, existe sempre uma Hebe.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*