Em defesa do nome dos bichinhos | Fábio Campana

Em defesa do nome dos bichinhos

Será lançado em Curitiba nos próximos dias o movimento em defesa dos nomes dos bichinhos para protestar contra uso de nome de bichinhos para denominar operações policiais contra a corrupção.

Já não bastasse o uso dos amiguinhos João de Barro e do amiguinho Gafanhoto, agora usam o nome da amiguinha Taturana, na operação que prendeu deputados em Alagoas.

Isto é revoltante diz o manifesto e conclama a população a dar um basta, pois o João de Barro, o Gafanhoto e a Taturana não merecem isto.


8 comentários

  1. CHICO DO BRACATINGA
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 16:17 hs

    Este movimento é levando a sério, em defesa dos animais pois o unico que causa dor é a tarurana Lagartas, rugas, mandorovás, marandovás, bicho cabeludo e
    taturanas identificam lagartas (larvas) de lepidópteros vulgarmente
    conhecidas como borboletas, de hábitos diurnos, ou
    mariposas, de hábitos noturnos. Os acidentes com lagartas de
    vários gêneros são comuns em todo o Brasil.
    A lagarta Lonomia ou simplesmente taturana, como é mais
    conhecida no sul do país, apresenta coloração marromesverdeada
    com listras longitudinais marrom-escuro e amarelo-
    ocre, cabeça cor de caramelo e espinhos ramificados e pontiagudos,
    em forma de “pinheirinhos” ao longo do dorso.
    Chegam a medir de 6 a 7cm. Dados das Regiões Sul e Sudeste
    indicam que existe uma sazonalidade na ocorrência desses
    acidentes, que se expressa mais nos meses de verão

  2. Sofia Dombroski
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 16:18 hs

    Até que enfim alguem se levanta em defesa dos bichinhos. O movimento ecológico tem que defender a flora e a fauna também. Não é possivel misturar os bichinhos neste mar de lama da corrupção. Vou assinar este manifesto.

  3. Creide da Noite
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 17:08 hs

    E quando lançam o movimento em defesa das bichinhas?

  4. Carla
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 17:52 hs

    É bom fazer e montar uma barraca na boca maldita e colocar o Doático pra cuidar da coleta de assintaruas, é uma pessoa apropriada pois é bichinho feio pra caramba.
    E falando em bichinco dando nomes as oprações caça corruptos, agora aminutos atras ei vi o Novo procurador entrando numa casa de vinhos da Voluntários da Pátria
    deve ser para comemorar o salário até o fim da vida.

  5. ApucaranaNow
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 18:40 hs

    Eu quero o direito de ser tratado como animal. Vão me defender, se me matarem será um crime inafiançável, vão cuidar do meu conforto térmico para que eu seja mais produtivo no trabalho, vai ter um ministério só para cuidar de mim, … enfim, é muito mais negócio ser animal do que humano.
    Viva o percevejo marrom da soja: Edessa meditabunda.

  6. jango
    sexta-feira, 11 de julho de 2008 – 19:12 hs

    Sou a favor do movimento, em homenagem a Esopo, La Fontaine e Monteiro Lobato.
    Vamos dar o nome aos bois, ops, aos canalhas, diretamente.

  7. Lucas Pelizaro
    sábado, 12 de julho de 2008 – 12:18 hs

    Ora, VÃO À MERDA.

  8. Leo
    sábado, 12 de julho de 2008 – 14:09 hs

    Façam-me o favor, vão à merda e não voltem.
    Onde já se viu um negócio desses…está preocupado com os bichinhos (preocupação até defensável) vá combater o tráfico e a venda clandestina de animais silvestres, ou adote um vira-latas para cuidar.
    Agora,se preocupar com esse tipo de coisa…é uma babaquisse sem tamanho de um monte de gente que não tem o que fazer!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*