Requião é sentenciado em ação de Scalco | Fábio Campana

Requião é sentenciado em ação de Scalco

Por unanimidade, a 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná sentenciou o governador Roberto Requião ao pagamentonde indenização no valor de R$ 40 mil em ação movida por danos morais, pelo ex-ministro Euclides Scalco (foto), através do escritório Breda Advogados Associados.

Em declarações públicas e gratuitas em fevereiro de 2007, após sua apertada vitória nas eleições por 10 mil votos, Requião usou a “Escola de Governo” e a TV Educativa, suas tribunas habituais, para inventar versões e macular as biografias do ex-governadorJosé Richa, já falecido, de Scalco, do prefeito Beto Richa e de seu irmão José Richa Filho.

Nelas, o governador acusou de forma leviana, sem provas, Scalco e o ex-governador Richa de terem intermediado o pagamento de R$ 10 milhões pelo DER à campanha de Beto Richa, em 2002. Tal
quantia teria sido paga pelo empresário Darci Fantin. Em nota oficial publicada pelos jornais, Fantin desmentiu o governador, o mesmo ocorrendo com os demais agredidos por Requião.

O julgamento da ação de Scalco foi iniciado em abril passado e na semana passada os três desembargadores da 9ª Câmara Cível do TJ lhe deram ganho de causa. Para o ex-ministro e coordenador da campanha de Beto Richa à Prefeitura, “fez-se justiça e o principal não é a indenização, mas o
mérito da sentença”.


10 comentários

  1. Leigo
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 15:59 hs

    Uma dúvida:

    ESte dinheiro, caso o processo já esteja finalizado, não sairá dos cofres públicos, né???!!!!!

  2. Von Winawurst
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 16:27 hs

    Leigo. AÇÃO DE INDENIZAÇÃO NÃO TEM FORO PRIVELIGIADO. É DO BOLSO DO
    INQUILINO DO PALÁIO OU DE AMIGO DELE.

  3. J. A. REZZARDI
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 16:37 hs

    Congratulaçoes ao sr. Scalco. Um cidadão sudoestino de caráter íntegro, político honrado, que nos envaidece. Está certo em mover ação de danos morais contra o governador Requião. O homem não respeita ninguém, acha que pode acusar todo mundo. Não é assim, há que pagar pelos erros que comete. Parabéns ao ex-ministro Euclides Scalco. Continua merecendo a minha admiração. Quem não deve não teme. Avante!

  4. zthox
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 16:58 hs

    É isso aí Scalco…

  5. José Luiz Malveri
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 17:10 hs

    Engraçado como o Poder Judiciário ama o Requião. Tenho uma ação de indenização desde 1995 parada no TJ. Já ganhei na 4ª Vara Cível, mas o réu entrou com um Recurso de Apelação. Espero há 13 anos. A do Scalco saiu em pouco mais de 1 ano!!!

  6. Rock
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 20:49 hs

    Contra Requião as força do mal se unem sr. José Luiz Malveri.

  7. terça-feira, 24 de junho de 2008 – 0:01 hs

    Até qdo haverá impunidade no setor público ? Até qdo um ser poderá agir de maneira irresponsável e virulenta contra os cidadãos e governates de nosso estado ??

  8. Justiça
    terça-feira, 24 de junho de 2008 – 10:30 hs

    A Justiça tem que comecar a ser feita no Braisl.
    Quanto mais casos como esses forem julgados e os culpados devidamente multados é quem vamos comecar a ter o interesse na politica.
    A impunidade precisa ter um fim.
    Parabens ao Dr. Escalco por mais uma lição de integridade ao Povo do Paraná.
    Nos lembrando da grandeza que foi José Richa

  9. Late que o resto....
    terça-feira, 24 de junho de 2008 – 10:54 hs

    O Requião sempre disse:

    “Quando o cachorrão late o resto foge”!

    Parece que a frase de (d)efeito não tem funcionado ultimamente!

    Dizem que o caminho para ele não morrer na miséria, pois processos de calunia e difamação contra não faltam, é aprender a “morde a língua”, mas correndo o risco de até que isto aconteça (ficar menos diarréico verborrágico) acabe com ela amputada, o que também resolveria o problema.

  10. TAMBOARA
    terça-feira, 24 de junho de 2008 – 11:20 hs

    QUERO VER O GUARDA BELO FABRICAR MAIS UMA NOTA FRIA DAQUELA EMPRESA DE MANDIRITUBA PRA PAGAR MAIS ESSA INDENIZAÇÃO DO REIQUIÃO.

    O TEMPO É O SENHOR DA RAZÃO E QUIÇA DA MORALIDADE.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*