PT pede suspensão de propaganda de Beto Richa | Fábio Campana

PT pede suspensão de propaganda de Beto Richa

O PT deu entrada em representação com pedido de liminar para que a Justiça Eleitoral suspenda nova veiculação do programa partidário do PSDB hoje e no dia 30, sob a alegação de propaganda eleitoral extemporânea.

A inserção foi ao ar no dia 25.06.08 e faz divulgação da candidatura de Beto Richa à reeleição na Prefeitura Municipal de Curitiba, bem como sua aparição defendendo ou comentando os programas da municipalidade. O pedido ainda menciona a aplicação de uma multa no valor de R$ 200.000,00 por comercial.

A representação encontra-se com o Dr. Renato Lopes de Paiva, Corregedor Eleitoral em exercício, que deverá apreciá-la.


4 comentários

  1. Pavão Vermelho
    sexta-feira, 27 de junho de 2008 – 17:21 hs

    Beto nem precisa agora colocar propaganda no ar, é so esperar a data correta, deixa esse povo pra la, eles estão em desespero.
    Mostrar o que o povo ja sabe, vamos para o segundo mandato, o que falta fazer.
    Ok.

  2. Mano da Vila
    sexta-feira, 27 de junho de 2008 – 19:52 hs

    PT trabalhe mais! Ninguém aguenta mais esta guerrinha para acabar com o bom trabalho alheio.

  3. Marqueteiro oficial
    sexta-feira, 27 de junho de 2008 – 20:15 hs

    Acabei de ver os tais comerciais e confesso que senti náuseas. Nunca pensei que o Beto Richa fosse um oportunista como pareceu nas vinhetas. Vá de retro, coisa de pessoa que pensa que está acima de tudo. Pior, muito pior que o Requião.

  4. Vigilante do Portão
    sábado, 28 de junho de 2008 – 11:21 hs

    Bateu o desespero nos adversários. Se o Beto puder apresentar o que está fazendo em Curitiba não vai ter para nenhum dos concorrentes.
    Não vejo protestos contra a “gazetona” que todo santo dia dá ampla divulgação para a Gleise e apresenta páginas inteiras de matérias prejudiciais ao prefeito.
    Hoje, por exemplo, o Caixa Zero fala da falta de licitação das linhas de ônibus de Curitiba; Não comenta nada das linhas estaduais ou das nacionais, em todas elas deveria haver licitação.Também não comenta o caso das outras capitais dos demais estados. Será que em todas elas fizeram licitação?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*