Quem foi o idiota? | Fábio Campana

Quem foi o idiota?

Ontem, Carlos Moreira, do PMDB, anunciou que o ensino de Curitiba tinha despencado na avaliação do Ideb. Informação falsa. Curitiba subiu de 4,7 para 5,2 no Ideb. Cabe a pergunta: quem foi o idiota que passou os dados errados do Ideb para o Carlos Moreira Junior, levando-o a se pronunciar de forma errada e a pagar o maior mico deste inicio da campanha eleitoral?

Será?


11 comentários

  1. Pupilas do Reitor
    sábado, 21 de junho de 2008 – 10:50 hs

    Eu acho que foi o Doático Santos quem passou essa informação. Caso contrário, foi a Tereza da Latinha…

  2. Indignado
    sábado, 21 de junho de 2008 – 10:58 hs

    Desconfio que foi o José Lemos, presidente da APP Sindicato. Ele está tão empenhado em bajular o governador e o irmão secretário de educação que pode ter confundido as coisas: tira o mérito da rede municipal e credita-o à rede estadual. Acredito, inclusive, que ele seria o candidato perfeito a vice do Moreira. Afinal, os dois confundem muitas coisas. A pior confusão do Lemos é fazer parte do governo Requião e se dizer presidente do Sindicato dos professores e funcionários do Estado do Paraná.

  3. sábado, 21 de junho de 2008 – 11:20 hs

    E quem disse que não estava certo? Quem o acusa de blefe, experimente passar nas escolas Públicas por um dia apenas… são todos um bando de alienados, professores com grande problemas psicológicos, abalados, extressados…. Os caros colegas acusam quem diz que o ensino não está bem… dizem isso porque só conhecem a realidade de grndes escolas, ainda mais privadas!!!! Convido aos caríssimos a passarem nas aulas práticas numa sala de 40 alunos que se tem 9 e conversando, namorando, telefonando, entrando e saindo, passando música via bluetooth, ouvindo música e a no intervalo ouvir os demais professores reclamando, reclamando, comentando os casos de aberração que acontecem durante o que seria uma suposta aula… e mais, no fim do ano os alunos que nem sequer atingem a média (1,0) um, tem que ser aprovado para não diminuir a verba que o governo repassa aos centros alienantes outrora escolas.
    FAÇAM UMA VISITA A ALGUM COLÉGIO PÚBLICO, não pra falar com os diretores, mas fiquem nas aulas, façam isso e depois comentem, só assim saberão o que falar!

  4. jango
    sábado, 21 de junho de 2008 – 11:26 hs

    Acorda, Moreira !

  5. CLOVIS PENA
    sábado, 21 de junho de 2008 – 11:43 hs

    O homem é do ramo e tendo sido reitor, deve saber os indicadores educacionais. Será que não é o Ideb que está errado?
    Se a premissa é a mesma, vamos confirmar os nomes: Anibelli ou Belinati ?

  6. Entropia!
    sábado, 21 de junho de 2008 – 11:52 hs

    A ENTROPIA DOS FUNDAMENTALISMOS!
    Eu como humanista respeito à multiculturalidade, as diversidades e por isto rejeito qualquer fundamentalismo de cunho religioso ou não que levem a supor a existência de um “povo especial”, messianicamente ideologicamente escolhido para comandar o todo, como também renego o conceito de raça, já que está mais do que provado que a miscigenação é a constante.

    Embora seja agnóstico ao não professar nenhuma das crenças institucionalizadas e acreditando que todas elas levam a divisão da humanidade em guetos culturais altamente preconceituosos e excludentes nas suas interações com os demais, cultuo a vida.

    Neste mundo a verdade, embora o discurso superficial das religiões sejam o do amor e da paz a realidade de seus atos nos levam a ver o culto aos “deuses da guerra”.

    É só acompanhar o noticiário e ter uma visão minimamente crítica para enxergar monges “budistas” tocando fogo nas vestes dos adversários, às vezes também “budistas”, para ver os hebreus, que também se acham “o povo escolhido”, orar pela morte de seus “inimigos” em frente ao “Muro das Lamentações”, como é terrível ver o que os “cristãos” católicos fizeram na Servia contra os mulçumanos e ver estes no combate aos evangélicos norte americanos se explodindo no meio de populações civis “em nome de Alá”, é apavorante ver os norte americanos partindo para a “guerra santa” em nome da “democracia cristã ocidental”, já que “o Destino Manifesto deixou claro que eles também são o povo escolhido por Deus para governar o mundo”.

    Em nome de Deus, Jeová, Alá, Buda, Maomé, Cristo, etc. já mataram mais gente que todas as epidemias que assolaram humanidade!

    É claro que por trás destes fanatismos que engolem a maioria incauta existem sempre grandes motivos políticos econômicos das elites, que sustentados pelas armas usam a “religião” como um dos meios a hegemonização de “valores” para unificação dos exércitos.

    “O diabo é o Deus que protege os meus inimigos” é a máxima sempre seguida e a “morte aos infiéis” é sempre o próximo passo!

    Na política parlamentarista burguesa não e diferente e já começamos a ver a criação dos novos “deuses e demônios” no processo que se aproxima e na construção dos discursos sofistas de ataque maniqueisticamente nele os aliados são “poços de virtudes” e “os inimigos somente tem defeitos”.

    A “demonização” do inimigo é vital neste processo nada dialético de imposição de idéias, aonde “os fins justificam os meios”!

    “Os circos mambembes de horrores já começam a levantar as lonas”!

    Em vez que levarem o debate constante de uma forma critica construtiva na busca de soluções pelo processo da radicalização democrática, aonde a participação popular fosse o centro de decisão, preferem a forma “tradicional” ao imporem conceitos e preconceitos ao povo e este cada vez mais disperso e descrédito com tudo.

  7. Kadu
    sábado, 21 de junho de 2008 – 12:55 hs

    a candidatura do marionete do desvairado é o mico…

  8. Indignado
    sábado, 21 de junho de 2008 – 14:18 hs

    Perguntar não ofende:
    O coodenador da campanha do Moreira não é o “melhor” secretário de educação do planeta?

  9. Indignado
    sábado, 21 de junho de 2008 – 14:22 hs

    Perguntar não ofende:
    O coordenador da campanha do Moreira não é o “melhor” secretário de educação do planeta?

  10. Lionel
    sábado, 21 de junho de 2008 – 17:36 hs

    Deve ser gente da turma do maurício. Pra ter um cara de nome JOJO (ou coisa assim) que é um tapado no comando da secretaria não dá mesmo.

  11. Marqueteiro oficial
    sábado, 21 de junho de 2008 – 18:08 hs

    Ih rapaziada, sinto ser sempre do contra, mas com uma média desta Curitiba deveria é sentir vergonha e o Beto botar a viola no saco e se mandar para o Country. Não sei o que eles estão comemorando, é deprimente saber que nossas crianças só alcançam metade do potencial. Tô fora com a tucanada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*