O caldo engrossou na Boca Maldita | Fábio Campana

O caldo engrossou na Boca Maldita

Agora, na Boca Maldita, a barra pesada do PMDB, dirigida por Doático Santos, tenta derrotar na prática a decisão do juiz eleitoral que proibiu manifestações ali e em outros lugares da cidade.

A Guarda Municipal acompanhada de advogado do PSDB, Jorge Piloto, procurou impedir a manifestação e a distribuição do panfleto assinado pelo Comitê Assuntos de Curitiba que acusa os partidos que apóiam Beto Richa de ter recebido dinheiro em troca.

O caldo engrossou. Doático Santos reagiu, peitou o advogado. Apareceu, então, um oficial de Justiça com mandado de busca e apreensão da Justiça Eleitoral para impedir a manifestação e a distribuição dos panfletos.

É a campanha eleitoral, que legalmente só começa no dia 6 de julho.


11 comentários

  1. CLOVIS PENA
    sábado, 21 de junho de 2008 – 11:53 hs

    Alô, justiça:

    Maiakovski: Na primeira noite, eles se aproximam e colhem uma flôr………

  2. Jorge Cara-Preta
    sábado, 21 de junho de 2008 – 13:30 hs

    Ordem judicial. Cumpra-se. Se há desrespeito à lei, faça-se justiça. Porém, um erro não pode ser corrigido mediante outro erro. A guarda municipal não possui competência para esta atuação! A Constituição Federal é clara na atribuição de competências dos órgãos que compõem o sistema de segurança pública no Brasil. Portanto, senhores do poder, deixem a GM cuidando dos próprios do município que é sua função. Estão cometendo um ilícito na coibição de outro. Policiamento ostensivo e preservação da ordem pública compete à Polícia Militar.

  3. Aprende
    sábado, 21 de junho de 2008 – 14:28 hs

    Esse Jorge Piloto é corajoso mesmo, enfrentou o Doático de igual pra igual, enquanto o pessoal da Justiça Eleitoral registrava tudo com cameras de foto e video.
    Enquanto isso, Doático mandava sua tropa de choque juvenil seguir e amedrontar o pessoal do TRE, tem funcionário que até cercado e ameaçado foi, de testemunha o pessoal do Hotel Del Rey ….

  4. Jorge Piloto
    sábado, 21 de junho de 2008 – 15:13 hs

    Doático Santos, candidato a vereador em Curitiba pelo PMDB, reiteradamente vem descumprindo decisões judiciais, achando-se acima de todos e acima da lei.
    Agindo desta forma deverá despertar o interesse da Justiça Eleitoral, bem como dos eleitores curitibanos, pois se descumpre desde agora decisões judiciais em seu desfavor, imaginem se quando for vereador…
    é bom o eleitor acordar e conhecer a pessoa de Doático Santos e não votarem em alguém que se acha acima da lei, vez que é “protegido” do governador.

  5. Mano da Vila
    sábado, 21 de junho de 2008 – 15:44 hs

    Doácido nada Santos deveria ir à igreja e se confessar. Deveria refletir sobre o que faz ou deixa de fazer. Deveria se livrar das pequenas paixões e se dedicar a praticar o Bem. Deveria respeitar decisões judiciais assim como prega o oni-governador Requião Chaves. Deve amadurecer, crescer e não manter o comportamento infanto-juvenil de sua época de adolescente rebelde. Está mais do que na hora de ser tornar adulto, um homem de valor.

  6. Pablo
    sábado, 21 de junho de 2008 – 15:54 hs

    ESSE EO DOATICO VELHO DE GUERRA
    TRUCULENTO E AGRESSIVO A CARA DO MDB VELHOR DE GUERRA RSRSRS
    UM COMPANHERAÇO DO CANGUIRI

  7. Aprende
    sábado, 21 de junho de 2008 – 16:04 hs

    Caro Jorge “Cara Preta’,
    Só para informação: O coitado do Oficial e Justiça e a equipe do TRE bem que tentaram contar com o reforço policial para cumprir a liminar. Agora, pergunta se o Bob-Req autorizou ? Que nada ! É a policia militar servindo o interesse particular do Governo, pode ? E depois tem gente que fala que a PM é independente ….

  8. Jonas do Bacacheri
    sábado, 21 de junho de 2008 – 18:32 hs

    Doatico, go home! seu pulha, vê se pelo menos justifica o alto salário que o Greca te paga na Cohapar. Vá trabalhar, doatico!

  9. Amarildo
    sábado, 21 de junho de 2008 – 21:58 hs

    Tem certas coisas que não conseguimos entender. Vamos lá: Não vivemos num Estado democrático de direito:? Todos nós não temos o direito de nos manifestarmos? Todos não temos o direito , mesmo com a possibilidade de sermos processados, de nos manifestarmos? Onde está portanto o erro? Quando não ficamos satisfeitos com qualquer manifestação que não nos agrade vamos para o debate. O que não dá é para ficarmos raivosos e irmos contra a democracia. Ou queremos de volta aqueles tempos em que não se podia discutir nada? É só escolher. O que queremos? Depois não reclamemos. Não é verdade?

  10. Lalau & Lobo Filho
    sábado, 21 de junho de 2008 – 22:50 hs

    VIVA O DOATICO…PRA COMBATER OS PLAYBOYS DE HARLEY DAVIDSON – SÓ O DOATICO MESMO….DESSA VEZ SERÀ ELEITO VEREADOR COM UMA TREMENDA VOTAÇÃO….PRA DESESPERO DOS SENHORES DE ENGENHO CURITIBANOS…

  11. Jorge Cara-Preta
    domingo, 22 de junho de 2008 – 1:30 hs

    Camarada Aprende: Boa hora para aprender! A PM não pode, a GM não pode. Lei é lei e deve ser para todos. Governador ou prefeito. A lei não diz que a GM pode atuar . Então, não pode. Simples como deve ser. Não sou eu. Nem você, nem o político. A Constituição Federal. Compreendeu?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*