Gleisi no Tatuquara | Fábio Campana

Gleisi no Tatuquara

A campanha só começa no dia 6. Oficialmente. Mas os candidatos estão em campo. Gleisi Hoffmann percorre os bairros mais distantes do centro de Curitiba para cumprimentar pessoas, conversar com lideranças, receber sugestões. Hoje esteve no Tatuquara, área das mais pobres e violentas da cidade.


4 comentários

  1. Marqueteiro oficial
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 20:55 hs

    Então ela deve ter percebido como o prefeito Beto Richa só governou para os amiguihos do centro. Tá uma tragédia percorrer de carros todos os bairros de Curitiba. é uma vergonha esta prefeitura tucana.

  2. Jurema
    segunda-feira, 23 de junho de 2008 – 22:38 hs

    Parabéns, Gleisi! Você faz a diferença e tenho muita esperança de que teremos um futuro melhor para nossa gente com uma prefeita com seu olhar para os bairros da cidade.

  3. Lupa
    terça-feira, 24 de junho de 2008 – 10:33 hs

    E há quanto tempo ela está estudando os problemas da periferia de Curitiba? Suas reais necessidades?
    O sr. Beto Richa pode não ter resolvido todos os problemas, mas que fez muito, isso fez e está visível aos olhos de todos.
    Quem falar o contrário é porque não anda pelos bairros. É só perguntar, por exemplo, para os moradores do Novo Mundo, Vila Guaira, Vila Cubas e dezenas de outros bairros.
    Avenida Brasília esperava uma reforma há mais de vinte anos, que só saiu agora. E está uma maravilha!
    Portanto, outro para assumir o posto de prefeito, precisa ter vontade política, competência e deixar o proselitismo de lado e trabalhar.
    Não adianta aparecer só em época de eleição.

  4. Vigilante do Portão
    terça-feira, 24 de junho de 2008 – 12:48 hs

    Como eu gosto de eleição. É um tal de pegar criança no colo, de visitar a periferia, de criticar o que não está feito.
    Em todos os anos anteriores D. Gleise só visitou o Batel e outros bairros chiques; Agora lembrou que existe periferia, aliás, como em qualquer outra cidade do país.
    Constatar que não asfaltaram as ruas ou que não disponibilizaram água e esgoto é demagogia pura. Bem própria do PT.
    Vejam o caso de Porto Alegre, administrada por anos pelo partido da candidata, a periferia é bem pior que a de Curitiba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*