Fraude explica | Fábio Campana

Fraude explica

André VargasAndré Vargas alega que os 31 nomes de vigilantes da Universidade estadual de Maringá utilizados como doadores de sua campanha eleitoral em 2006 não passam de enorme equívoco.

Ora, pois, os vigilantes descobriram a farsa quando um deles colocou o seu nome no google e descobriu que estava na lista de doadores. logo viu que os de seus colegas também. E procuraram todos um advogado para processar Vargas, que entrou em silêncio obsequioso. Não dá entrevista.


11 comentários

  1. Cajucy Cajuman
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 11:42 hs

    Lamentável. É por essa e por outras que a classe política está cada dia mais negra que às asas da graúna. Até tu Vargas. Esses arranjos – ou seriam desarranjos? – não é qualquer explicação que justifica, não é mesmo? Feio. Muito feio!

  2. Gerson
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 12:00 hs

    Desculpas esfarrapadas convencem o eleitorado? Convencem os filiados do seu partido político? Convencem o próprio deputado? É isso que coloca os políticos em fase decadente nas pesquisas de opinião pública. Se o cidadão cometer esse engano ele irá para a cadeia, preso.

  3. Ilario
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 13:37 hs

    André Ilário é o nome. Agora é hora de ver a Procuradoria Eleitoral atuar. Ou vai esperar?

  4. Chuck Norris
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 14:28 hs

    O Google é meu pastor e nada me faltará!

  5. terça-feira, 17 de junho de 2008 – 14:28 hs

    Será que a doação da Triunfo também foi engano.
    Empresário ligado ao pedágio fez doações
    O sócio-proprietário da Construtora Triunfo e da Triunfo Participações e Investimentos Ltda., que detém 49,99% das ações da Empresa Concessionária de Rodovias do Norte (Econorte), Luiz Fernando Wolff de Carvalho, é o que encaminhou a maior doação para a campanha do deputado federal eleito pelo PT, André Vargas.

    A Econorte opera três praças de pedágio no Paraná (Jataizinho, Jacarezinho e Sertaneja) e teve os contratos verificados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Pedágio, instaurada pela atual legislatura da Assembléia Legislativa e presidida por Vargas. A CPI, realizada no primeiro semestre de 2003, não detectou qualquer irregularidade nos contratos firmados entre o governo do Estado e seis concessionárias.

  6. Direto!
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 15:15 hs

    OS CARAS SÃO MUITO VACILÕES MESMO.

    ACHAM QUE ESTÃO ACIMA DE TUDO. AÍ VEM O FRANCENILDO, OS COITADOS DOS VIGIAS, QUE ALGUEM (POSSIVELMENTE O SEU EMPREGADOR) E COLOCOU OS DADOS DELES PARA FIGURAREM COMO DOADORES DE CAMPANHA.

    A LÍNGUA “PLESA” DO DEPU VAI MELHORAR NA HORA.

  7. Serpente Vigilante
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 16:04 hs

    Nenhuma surpresa. A cada dia fica provado com mais evidência que os antigos incorruptíveis do PT, tanto quanto os demais saneadores esquerdistas, são mais poluídos
    e aproveitadores do que quaisquer outros. Não têm vergonha na cara, além de praticar sujeira com atos e dinheiros, mentem descaradamente, não reconhecem os próprios erros e desvios, e nos tratam como se tivessemos os mesmos milimetros de cortex cerebral que eles portam. Ainda viverei, se Deus permitir, o dia em que seus filhos se envergonharão dessas atitudes.

  8. Jaques
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 17:58 hs

    E esse PT quer se manter no poder com mais 1 mandato pro Lula e quer governar Curitiba, mesmo fazendo o que fez em Londrina> Sai Fora PT. André Vargas, um recado: A Casa Caiu!

  9. Vigilante do Portão
    terça-feira, 17 de junho de 2008 – 19:10 hs

    Está mais do que provado, essa turma do PT é boa de fraude. Em qualquer esfera de governo

  10. BAIANO
    quarta-feira, 18 de junho de 2008 – 0:08 hs

    MAIS UMA DO PARTIDO DA “ÉTICA”, ESSES BANDOS DE CORRUPTOS TEM QUE CAIREM, O VARGAS TAMBÉM NÃO SABE DE NADA? HAHAHAHA

  11. Charmosa Neto
    quarta-feira, 18 de junho de 2008 – 12:04 hs

    Vargas Ilário – Tú é mesmo muito vacilão – Onde já se viu depois de tanta malandragem de alto gabarito que sabemos ser você muito capaz, muito mais do que o Requião, deixar-se cair nesta esparrela? – Bem diz o ditado: Malandro demais se atrapalha….

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*