Com a adesão do PPS, Beto Richa fecha arco de alianças | Fábio Campana

Com a adesão do PPS, Beto Richa fecha arco de alianças

Beto RichaNa terça, em Brasília, reúnem-se os caciques nativos do PSDB, PDT e PPS para firmar o acordo definitivo em favor da reeleição de Beto Richa.

Tudo foi acordado. Se ninguém recuar, se não houver divergências numéricas e ninguém faltar com a palavra empenhada, retornam todos na mesma canoa.

É o resultado do esforço concentrado de Beto Richa para evitar candidaturas que possam dividir os votos e levar a eleição para o segundo turno em Curitiba.

Desde o inicio contou com a adesão do PDT de Osmar Dias e Luiz Carlos Martins. O PP de Ney Leprevost só espera data propícia para anunciar a sua. O DEM de Osmar Bertoldi está em conversações com Osmar Dias, do PDT. Faltava, apenas, convencer o PPS de Rubens Bueno a entrar na grande aliança contra o PT e o PMDB de Requião. Entrou.

Fica agora o suspense sobre quem será o vice, que continuará em aberto. Não será anunciado amanhã.


3 comentários

  1. CLOVIS PENA
    domingo, 8 de junho de 2008 – 5:01 hs

    Um analista de plantão da boca maldita pintou um quadro revolucionário! Devidamente acertado com Pessuti, Requião renunciaria para sair candidato a Prefeito de Curitiba. Continuaria tendo apoio do PT para ajudar a colocar o PT no governo do Estado em 2010.
    Os candidatos a vereador tomariam um porre em comemoração!

  2. Nestor
    domingo, 8 de junho de 2008 – 18:53 hs

    Clovis é uma pena. O prazo legal da renúncia já passou foi no dia 05.06

  3. zezinho da cidade
    segunda-feira, 9 de junho de 2008 – 0:29 hs

    Que pena que não seja verdade, pois seria a
    oportunidade do Requião ficar sem mandato,
    com certeza teria que contratar uma banca de jurista de 1* linha para não terminar seus
    dias atraz das gardes.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*