Juiz proíbe marcha da maconha | Fábio Campana

Juiz proíbe marcha da maconha

Pedro Luís Sanson Corat, juiz de direito da Vara de Inquéritos Policiais de Curitiba, pediu ao prefeito Beto Richa que ajude a impedir a manifestação que tomou o nome de “Marcha da Maconha” e está programada para o dia 4, domingo, no Largo da Ordem, às 14h00.

O juiz oficiou a Secretaria de Segurança Pública, a PM, a Secretaria Antidrogas. O evento foi proibido pela Justiça em Cuiabá, João Pessôa, Salvador e agora em Curitiba. Deve acontecer nas outras capitais.

Mais informações no site do movimento.


2 comentários

  1. Foi Mal aê
    sexta-feira, 2 de maio de 2008 – 20:06 hs

    Que hipocrisia.
    Não acabem com as marchas, acabem com o trafico.
    Bando de demagogo.
    Vou apertá mas nao vô acendê agora..
    saco aê

  2. Marta Bellini
    sábado, 3 de maio de 2008 – 9:27 hs

    Se fosse na Má-ringa não só proibiriam como acenderiam a fogueira para queimar a maconha com os usuários…..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*