Funcionários pedem auditoria no IPMC | Fábio Campana

Funcionários pedem auditoria no IPMC

Funcionários estatutários do IMPC querem que o prefeito Beto Richa monte comissão de auditoria na instituição para apurar irregularidades nas aplicações financeiras dos recursos da poupança dos funcionários publicos do municipio.

Se não forem atendidos, vão ao Ministério Público.


9 comentários

  1. Que beleza
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 10:51 hs

    E quem recebe no IPMC? Lá não está a ex-vice-governadora e chefe de Giovani Gionédis, Emilia Salles Belinati?
    A mulher que foi vice-governadora por dois mandatos de Jaime Lerner?
    Triste sina a dos Belinatis.
    Serem investigados toda gestão.

  2. Sérgio Authay
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 10:52 hs

    Deve ser aquele esquema que o Requião denunciou. Voce aplica o dinheiro da poupança dos servidores num banco privado e eles devolvem 8% por fora. Esta prefeitada do interior então esta enchendo as burras. E o MPE esta fazendo o que?

  3. sergio
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 11:47 hs

    A Emília trabalha no ICS, e não no IPMC.

  4. silvia
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 14:42 hs

    Ei, vamos com calma.
    Pelo que sei a Emilia trabalha no Instituto Curitiba de Saúde – ICS. Votei nela pra deputada estadual e na chapa do Lerner, as duas vezes. Ela deixou saudades pelo seu jeito acessível e o comportamento ético e
    transparente, honrando a confiança dos seus eleitores. Se quisermos ser justos, não pode ser outro julgamento.

  5. Eliza Oliver
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 16:34 hs

    O que sei é que Emilia trabalha no ICS. Gostaria de perguntar para a primeira pessoa que fez aquele infeliz comentário sobre Emilia, que é uma pessoa tão íntegra, transparente e ética. Por que lançar o nome dela na mídia mais uma vez e sem verificar a veracidade da informação? Eu acho que é digno de um processo de assédio moral, mas sabemos que ela jamais tomaria esta atitude pois é uma mulher cristã e virtuosa. Eu a admiro muito e votarei quantas vezes ela estiver na disputa eleitoral para qualquer cargo, pois eu confio inteiramente e a respeito muito pela pessoa maravilhosa que ela é.
    Peço a Deus que abençoe a vida deste leitor e que lhe dê discernimento e sabedoria na próxima vez que quiser falar/fazer algum comentário injustamente e sem provas.

  6. Não a vi
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 16:49 hs

    Olhando a vida de Antonio Belinati hoje na TV Assembléia não encontrei a imagem da esposa ao lado do marido.
    Só a do sobrinho e do filho, mais alguns depoimentos de cabos eleitorais.
    O que aconteceu para Emilia Belinati não aparecer na cena da família na TV Assembléia, já que foi deputada estadual também.

  7. Comentários
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 16:50 hs

    Belos comentários sobre Belinati aqui:
    http://www.fabiocampana.com.br/?p=3568#comment-5227

  8. Ramón Mayer
    sexta-feira, 9 de maio de 2008 – 19:33 hs

    Estas notas “plantadas” denotam o desconhecimento do assunto, certamente com intenção de criar factóides em um ano político. O funcionamento do IPMC é vinculado a um conselho fiscal e um conselho de administração, formado por representantes dos servidores de carreira, sindicado dos servidores, aposentados e câmara dos vereadores. O Fundo Previdênciário é regularmente aplicado financeiramente, inclusive por imposição legal, pois deve gerar dividendos de forma a permitir as aposentadorias e pensões futuras. Além disso o funcionamento do IPMC está subordinado controle externo do Tribunal de Contas e do Ministério da Previdência Social.

  9. Paulo Duarte Ribas
    sábado, 10 de maio de 2008 – 13:06 hs

    Papo furado. IPMC, antro de rombos da prefeitura municipal de Curitiba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*