Dupla atribuição | Fábio Campana

Dupla atribuição

A Corregedoria do Tribunal de Contas vai apurar o caso de Tatiana Bove Iatauro. Ela é funcionária do Tribunal, encarregada de uma das Inspetorias de Controle Externo que fiscaliza o Poder Executivo, e ao mesmo tempo é conselheira remunerada do Conselho de Administração da Sanepar.

Tatiana Iatauro é mulher de Rafael Iatauro, chefe da Casa Civil do governo Requião. A batata quente está nas mãos do corregedor-geral do TCE, Fernando Augusto Mello Guimarães, que vai questionar Tatiana Iatauro sobre a duplicidade de atribuições que faz dela, ao mesmo tempo, agente fiscalizador e conselheira e ordenadora de despesas na estatal.

Há quem defenda que todas as decisões das quais ela participou desde que assumiu o posto na Sanepar possam ser levadas ao Judiciário para contestação de sua validade e eficácia.


5 comentários

  1. beto
    domingo, 4 de maio de 2008 – 21:05 hs

    Caro Fabio; não quero acreditar nesta notícia, por varias razões,a principal seria se o Conselheiro chefe dessa inspetoria fosse sorteado para analisar as contas dessa empresa publica e aí como fica? se for verdade volto aqui a dizer;onde está essa gracinha de Ministério Publico que não atenta para esses desmando ?

  2. elizete souza
    domingo, 4 de maio de 2008 – 22:10 hs

    AS INSTITUIÇÕES FALIDAS – É preciso que
    o povo brasileiro deixe de se iludir com essas
    instituições que não passam de cabides de
    emprego e ninhos de marajás – Trib. Contas,
    Min. Pco., etc,etc………………………………..

  3. SERÁ FEITO ALGO???
    segunda-feira, 5 de maio de 2008 – 9:39 hs

    É IMPOSTANTÍSSIMO QUE SEJA FEITO ALGO PARA APURAR ESTE FATO E QUE SEJA LEVADO A PÚBLICO, PARA QUE TODOS TENHAM CONHECIMENTO DE QUEM TEM “ARREGO” SE DÁ MUITO BEM!
    E QUE SE PROVADO A ILEGALIDADE SEJA DEVOLVIDO TODO O DINHEIRO RECEBIDO!
    VAMOS FICAR EM CIMA GENTE!!!!!!

  4. Romero
    segunda-feira, 5 de maio de 2008 – 13:57 hs

    É a velha oligarquia patrimonialista em ação e eles de tanto “mamarem” no erário já não sabem mais diferenciar o que é público do que é privado.

    Está história, que sinceramente espero que seja somente uma estória, representa a mesma coisa que “deixar o cachorro tomando conta da carne”!

  5. sítio do requião
    segunda-feira, 5 de maio de 2008 – 14:35 hs

    Fora a mulher do Iatauro, tem a filha que é chefe do RH do Tribunal. Que também é conhecida como CUCA, aquele personagem do Sítio do Pica-pau Amarelo. Porque, além de chata e incompetente, é feia o que dói, já repararão no narizinho da moça. E o nepotismo continua, nas repartições públicas.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*