Duas horas de comercial e pauleira na escolinha | Fábio Campana

Duas horas de comercial e pauleira na escolinha

A escolinha de hoje dedicou duas horas da TV Educativa a um comercial da Secretaria de Educação e especialmente sobre o funcionamento da televisão laranja seguido de destemperada pauleira na imprensa por Maurício Requião, o irmão caçula que ocupa a Secretaria de Educação, o que faz pensar que a educação pública no Paraná está mal, muito mal.

O salseiro terminou com mensagem gravada do próprio governador Requião com acusações à imprensa e principalmente contra a RIC TV e seus diretores, nos termos que Requião costuma usar quando não consegue rebater a crítica e decide desqualificar quem critica.


13 comentários

  1. Vigilante do Portão
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 12:56 hs

    É de uma incompetência ímpar, levar mais de um ano para instalar as TVs e fazê-las funcionar.
    Se é que vão funcionar.

  2. ana regina santos
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 14:29 hs

    MAURÍCIO NA UNIVERSIDADE – NINGUEM SABE COMO ELE CHEGOU AQUI, FALAM NUM CONCURSO QUE ELE TERIA FEITO EM MINAS GERAIS???
    O CONCURSO AQUI É: ENCONTRE UM
    ALUNO DO MESMO!!!!!!!!!!!!!!!!!MAS, CONTINUA NA FOLHA DE PAGAMENTO??

  3. felipe Deisermann
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 15:20 hs

    Prezadíssimo Sr Fábio:
    É sempre reconfortante ler os seus comentários isentos. Imagine a audácia desse secretário querer agora criticar a classe midiática, apenas por ter encontrado a pauta de um jornalista da RICTV com orientação do pauteiro para fabricar a qualquer custo uma matéria contra as TVs larajanjas. É importante lembrar a essas pessoas que somente os doutos jornalistas podem criticar e fabricar verdades e mentir.
    Abraços do seu admirador,
    Felipe.

  4. jango
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 15:50 hs

    Até hoje o Ministério Público Estadual – a instituição mais regiamente paga pelo povo na estrutura do Estado para defender o interesse público e a probidade administrativa – em que pese toda a celeuma em torno das tais tv’s laranjas, não deu nenhum pio sequer à sociedade sobre o assunto. Por que será ? Opção pelos pobres ou pelas suas aposentadorias diferenciadas ?

  5. Paulo Duarte Ribas
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 16:41 hs

    Se a imprensa não existisse, os idiotas do governo culpariam as capivaras do parque tanguá.

  6. João Alves Santos
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 16:46 hs

    Repito: se esse caso acabar sem ninguém preso, é mais uma prova da falência da justiça no Brasil. A outra prova da falência do judiciário foi a absolvição do mandante do crime da irmã Dorothy Stang.

  7. Professor
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 17:44 hs

    Com certeza, o ministério público deveria tomar atitude em relação a educação falha e ditatorial que se estabeleceu neste governo Requião. Mas como os professores do colégio estadual já enetenderam muito bem, quem manda é a família, e o ministério público, escreve cartinhas, de acordo com o que manda o Rei.
    Tudo bem, afinal, quem poderia imaginar que o funcionário do ministério público, ainda mais a serviço da “justiça”, serviria aos que não possuem o poder do dinheiro.
    POR ISSO É QUE ESSAS PESSOAS DE “INTERESSES” DIVERSOS, QUE ESTÃO POLÍTICOS , DEVERIAM REPENSAR EM SEU APOIO AO MAURÍCIO PARA O CARGO NO TC.

  8. Professor
    terça-feira, 20 de maio de 2008 – 17:46 hs

    CHEGA DE NEPOTISMO.
    CHEGA DE GOVERNO DITATORIAL COM DISCURSO SOCIALISTA!

  9. terça-feira, 20 de maio de 2008 – 23:22 hs

    Só a titulo de informação: Sou professor da Rede estadual e na minha escola existem 18 tvs laranja funcionando maravilhosamente bem, sendo usada tanto por professores como por alunos e mais de 50 professores receberam o pen drive.Gostaria de saber quantos dos que aqui criticam já estiveram in loco, em qualquer escola estadual para verificar o que estão escrevendo.

  10. Brisa
    quarta-feira, 21 de maio de 2008 – 8:20 hs

    Interessante, Zé. Vc poderia divulgar o nome da escola em que trabalha, pois também sou professora da rede estadual, trabalho em duas escolas e nelas NINGUÉM está usando a TV SUKITA.Gostaria de ir lá aprender com vcs!

  11. Professor
    quarta-feira, 21 de maio de 2008 – 9:43 hs

    Pois é Zé, eu também sou pofessor de duas escolas estaduais bem conhecidas e posso afirmar que a que possui dinheiro para o funcionamento, de 200 professores, aproximadamente, apenas uns 10 utilizam a TV laranja.
    Para utiliza-la efetivamente é necessário uma sala com número de alunos suficiente, ou seja não pode haver superlotação, pois os que estão no fundo da sala, não enchergam o que está escrito. Deve haver uma luminosidade baixa, ou seja, cortinas em todas as janelas do colégio.
    Bem, como isto não é comum em colégios estaduais, a utilização não é efetiva como poderia ser, ou melhor, como foi a propaganda que foi realizada para a população.

  12. Professor
    quarta-feira, 21 de maio de 2008 – 10:14 hs

    Paulo Duarte Ribas essa foi boa!
    KKKKKKKKK

  13. Má fé!
    quarta-feira, 21 de maio de 2008 – 10:41 hs

    Não vou falar que a administração do secretário da educação é uma “Brastemp”, pois faltam verbas, uma grande parte dos servidores não são tão capacitados como deveriam e além, ele pegou uma Secretaria arrebentada, mas a evidente má fé do escriba do tal jornal que se diz “INDEPENDENTE” foi escancarada!

    A minha filha estuda no Colégio Estadual Cecília Meirelles, que por sinal era uma das que estavam representadas entre as que o secretário elencou na demonstração, e lá está funcionando e muito bem a implantação deste projeto de modernização.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*