Dilma Roussef vence o debate no Senado | Fábio Campana

Dilma Roussef vence o debate no Senado

Dilma Rousseff, ministra chefe da Casa Civil, venceu o debate travado com a oposição durante depoimento que se arrastou por mais de oito horas na Comissão de Serviço e Infra-Estrutura do Senado.

Ela entrou na sala da Comissão sob suspeição de ter mandado preparar dossiê sobre despesas sigilosas do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Saiu como a heroína que aos 19 anos de idade foi presa e torturada por agentes da ditadura militar de 1964, e mesmo assim não dedurou ninguém.

O senador José Agripino Maia (RN), líder do DEM, logo no início da sessão da comissão, lembrou entrevista concedida por Dilma à Folha de S. Paulo a respeito de sua militância contra a ditadura.

Na entrevista, Dilma disse que mentiu quando presa e interrogada – e assim ajudou a salvar companheiros perseguidos pela ditadura. Agripino elogiou a atitude de Dilma na ocasião, mas sugeriu que ela não procedesse da mesma forma diante dos senadores.

Dilma Roussef agarrou a deixa para afirmar seus princípios. A resposta que deu a Agripino foi aplaudida intensamente por correligionários e adversários. E baixou o ânimo acusatório da oposição.A partir daquele momento, os senadores de oposição passaram a se preocupar mais com o Programa de Aceleração do Crescimento do que com o dossiê.


6 comentários

  1. Alexandre
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 11:49 hs

    O comportamento do Agripino mostra a qualidade da oposição brasileira. Poucas vezes se viu tamanha burrice política. Melhor que ele só a imprensa nacional, que também só deu importância a este fato menor. Gostem ou não, a ministra nadou de braçada e engoliu tanto a oposição, como a imprensa. Pior que o Agripino, só os comentários do Luiz Geraldo Mazza, hoje, na CBN.

  2. jango
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 13:23 hs

    Neste debate, quem tudo perdeu foi o povo.
    Continua ficando na mesma ignorância a respeito dos cartões corporativos.
    Se é que pretendiam apurar este tema …

  3. Edes Finatto
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 16:42 hs

    Agripino acho que na hora não caiu a ficha senão teria lembrado a ministra quem eram seus iguais, a história conta muita coisa, não só os porões da época.

  4. desmentindo
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 18:08 hs

    A CPI Inocentou a bibliotecária Ligia Setenareski

    Vejam em:

    http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/vidapublica/conteudo.phtml?tl=1&id=763934&tit=Servidora-da-UFPR-fez-de-fato-gastos-para-biblioteca

  5. cidadão de olho ...
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 20:02 hs

    Já tenho candidato a presidente: Dilma pra presidente !

  6. Foi Mal aê
    quinta-feira, 8 de maio de 2008 – 20:29 hs

    pobre do povo que tem uma oposição burra.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*