Arrecadação de impostos cresce, mesmo assim governo quer CPMF | Fábio Campana

Arrecadação de impostos cresce, mesmo assim governo quer CPMF

Ao mesmo tempo que o governo concentra esforços para ressuscitar a CPMF, a Receita Federal comemora novo recorde de arrecadação. De janeiro a abril, os brasileiros contribuíram com R$ 223,2 bilhões para o Tesouro Nacional.

Significa 12,56% a mais do que foi recolhido em impostos no mesmo período do ano passado. O imposto que mais cresceu foi o IOF (Imposto sobre Operações Financeiras), que rendeu R$ 6,2 bilhões. Teve aumento de 146% sobre a arrecadação do ano passado. Bom lembrar que o IOF teve as alíquotas majoradas para compensar a extinção da CPMF.

Mas o aumento de receita mais expressivo foi na tributação imposta às empresas. O Imposto de Renda Pessoa Jurídica rendeu R$ 33 bilhões, mais 23,4%. A Contribuição Social sobre o Lucro Líquido rendeu R$ 15,7 bilhões, mais 22,4%. A operação de compensação da CMPF envolveu também a elevação de alíquota da CSLL cobrada dos bancos.

Só o mês de abril de 2008 rendeu arrecadação tributária de R$ 59,574 bilhões. Alta de 11,44% em relação à arrecadação de abril de 2007.


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*