Vem aí a farra das PCHs | Fábio Campana

Vem aí a farra das PCHs

As organizações de defesa do meio-ambiente estão preocupadas. Têm informações seguras de que o governo Requião chegou a acordo com as empreiteiras e vai permitir a construção de PCHs, as Pequenas Centrais Hidrelétricas.

Dos 23 projetos em análise, 15 já estariam negociados. Entre os subprodutos do entendimento, Requião teria novo comportamento de alguns órgãos de comunicação.Tudo em nome da causa e da marcha para a presidência da República.


2 comentários

  1. Mario Martins
    segunda-feira, 7 de abril de 2008 – 11:42 hs

    Vou comprar umas terrinhas com rio e corredeira correndo. O rato correu corrida. Ivo viu a uva. Entendeu?

  2. jango
    segunda-feira, 7 de abril de 2008 – 14:25 hs

    Mauá já foi, porque não iriam as PCH’s ?
    Na verdade, o tema meio ambiente não é prioridade em qualquer rincão da nação. Ele vai no roldão ou, às vezes, até no rodo dos governos.
    Depois de usarem os grandes cursos hídricos do Estado com grandes hidrelétricas, agora vão cortar em picadinho o que resta da malha hídrica reproduzindo o mesmo padrão predatório: os rios não são unidades de planejamento sustentável, mas meros produtores focais de energia.
    As licenças ambientais, por seu lado, são meros documentos formais liberatórios do referido padrão, visto que limitadas ao foco do projeto.
    Os rios (águas) são bens da União ou do Estado, conforme a Constituição da República. Os Estados praticamente não tem direitos frente às águas ditas “federais”, e os Municípios não os tem quanto às águas ditas “estaduais”. É a perdição institucionalizada.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*