Um dia à moda de Vargas | Fábio Campana

Um dia à moda de Vargas

Há muito não se via manifestação tão explícita de vassalagem de sindicalista a um governante. Há pouco, na escolinha, o discurso do dirigente sindical Luís Gin (que não se perca pelo nome) lembrou o dos pelegos dos tempos de Vargas e do regime fardado.

As forças do atraso foram insultadas e valorada a coragem política de Requião, pintado como salvador da pátria e promotor da felicidade geral dos trabalhadores pela criação do salário mínimo regional. Requião, agora chamado de “Bom companheiro dos trabalhadores”, mereceu de Gin um pedido de proteção “ao grande arquiteto do universo”.

Requião, comovido, reconheceu os próprios méritos e aproveitou para fazer uma crítica à política econômica do governo federal, em clara atitude de candidato à candidato a presidente da República.

Para completar a solenidade nos moldes do Estado Novo, foram recebidos os atletas que treinam para a corrida de São Silvestre, conduzidos pelo sobrinho de Requião, João Arruda.


4 comentários

  1. Whisky com Soda
    terça-feira, 1 de abril de 2008 – 9:42 hs

    O Gin é assessorado pelo Zenir Teixeira, grande quadro de Palmas, esquerda atuante, mas que não dá para segurar o ‘pequeno arquiteto dos tempos de Carvalhinho’ e que apoiou Lula na eleição passada com direito até a foto.
    Pena, pena. Zenir não merecia isso.

  2. luizvodca@gmail.com
    terça-feira, 1 de abril de 2008 – 13:38 hs

    Bom, com esse nome (Gin), ele deve ter tomado todas para defender o indefensável. O Senhor Gin está na FETIEP (Federação dos Trabalhadores nas Indústrias) a mais de 20 anos. REFORMA SINDICAL JÁ! FORA PELEGO!

  3. Marta Bellini
    terça-feira, 1 de abril de 2008 – 20:26 hs

    Com este nome GIN, é de se supor que estivesse bêbado.

  4. Colégio Estadual
    terça-feira, 1 de abril de 2008 – 22:22 hs

    Vergonhoso também é o silêncio da APP – Sindicato em relação ao que está acontecendo no Colégio Estadual do Paraná. Para não contrariar o sr. governador, além do silêncio total e absoluto sobre a triste situação do CEP, têm sido recorrentes as falas do presidente do Sindicato, elogiando o governo nas negociações com a categoria conforme notícia publicada no site da Seap, no dia 25/03/2008, com o título Governo e Sindicato dos Professores discutem reajuste salarial :“Acreditamos que a definição do reajuste será possível até a data base [1º de maio]. O Estado colocou em dia todas as pendências que tinha com a categoria. Isso é muito positivo”, disse José Lemos, presidente da APP-Sindicato.
    Saudade do tempo que sindicato era sindicato e governo era governo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*