Petráglia diz que não há nada grátis no futebol | Fábio Campana

Petráglia diz que não há nada grátis no futebol

O Atlético quer cobrar das rádios a transmissão de seus jogos. A reação foi imediata. E como tudo o que o Atlético faz é coisa do Mário Celso Petráglia, perguntamos ao próprio as razões dessa iniciativa tão antipática aos ouvidos dos radialistas e do distinto público atleticano. Ele respondeu:

– Os tempos mudaram. Quando existiam mecenas que pagavam a conta do espetáculo e tudo se fazia com amadorismo, o ingresso era barato, havia carteiradas, os estádios eram públicos e as transmissões eram de graça. O futebol profissional é um business profissional. Custa caro e deve cobrar pelo que oferece e de todos que se beneficiam financeiramente do espetáculo. Inclusive as rádios.


2 comentários

  1. mauricio
    sexta-feira, 11 de abril de 2008 – 16:21 hs

    Sou coxa-branca e concordo com o Sr. Petraglia, porém discordo dos calores cobrados.

  2. Só agora o Petraglia
    sexta-feira, 11 de abril de 2008 – 18:01 hs

    Sexta-feira, 11 de Abril de 2008
    Os clubes de futebol profissional do Paraná estão recebendo este comunicado

    Senhor Presidente,

    Ratificamos através do presente faz o nosso convite para que o clube se faça representar com no máximo dois dirigentes em Curitiba, no dia 14 de abril de 2008, onde promoveremos um grande encontro com os representantes dos 24 clubes profissionais do Paraná.

    A idéia inicial é fecharmos posicionamento sobre temas importantes e pertinentes a serem debatidos com candidatos à presidência da Federação Paranaense de Futebol (FPF), fechando posicionamento conjunto, ou condicionarmos nosso apoio ao candidato vencedor após as Eleições sob as precondições que iremos definir em nosso encontro.

    Sugestão de pauta do encontro:

    1 – Mudança do estatuto da Federação Paranaense de Futebol (valorização dos clubes profissionais).

    2 – Definição de um calendário esportivo para os próximos 4 anos.

    3 – Arbitragem (renovação e formação)

    4 – Reeleição dos Membros do Tribunal de Justiça Desportiva (STJ)

    5 – Renegociação/Revisão do Contrato com emissora de televisão para os campeonatos de futebol das séries Ouro e Prata.

    6 – Indicação e aprovação de nomes para a Composição de diretoria técnica e de arbitragem para Federação Paranaense de Futebol.

    7 – Criação e Registro de uma nova Entidade para representação dos Clubes Profissionais de Futebol aos moldes e condições do Clube dos 13, da FBA, para negociações técnicas e comerciais dos clubes em conjunto, assim como para ações políticas e mercadológicas. Fundação e Eleição do seu Presidente e demais membros da Diretoria

    Postado por Claudio Osti às 16:30

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*