O mapa da polícia explica o mapa do crime | Fábio Campana

O mapa da polícia explica o mapa do crime

Sem polícia, não há segurança. O repórter Tiago Silva (foto), da rádio Banda B, mostra que faltam policiais em todas as delegacias de Curitiba e Região Metropolitana para enfrentar a criminalidade.

Um exemplo dado por ele ontem foi o da Divisão de Narcóticos, que tem apenas nove policiais para combater o tráfico de drogas em todo o Estado do Paraná.

Observem a distorção. Na Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos são 42 policiais a trabalho. Enquanto que a Delegacia de Homicídios que cuida do crime contra a vida são apenas 24 policiais.

Em Piraquara, das cidades mais violentas da Região Metropolitana, são apenas sete investigadores. À noite a polícia não abre a Delegacia. De medo.


Um comentário

  1. SJdosPinhais alerta
    quarta-feira, 16 de abril de 2008 – 20:15 hs

    parabéns ao jornalista Tiago Silva, da Radio Band B, que apontou o x da questão. Nas delegacias faltam todo tipo de estrutura, desde pessoal até recursos materiais: computadores, veículos, etc. Querem ver se isso é verdade, visitem uma. Parecem casas mal assombradas, tal a feiura do visual geral.

    A essas delegacias citadas, acrescente-se a de São José dos Pinhais, que atende não só esse município mas outros mais próximos (Tijucas do Sul). E não é por acaso a alta incidência de criminalidade nesse município, inclusive na zona rural …

    E estou falando de polícia civil, mas caso semelhante também atinge a polícia militar …

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*